Como modificar um projeto e obter de forma automática a atualização dinâmica de todas as vistas do modelo. Eis um exemplo inspirado no projeto Cuboid House e realizado com um software BIM

No desenho arquitetônico o fator tempo é uma variável essencial que cada desenhador deve ter em conta para o desenvolvimento correto do próprio trabalho.

Menor é o tempo para realizar um projeto, maior serão os benefícios para o técnico e o cliente.

Na fase de projeto, geralmente, o desenhador é obrigado a fazer muitas alterações ao desenho e, portanto, a modificar todas as pranchas gráficas e executivas a ser submetidas. Isso afeta consideravelmente os tempos de entrega.

Seria útil dispor de ferramentas e tecnologias que permitam acelerar e automatizar estes procedimentos a fim de garantir ao desenhador uma significativa poupança de tempo.

“Há soluções válidas que permitem atingir estes resultados?”

O utilizo de ferramentas BIM oriented representa uma resposta valiosíssima a esta pergunta.

Os software BIM mais avançados, na verdade, criam uma ligação dinâmica entre todas as vistas do modelo (vista 3D, pranchas gráficas e executivas). Cada variação feita ao desenho corresponde, de forma automática, a uma alteração de todas as vistas do modelo. Tal função permite ao desenhador não cometer erros (por exemplo esquecendo-se de atualizar um elaborado do projeto) e obter consideráveis vantagens em termos de tempo e custos.

Para percebermos melhor como um software BIM seja capaz de fazer tudo isso, iremos inspirar-nos no projeto Cuboid House: uma residência realizada em 2012 pelo arquiteto Amit Khanna. Utilizando Edificius, o software para projetos de arquitetura BIM, iremos ver como é simples fazer alterações ao desenho e encontrá-las automaticamente em todas as vistas do modelo.

Cuboid House: um exemplo prático

Tendo como referência o projeto Cuboid House, vamos criar um guarda-corpo com Edificius. Neste respeito, iremos inserir o desenho numa prancha executiva. Em seguida, iremos substituir o objeto guarda-corpo para mostrarmos como, graças a um software BIM, a alteração acontece de forma automática em todas as vistas do modelo (vista 3D, prancha gráfica e executiva).

Ligação dinâmica entre todas as vistas do modelo: um exemplo prático

 

 

Insiramos o objeto Guarda-corpo na fachada. A partir do menu arquitetônico e da barra das propriedades, selecionemos o modelo desejado da Livraria Objetos BIM. Inserido o guarda-corpo, vamos para a prancha gráfica “Elevação” e carreguemos o desenho 2D na prancha executiva.

Alteremos, então, o guarda-corpo escolhendo outro da barra das ferramentas na Livraria Objetos BIM. Vamos escolher o modelo do guarda-corpo e vamos inserí-lo no desenho.
Verifiquemos que a alteração seja presente na vista 3D também.

Vamos agora para a prancha executiva e insiramos a elevação. Insiramos também os outros elaborados gráficos obtidos de forma automática com Edificius: plantas, render e cortes.

 

 

Precisas de um software BIM para projetos de arquitetura capaz de gerir pranchas executivas e relatórios? Testa grátis Edificius