Como fazer rampa de garagem: o guia completo com esquemas, características de construção, vídeo e exemplos para baixar

A rampa é o elemento arquitetônico que liga dois níveis com cotas diferentes. Trata-se, portanto, de um plano inclinado projetado para superar as diferenças de nível, destinado a pessoas ou veículos.

Neste artigo iremos abordar as técnicas de construção que regulam o projeto das rampas de garagem, focando então nas rampas para carros.

Neste sentido, iremos falar nos vários tipos de rampas e nas características referentes a largura e inclinação da própria rampa.

O nosso aprofundamento será acompanhado por esquemas em formato DWG com plantas e cortes dos vários tipos de rampas, bem como pelos modelos 3D dos projetos realizados em formato EDF. Tais documentos, ainda, poderão ser baixados e utilizados como referências úteis na fase de projeto.

Para abrir os modelos 3D dos projetos em formato EDF, realizados com Edificius, é possível baixar agora o software e utilizá-lo gratuitamente por 30 dias.

 

Projeto-Rampa-de-Garagem-planimetria-programa de arquitetura BIM-Edificius

 

Baixe o modelo 3D BIM (arquivo .edf) do projeto

Clique aqui para baixar Edificius, o programa de arquitetura BIM

 

Nos nossos artigos anteriores já falamos de projeto de estacionamento e projeto de garagem. Graças a este artigo de aprofundamento sobre a rampa conseguiremos, então, interligar e concluir esses aprofundamentos.

Os elementos a serem tidos em conta para projetar corretamente uma rampa de garagem são muitos: vamos conhecê-los de forma detalhada.

Os tipos de rampa

Dependendo de como se desenvolvem, as rampas são diferenciadas em lineares e curvas (ou helicoidais). As lineares são, por sua vez, divididas em retilíneas e em balanço.

Ambos os tipos principais podem ser unidirecionais ou bidirecionais.

Projeto-Rampa-de-garagem_Rampa-Retilínea_Planta-programa de arquitetura BIM-Edificius

Rampa linear

 

Projeto-Rampa-de-garagem_Rampa-Helicoidal_Bidirecional-programa de arquitetura BIM-Edificius

Rampa curva ou helicoidal (bidirecional)

Largura e inclinação da rampa

As dimensões da rampa referem-se a largura e inclinação.

A inclinação prevista para construir uma rampa de garagem deve estar incluída no valor máximo estabelecido pela maioria das normas nacionais, ou seja, 20%. Todas as dimensões inferiores a essa inclinação máxima, portanto, atendem a parâmetros de segurança e acessibilidade.

Projeto-Rampa-de-Garagem_Corte-A-A-programa de arquitetura BIM-Edificius

Também é importante ter em conta o raio de curvatura vertical na zona de passagem entre superfície inclinada e superfícies planas. A rampa, na verdade, deve estar conectada para evitar que os veículos colidam.

A largura mínima é 3 m para as rampas unidirecionais e 4,5 m para as bidirecionais.

Se a rampa apresenta uma curvatura, o raio não pode ser inferior a 7 m; para rampas bidirecionais o raio mínimo é 8,25 m.

Entre o início da parte inclinada (parte superior) e o espaço de trânsito público deveria ser prevista uma parte plana (pelo menos 3 m) para que o motorista a sair tenha a visão necessária e não ocupe a área pública.

Além disso, na fase de projeto é importante prever uma calha de drenagem das águas pluviais, pelo menos na base da parte inclinada (preferivelmente no topo também), com grelha de piso.

Em resumo:

Rampas lineares

Dimensões mínimas largura Dimensões recomendadas largura
Unidirecional 3,00 m 4,00 m
Bidirecional 4,50 m 6,00 m

Rampas curvas

Dimensões mínimas largura Dimensões recomendadas largura
Unidirecional 3,00 m 4,00 m
Bidirecional 4,50 m 6,50 m
Dimensões mínimas raio curvatura Dimensões recomendadas raio curvatura
Unidirecional 7,00 m 7,50 m
Bidirecional 8,25 m 11,85 m

Como já vimos anteriormente, a inclinação máxima para ambos os tipos de rampa é 20% (recomendada 16%).

Projeto-Rampa-de-garagem_Rampas-Em balanço_Planta-programa de arquitetura BIM-Edificius

Rampas lineares em balanço

O piso

Outro aspecto a ser considerado ao projetar rampas de garagem é o piso.

O tipo de material escolhido deve ser funcional: por exemplo, deve possuir uma certa aderência à rampa e não sofrer alterações devidas ao sal eventualmente utilizado para derreter o gelo. Deve, ainda, garantir um resultado estético agradável.

Além dos pisos de asfalto ou concreto, também existem pisos de concreto, pórfiro e material sintético.

Em particular, uma ótima solução é representada pelo piso de cimento, pois garante ótima aderência dos pneus em qualquer condição meteorológica.

Nas regiões mais expostas ao frio e à geada pode ser utilizado o pórfiro. Este é, de fato, o revestimento com estética melhor que garante ótima aderência dos pneus, especialmente nas superfícies que se podem tornar escorregadias nas estações frias, além de proteger a segurança de pessoas nos caminhos a pé.

O pórfiro, na verdade, é colocado na rampa de garagem com o lado de corte (fendilhamento) para cima e, em seguida, na superfície de modo a fornecer uma camada áspera e aderente.

Como fazer rampa de garagem: download modelos de projeto EDF com plantas e cortes no formato DWG

Aqui estão os arquivos no formato DWG, disponíveis para o download, bem como as plantas e os cortes dos vários tipos de rampa abordados neste artigo.

 

Baixe todos os arquivos DWG no formato .zip de todos os esquemas de projeto dos diferentes tipos de rampa

Baixe o modelo 3D BIM (arquivo .edf) do projeto