O Comitê Europeu de Normalização (CEN) adotou três padrões internacionais para o building information.  Vamos descobrir o que é isso

Recentemente foram introduzidas novas normas técnicas internacionais para construir uma industria das construções mais competitiva e sustentável.

Estamos falando das seguintes normas:

  • ISO 16739:2016 Industry Foundation Classes (IFC) para a partilha dos dados na industria da construção e das instalações (ISO 16739:2013);
  • ISO 12006-3:2016 Construção de edifícios – Organização de informação sobre obras de construção. Parte 3: Esquema para a informação orientada a objetos (ISO 12006-3:2007);
  • ISO 29481-2:2016 Modelos de Building Information – Manual de distribuição das informações – Parte 2: Esquema de interação (ISO 29481-2:2012).

ISO 16739, ISO 12006 e ISO 29481: a que afetam esses padrões?

Estas normas abordam o processo necessário para estruturar as informações sobre projetos de construção em formato eletrônico ou digital. Todo isto utilizando o Building Information Modeling (BIM).

O termo BIM se refere ao uso de uma representação digital compartilhada dos objetos para facilitar os processos de construção e uso, relativos a edifícios e infra-estruturas. A tecnologia BIM simplifica o desenho, a construção e a gestão dos processos para formar uma base mais confiável para as decisões.

ISO 16739, ISO 12006 e ISO 29481: o que há de significativo?

A pesar de que o utilizo das normas não seja obrigatório, é importante notar que uma vez que o CEN adota a nível europeu, aos Estados membros é impedido desenvolver ou manter as próprias normas nacionais distintas ou conflitantes.

De que forma estas normas se relacionam com os profissionais da construção?

As normas mencionadas são de ordem técnico e são principalmente escritas para os desenvolvedores de software nos setores de desenho, construção, instalações e da gestão do edifício. Estas tratam questões relativas á preparação dos esquemas de dados, dicionários de dados e metodologia de distribuição e compartilhamento dos dados.

No entanto, também os profissionais que trabalham nestas áreas, que estão envolvidos na produção, gestão, intercambio e utilizo das informações digitais do edifício, devem estar cientes das regras. Eles devem também confirmar que o software que usam é em conformidade com estas normas. Isso para que os software sejam capazes de importar e exportar os dados de acordo com esses padrões.

Padrões ISO 16739, ISO 12006 e ISO 29481: o que regulam

A ISO 12006-3:2016, no campo da construção, define a Organização da informação das construções.

A parte 3 trata a “Estrutura para as informações orientadas aos objetos”. A ISO 16739:2016 Industry Foundation Classes (IFC) é para a partilha de dados na área das construções e do facility management.

A ISO 12006-3:2016 especifica um modelo de informação independente da linguagem que pode ser utilizada para o desenvolvimento de dicionários. Estes são utilizados para memorizar ou fornecer informações relacionadas com obras de construção. Cria sistemas de classificação, modelos de informação, modelos de objetos e de processos aos quais referenciar dentro do quadro comum.

Ao mesmo tempo o padrão ISO 16739:2013 especifica um esquema de dados conceitual e um formato de intercambio arquivos para os dados de um modelo informativo de edifício (BIM).

A ISO 16739:2013 representa um padrão internacional, aberto para os dados BIM que são trocados e compartilhados entre os software dos diferentes participantes para um projeto de construção ou para o facility management.

O padrão é constituído pelo esquema dos dados representado como um esquema de especifica EXPRESS. É também costituído pelos dados de referência, representados como propriedade, nomes das qualidades e descrições.

Clique aqui para conhecer e baixar Edificius, o software para o desenho arquitetônico BIM