Como podemos criar o modelo digital de um terreno em 3D com as curvas de nível? Descubramos como essa operação pode ser fácil e rápida graças às funcionalidades de um software BIM para o desenho arquitetônico

As curvas de nível são linhas, usadas em geografia, cartografia e também em arquitetura, para representar numa superfície de duas dimensões um elemento arquitetônico ou paisagístico de três dimensões. Servem, então, para representarem a altura de um lugar, que seria impossível reproduzir de outra forma numa folha, de papel ou digital.

São curvas fechadas, cujas forma reflete a conformação do relevo a ser representado e cujos pontos ficam todos no mesmo plano imaginário em que é cortado o elemento para desenhar.

Graças ao uso de BIM para o desenho arquitetônico (Edificius) ou para paisagismo e desenho de espaços exteriores (Edificius-LAND), podemos obter de forma fácil e com poucas etapas as curvas de nível do terreno no qual pretendemos desenhar. São várias as abordagens e as modalidades para obter as curvas de nível e realizar o modelo digital do terreno. Vamos descobrí-las juntos.

Como modelar o terreno com as curvas de nível

 

Comecemos do ambiente Terreno, onde vamos selecionar o nível Relevo para desenharmos dentro do mesmo o perímetro do terreno.

Do mesmo ambiente Terreno vamos selecionar Curvas de nível para representarmos o terreno.

Desenhada a curva, vamos finalizar a inserção com Finalizar. Selecionemos, em seguida, a curva de nível e definamos a respetiva cota no editor Propriedades.

Podemos, então, alterar a curva atuando nas maçanetas ou definindo um offset. Além disso, podemos excluir ou inserir alguns nós e mudar um traço para arco.

Podemos, enfim, alterar a cota na Vista 3D também.

Como definir as curvas de nível com o reconhecimento automático a partir de desenho DXF e DWG

 

A partir do ambiente Terreno, no nível Relevo vamos desenhar o perímetro do terreno.

Selecionemos depois Relevo DXF/DWG e escolhamos o desenho para carregar.

No popup Importação DWG/DXF insiramos o número do fator para indicarmos as unidades do desenho em metros.
Podemos depois posicionar o desenho das curvas de nível em relação ao perímetro do terreno.

Ativemos a modalidade que nos permite desenhar as curvas de nível e, em seguida, selecionemos a geração automática DXF/DWG. Para reconhecermos de forma automática curvas e respetivas cotas, podemos limitar o desenho num retângulo de seleção.
Se o desenho carregado for em 2D, podemos atribuir manualmente as várias cotas às curvas de nível.

Cota e características das curvas de nível

 

Na barra lateral Curva de nível podemos atribuir a cota às curvas de nível e escolher se visualizá-las ou não.

Para as curvas fechadas podemos obter a superfície e o comprimento do perímetro. Além disso, é possível visualizarmos o comprimento e o ângulo de inclinação do traço selecionado.

Na barra lateral Curva de nível também podemos visualizar as coordenadas de um ponto específico de uma curva selecionada a fim de alterarmos a posição da mesma.

 

Desenhar com um software BIM para desenho arquitetônico e paisagismo é mais fácil. Testa agora grátis Edificius