Veja como realizar, usando um software BIM para arquitetura, a iluminação externa de uma residência unifamiliar: implementação e verificação em tempo real das escolhas de projeto de Casa en los Cisnes

Iluminar à noite os espaços externos é uma maneira para aumentar a segurança e melhorar o aspecto estético dos próprios espaços.

Uma iluminação artificial de exteriores adequada é essencial para viver de forma confortável os espaços externos, mesmo após o pôr-do-sol. Essa permite, por exemplo, chegar de forma segura à entrada da própria casa.

As luzes exteriores, porém, devem iluminar de forma não excessiva e confortável apenas as áreas úteis. É preciso que não encadeiem e que não haja “desperdício de luz” no ambiente circundante. No desenho das luzes para exteriores é essencial, na verdade, ter em conta o problema da poluição luminosa.

Para que seja possível executar essas verificações em tempo real em fase de projeto, o projetista precisa de ferramentas e software tecnologicamente avançados. Vejamos como realizar com Edificius, o software para o desenho arquitetônico BIM, a iluminação exterior da residência unifamiliar de Casa en los Cisnes.

Especificadamente, iremos inserir projetores embutidos de externos e atribuir propriedades ao pontos de luzes (tipo, gama, foco, abertura, inclinação, etc.). Em seguida, iremos verificar em tempo real as nossas escolhas de projeto.

Projetores embutidos e iluminação de exteriores. Render de Casa en los Cisnes realizado com Edificius

Projetores embutidos e iluminação externa. Render de Casa en los Cisnes realizado com Edificius

Iluminação externa: o projeto de Casa en los Cisnes

Para o desenho e a realização de iluminação externa, vamos em primeiro lugar criar uma Magnetic Grid (grade 2D) que será utilizada como guia para a colocação dos projetores embutidos.

 

Selecionamos da Biblioteca Objetos os projetores embutidos e vamos posicioná-los em pontos específicos, usando algumas linhas guias realizadas anteriormente.

No menu dos objetos vamos selecionar ponto luz. Através da barra de ferramentas das propriedades, vamos personalizar as características de cada ponto de luz.

Atribuimos o tipo (point light e spot light), a gama (led, incandescente, etc.), o foco, a abertura, a inclinação, etc.

Graças à função de copiar e colar vamos copiar o ponto de luz (com todas as propriedades anteriormente atribuídas) e vamos atribuir aos outros projetores embutidos.

 

Podemos definir as propriedades do nosso ponto de luz através da vista RTBIM (Renderização em Tempo Real) também. Simultaneamente, é possível verificarmos as nossas escolhas em tempo real.

 

Com estes três artigos de aprofundamento, dedicados a Casa en los Cisnes, mostramos então como um software BIM pode efetivamente melhorar e simplificar o trabalho dos projetistas.

 

Está procurando um software BIM para arquitetura para realizar a iluminação externa? Teste agora grátis Edificius