As normas PAS 1192 relativas ao gerenciamento de informações BIM na indústria da construção deixam de ser desenvolvidas pelo BSI. Irão ser incluídas diretamente na norma ISO 19650

Com uma comunicação publicada no site, o British Standards Institution anunciou a interrupção da atual atividade de revisão das normas PAS 1192-2 e PAS 1192-3.

Conforme comunicado pelo BIS, em breve serão publicadas as primeiras duas normas internacionais sobre o BIM:

  • BS EN ISO 19650-1 Organização das informações sobre as obras de construção – Gerenciamento das informações sobre o uso do BIM, Parte 1: conceitos e princípios (Concepts and Principles).
  • BS EN ISO 19650-2 Organização das informações sobre as obras de construção – Gerenciamento das informações sobre o uso do BIM, Parte 2: fase de projeto e realização dos bens imobiliários (Delivery phase of the assets).

Estas duas normas irão substituir, respetivamente, as BS 1192 (princípios) e as PAS 1192-2.

Por volta do início de 2020, ainda, serão pulicadas outras normas internacionais sobre o BIM, incluindo:

  • BS EN ISO 19650-3 Organização das informações sobre as obras de construção – Gerenciamento das informações sobre o uso do BIM, Parte 3: fase de gerenciamento e manutenção dos bens imobiliários (Operational phase of assets)
  • BS EN ISO 19650-5 Organização das informações sobre as obras de construção – Gerenciamento das informações sobre o uso do BIM, Parte 5: especificações sobre o BIM orientado para a segurança, ambientes digitais construídos, gerenciamento eficaz dos bens imobiliários.

que irão constituir a parte 3.

Após ter consultado todas as partes interessadas (UK BIM Alliance, the Home Nations Working Group, the Department for Business, Energy and Industrial Strategy, the Centre for Digital Built Britain), o BSI decidiu interromper a atividade de revisão relacionada às PAS 1192 partes 2 e 3 para evitar criar confusão no mercado e custos adicionais.

Ant Burd, responsável pelo Built environment do BSI, afirmou:

Queríamos agradecer o excecional trabalho dos nossos expertos envolvidos no desenvolvimento destas normas BIM. Os seus conhecimentos e as suas competências permitiram que o Reino Unido, graças ao BSI, abrisse o caminho para a criação de normas que atendam às necessidades da indústria da construção em matéria de modelagem das informações sobre os edifícios. Tenho certeza de que isso irá continuar nos anos futuros com a evolução da indústria da construção.”

As PAS perdem, então, o papel de condução que desempenharam no plano internacional e desaparecem, pelo menos na forma com a qual as conhecemos hoje.

pas-1192

As normas BSI, ISO e CEN

Como se sabe, as PAS (Publically Available Specification) são normas criadas pelo BSI num estado de avaliação pública e emitidas para fornecer uma resposta rápida a específicas necessidades de certos setores de produção. Poderíamos, na verdade, definí-las pré-normas.

As PAS da série 1192 (partes 2, 3, 4, 5), em particular, concebidas como desenvolvimento e evolução da BS 1192:2007+A3:2016, foram publicadas para atender à exigência do governo inglês de implementar a adoção da metodologia BIM na indústria nacional da construção. Podem ser baixadas gratuitamente.

A ISO (International Organization for Standardization) é uma organização internacional de normalização, não governamental e independente, composta por 163 organismos nacionais de normalização, um para cada país. Há algum tempo, tinha criado grupos de trabalho para elaborar normas internacionais sobre a metodologia BIM, que também pudessem atuar como referência em licitações supranacionais.

Esse trabalho já chegou ao fim e, como resultado, os representantes do BSI decidiram retirar as normas técnicas nacionais PAS 1192 (série 1192) para evitar a coexistência, no mercado inglês, de normas técnicas de níveis diferentes, ambas relacionadas ao mesmo assunto.
O CEN (Comité Europeu de Normalização) está trabalhando neste assunto: conforme específicos acordos internacionais (Vienna Agreenment), o comité irá englobar as normas ISO da série 19650 sem qualquer alteração, provavelmente adicionando um documento específico (norma ou relatório técnico, etc.) de integração e esclarecimento, no contexto europeu, do que as próprias normas preveem.

O que é uma norma padrão?

O Padrão é uma norma que fornece

  • requisitos
  • especificações
  • linhas guias

em relação a um determinado campo de aplicação para garantir que materiais, produtos, processos e serviços sejam adequados à respetiva finalidade.

Uma norma padrão, portanto, garante que produtos e serviços sejam seguros, confiáveis e de boa qualidade.

As normas, além dos números, são identificadas pelas siglas.

A sigla indica quem elaborou a norma e o nível de validade da mesma.

As principais siglas que caracterizam as normas são:

  • EN: identifica as normas elaboradas pelo CEN. As normas EN devem ser obrigatoriamente implementadas pelos países membros desse comité; no caso da Alemanha, por exemplo, a sigla de referência seria DIN EN. Estas normas são utilizadas para padronizar as regulamentações técnicas em toda a Europa e, portanto, não é permitido que a nível nacional existam normas em desacordo com o seu conteúdo.
  • ISO: identifica as normas elaboradas pela ISO (International Organization for Standardization). Estas normas são uma referência implementável em todo o mundo. Cada País pode decidir se reforçar ainda mais o papel das mesmas adotando-as como próprias normas nacionais. No caso da Espanha, por exemplo, a sigla seria UNE ISO (ou UNE EN ISO caso a norma fosse adotada a nível europeu também).

Plataforma para o gerenciamento BIM

Conheça todos os detalhes sobre usBIM.platform, a plataforma colaborativa BIM para o gerenciamento, a primeira a ter obtido a certificação de importação IFC pela BuildingSmart