O novo tijolo solar híbrido é capaz de aproveitar ao mesmo tempo o efeito fotovoltaico (energia elétrica) e o efeito térmico (água quente doméstica)

O novo tijolo solar híbrido nasceu do Departamento de Engenharia Industrial da Alma Mater de Bolonha. Esta representa uma inovação importante para o setor fotovoltaico capaz de produzir energia elétrica e térmica.

O novo tijolo solar híbrido é capaz de garantir uma dupla capacidade de produção de energia, térmica e elétrica. Assim, é possível tirar proveito das possibilidades oferecidas pelos sistemas híbridos.

Um dos limites históricos das usinas fotovoltaicas tradicionais é produzir pouco em relação à superfície usada.

Um remédio a esta criticidade foi criar sistemas híbridos: sistemas que utilizam a energia gerada pelo sol aproveitando ao mesmo tempo o efeito térmico, para produzir energia elétrica, e o efeito térmico, capaz de garantir às habitações água quente sanitária.

Revestido com dois tipos diferentes de resina plástica, o tijolo solar é também transitável, e portanto é adequado para qualquer aplicação. De fato isto pode ser usado em superfícies com vínculos particulares de metragem e instalação, não completamente superáveis até o momento com as soluções do mercado.

Este tipo de tijolo solar híbrido foi concebido tendo em conta dois aspectos fundamentais para garantir a disseminação desta nova tecnologia: a facilidade de produção e a instalação por parte dos técnicos.

O resultado é um produto que pode ser reproduzido em série, que tem a mesma espessura dos tijolos comuns com mecanismo de encaixe e que pode ser instalado facilmente.

tijolo solar fotovoltaico

Tijolo solar híbrido: as características técnicas

O molde dedicado fornece canais adaptados para a criação das coberturas inferiores e superiores com selagem do sistema. Além dispõe de sistemas especiais para a separação do tijolo híbrido concluído pos fundição. Duas das quatro paredes laterais, nas quais realizar a fundição, são removíveis para garantir a perfeita modularidade durante a produção.

Não requer mais habilidades em comparação com os tijolos comuns com mecanismo de encaixe.

As possíveis aplicações

  • Náutica
  • Motorhome (rulote)
  • Pisos Industriais
  • Terraços e telhados planos.

As vantagens

  • Maximização da produção energética integrada
  • Eliminação de todas as restrições técnicas e funcionais
  • Facilitação das operações de instalação, limpeza e manutenção
  • Fácil conversão do piso existente no caso de aplicações no solo.

Clique aqui para conhecer Solarius PV, o software para o dimensionamento de usinas fotovoltaicas