Colaboração BIM: eis um exemplo prático de desenho arquitetônico e cálculo estrutural, com as fases colaborativas das equipas de desenho e os passos operacionais

Como deve acontecer a troca de dados entre o ambiente estrutural e o ambiente arquitetônico?

As normas BS 1192 entram em pormenores, fornecendo um exemplo específico que descreve como esta troca tem de acontecer.

Fonte: BS 1192:2007 + A1:2015

Fonte: BS 1192:2007 + A1:2015

Vamos tentar ilustrar um possível modo de operação, elaborado mediante o uso de programas BIM oriented.

Para realizar a colaboração é essencial que os programas sejam dedicados ao desenho arquitetônico e estrutural. Neste exemplo vamos utilizar Edificius e EdiLus. Os dois pertencem à categoria de software “BIM authoring”, dos quais já falámos no post “Evolução do BIM e do modelo virtual do edifício.

Desenho arquitetônico e cálculo estrutural: exemplo prático de desenho e colaboração BIM

Como no exemplo das BS 1192, vamos pegar num edifício recém-construído, do qual a equipa de desenho arquitetônico já completou um primeiro projeto acompanhado de uma possível solução estrutural.

Edificius: modelo arquitetônico

Edificius: modelo arquitetônico

 

Edificius: modelo arquitetônico - visualização da estrutura preliminar

Edificius: modelo arquitetônico – visualização da estrutura preliminar

Este exemplo de estrutura tem valor exclusivamente tipológico e de posicionamento preliminar dos elementos resistentes. É desprovido de qualquer avaliação estrutural em relação tanto aos tipos de restrições como à hierarquia das resistências.

Este modelo, exportável em formato IFC (vê post “BIM e interoperabilidade dos software”), é adquirido pela equipa de desenho estrutural através da integração no software estrutural (neste caso EdiLus).

A partir deste modelo, que inclui o arquitetônico e a estrutura preliminar, os engenheiros estruturais podem decidir iniciar o trabalho usando ou não a hipótese da estrutura fornecida.

Em qualquer caso, a disponibilidade do modelo arquitetônico permite aos engenheiros estruturais coordenar o próprio trabalho, de forma contínua e imediata, com os desenhadores arquitetônicos.

EdiLus: realização do modelo estrutural com modelo arquitetônico integrado

EdiLus: realização do modelo estrutural com modelo arquitetônico integrado

Graças à integração dos dois modelos e às ferramentas do desenho estrutural, é possível obter uma primeira definição do modelo físico da estrutura.

EdiLus: modelo físico da estrutura

EdiLus: modelo físico da estrutura

A fase seguinte é a análise e a verificação estrutural para gerar o modelo estrutural. É, portanto, necessário que a partir do modelo físico desenhado seja realizado um modelo matemático para realizar cálculos e verificações.

EdiLus: beam e shall (modelo estrutural)

EdiLus: beam e shall (modelo estrutural)

Desenho arquitetônico e cálculo estrutural: BIM tools

Esta atividade, de acordo com as orientações e a regulamentação técnica da Grã-Bretanha, é executada por software definidos “BIM tools”. São software destinados a tratar de aspeitos específicos e que não precisam de próprios modelos dedicados, mas podem utilmente “apoiar-se” num ou mais de um modelo “principal”.

Fonte-AECUK-BIM-Technology-Protocol

Fonte AEC(UK) BIM Technology Protocol

No caso de EdiLus estas utility já estão integradas no software. Portanto a geração do modelo estrutural, o cálculo dos elementos finitos, o desenho das armaduras, a execução das verificações legais e o orçamento são todos efetuados diretamente no software. Isso acontece de acordo com uma configuração geral mais avançada, destacada em amarelo aqui abaixo.

Technology-Protocol-2

Fonte AEC(UK) BIM Technology Protocol

 

EdiLus: verificação hierarquia das resistências para um nó

EdiLus: verificação hierarquia das resistências para um nó

 

EdiLus: desenho das armaduras para um vigamento

EdiLus: desenho das armaduras para um vigamento

 

EdiLus: orçamento da estrutura

EdiLus: orçamento da estrutura

Concluído o processo de desenho estrutural, é possível executar a validação do relativo modelo. Essa validação pode ser partilhada com as outras equipas do projeto.

A equipa de desenho arquitetônico poderá depois executar a integração da estrutura no arquitetônico e adotá-la, se em conformidade com os requisitos exigidos pelo desenho arquitetônico.

Naturalmente isso resultará na eliminação da estrutura preliminar inicialmente realizada pela equipe do arquitetônico.

 

Clica aqui para conheceres e baixares Edificius, o software ACCA para o desenho arquitetônico BIM