Guia técnico para projeto de restaurante: dicas, esquemas de projeto, documentos técnicos no formato DWG e modelos 3D para baixar

Neste artigo de aprofundamento focamos nos elementos distintivos do projeto de restaurante: partiremos de análise e organização de espaços para depois realizar um projeto de restaurante completo de documentos técnicos no formato dwg e modelo arquitetônico 3D.

Iremos, então, apresentar:

  • organização de espaços e funções;
  • exemplo prático de projeto de restaurante.

Iremos, ainda, disponibilizar exemplos práticos (plantas, cortes, modelo arquitetônico 3D) para o download gratuito.

 

 

Projeto de restaurante-externos programa de arquitetura BIM Edifcius

Projeto de restaurante: organização de espaços e funções

Ao projetar um restaurante é necessário, em primeiro lugar, definir o alvo de referência, ou seja, o tipo de cozinha que se deseja apresentar ao público, pois dessa escolha dependerá projeto e mobiliário do próprio restaurante.

Projeto de restaurante-render do alto programa de arquitetura BIM Edifcius

Independentemente do tipo de restaurante escolhido, existem ambientes principais e acessórios, comuns a todos os restaurantes: entrada, sala de jantar, cozinha, instalações sanitárias e outros ambientes de serviço.

Projeto de restaurante-esquema de funções programa de arquitetura BIM Edifcius

  1. Áreas acessórias externas
  2. Guarda-volume
  3. Sala de espera
  4. Bar
  5. Sala de jantar
  6. Cozinha
  7. Banheiros para clientes
  8. Banheiros e vestiários para pessoal

 

 

 

 

 

Entrada

A entrada desempenha inúmeras funções: é o primeiro ambiente que o cliente acessa e, portanto, é fundamental que o primeiro impacto seja positivo e que comunique o conceito distintivo do restaurante. Além disso, a entrada também desempenha a função de filtro entre exterior e sala de jantar.

A entrada acolhe sala de espera, bar e caixa registadora. Dela, ainda, é possível acessar guarda-volume e banheiros.

Sala de jantar

As medidas dimensionais mínimas da sala de jantar, levando em conta alguns regulamentos europeus de higiene para locais públicos, são:

  • altura mínima: 2,70 m;
  • superfície mínima: 25 m³;
  • ventilação natural direta igual a 1/10 da superfície do restaurante;
  • ventilação natural direta insuficiente pode ser integrada ou substituída por sistema de condicionamento de ar apropriado;
  • iluminação natural direta igual a 1/10 da superfície do restaurante, que pode ser integrada ou substituída por iluminação artificial.

Quanto a mesas e cadeiras, as medidas padrão são:

  • mesas: 0,80×0,80 m ou 0,90×0,90 m;
  • cadeiras: 0,40×0,40 m;
  • espaço entre mesas: 0,30/0,40 m.

Tendo em conta essas medidas, é prevista uma superfície de cerca de 1,20 m² por assento.

Trata-se, no entanto, apenas de uma medida de referência, pois muito depende do tipo de restaurante a ser projetado. No caso de restaurante gourmet, de fato, não é incomum ter uma superfície mínima de 2 m².

Projeto de restaurante-internos programa de arquitetura BIM Edifcius

Cozinha

Para projetar a cozinha, coração de qualquer restaurante, é necessário atender rigorosamente às diretrizes de normas nacionais. Por este motivo, decidimos dedicar um interessante artigo de aprofundamento a este tópico específico, que recomendamos ler: “6 regras para projetar uma cozinha de restaurante”.

Instalações sanitárias

Ao projetar um restaurante, é obrigatório prever instalações sanitárias para clientes e pessoal:

  • pelo menos um banheiro para o pessoal. Este ambiente também pode ser usado como vestiário se possuir as medidas mínimas de referência.
  • Um vestiário com:
    • superfície igual a, pelo menos, 1,50 m² por empregado;
    • altura média não inferior a 2,40 m;
    • ventilação natural ou, no caso de banheiros sem janelas, dispositivos adequados para troca de ar;
    • aquecimento adequado;
    • paredes revestidas com material impermeável e facilmente lavável até uma altura mínima de 2 m do piso;
    • armários individuais de compartimento duplo para guardar roupa de trabalho e roupa pessoal.
  • Banheiros para o público, em particular um a cada 60 m², ou frações, da superfície do restaurante, com as seguintes características:
    • superfície mínima de 1 m².
    • Altura média não inferior a 2,40 m e janela para ventilação natural direta não inferior a 0,50 m². Se não possuir janela, o banheiro deverá estar equipado com ventilação artificial.
    • Vestiário com superfície mínima de 1 m² e altura média não inferior a 2,10 m. A porta deve possuir retorno automático, com abertura para o lado externo.
    • Pisos e paredes, até uma altura de 2 m, devem ser de material impermeável, de fácil limpeza e desinfeção. Obviamente, o banheiro para pessoas com deficiência deve cumprir as medidas previstas pelas específicas normas de referência.

Projeto de restaurante-varanda programa de arquitetura BIM Edifcius

Ambientes de serviço

Os locais auxiliares são ambientes que aumentam a qualidade do serviço: nem todos os restaurantes são, de fato, capazes de disponibilizar aos clientes espaços adicionais, como guarda-volume ou ambientes externos.

Ao projetar um guarda-volume, é necessário levar em conta as medidas tradicionais de armários com módulos de 0,60 m de profundidade. Também é útil adicionar um espaço igual a 0,90×0,90 m para que o pessoal possa mover-se de forma confortável.

Se o restaurante possuir um ambiente externo, o projeto do mesmo dependerá da função ao qual é destinado: área de aperitivos, área para fumantes, área de relaxamento.

Projeto de restaurante: 5 dicas e um exemplo prático

O nosso projeto de restaurante refere-se a um restaurante de tamanho médio, localizado no piso térreo de um edifício existente. Distribuição do mobiliário, escolha dos materiais e organização dos pontos de luz foram concebidos para garantir aos clientes um ambiente acolhedor e relaxante, mantendo coerência estilística entre o interior e o exterior.

O restaurante é constituído por 5 ambientes principais:

  1. entrada
  2. sala de jantar
  3. cozinha
  4. banheiros e vestiários
  5. 2 ambientes externos

Para cada ambiente prevemos algumas dicas de projeto úteis: vamos conhecê-las!

Projeto de restaurante-planta programa de arquitetura BIM Edifcius

1. Entrada

A entrada foi dividida em 2 áreas: bar e sala de espera.
O bar é delimitado pelas duas paredes perimetrais do edifício e, nos restantes dois lados, por dois elementos inferiores e superiores constituídos por ripas de madeira. Este espaço foi concebido para desempenhar funções de bar, caixa registadora e recepção. Sofás e mesas caracterizam, enfim, a sala de espera.

2. Sala de jantar

A sala de jantar acolhe cerca de 100 assentos e foi projetada para ser dividida em pequenas áreas, visando garantir maior privacidade aos clientes:

  • 3 áreas na parte central, divididas por pequenas paredes compostas por ripas, com forro caracterizado por “painéis 3D” e pavimento em material brilhante.
  • 2 áreas laterais, separadas por paredes divisórias, vigas e pilares de aço, que também conferem um aspecto distintivo a teto e paredes laterais. O piso segue o mesmo tema das áreas internas.
  • A área de corredores, juntamente com a área em frente à cozinha e aos banheiros, possui um forro que se inspira no tema das paredes e está equipado com um expositor de vinhos. Neste caso, o piso é em parquet.
  • Uma área dedicada ao guarda-volume, consistente num espaço fechado com armários e espaço adicional para mover-se de forma confortável.

Projeto de restaurante-corte A-A programa de arquitetura BIM Edifcius

3. Cozinha

Quanto à cozinha, como mencionado, já abordamos o projeto deste ambiente num artigo de aprofundamento anterior. Recomendamos, portanto, a leitura de “6 regras para projetar uma cozinha de restaurante” para todos os detalhes sobre este tópico.

4. Banheiros

Em relação ao banheiro, decidimos dividi-lo em duas áreas: uma para clientes, outra para pessoal. Os banheiros para clientes, por sua vez, foram separados por gênero, incluindo um banheiro específico para pessoas com deficiência. Para a área destinada ao pessoal, enfim, foi prevista uma divisão entre vestiário e banheiros.

5. Espaços externos


Quanto aos ambientes externos, um deles é colocado na entrada do restaurante, outro perto da sala de jantar.
O primeiro ambiente foi concebido como área dedicada aos aperitivos, incluindo pérgola e móveis com sofás, poltronas e mesas. O segundo ambiente, pelo contrário, foi equipado com cadeiras e mesas, cobertas com guarda-sóis, e projetado como área para fumantes e área de relaxamento.

Projeto de restaurante-corte B-B programa de arquitetura BIM Edifcius

Download documentos gráficos no formato dwg e modelo 3D BIM do projeto

Confira aqui os arquivos dwg dos documentos técnicos e do modelo arquitetônico do projeto de restaurante, bem como o link para baixar o programa de arquitetura BIM utilizado para realizá-los.

Baixe o modelo 3D BIM (arquivo .edf) do projeto de restaurante

Baixe os gráficos no formato DWG do projeto de restaurante