Projetos em BIM: luxo no centro de Londres_Edificius

Projetos em BIM: luxo no centro de Londres

No luxo do West End de Londres foi recentemente completado um exemplo de projetos em BIM, cumprindo cronograma de obras e os mais altos padrões de qualidade

Com um modelo exemplar de projetos em BIM de 215 milhões de libras, a Great Portland Estates (GPE) recentemente completou a remodelação da Rathbone Square no animado West End de Londres, a poucos passos do British Museum.

O projeto adotou as metodologias BIM para cumprir o cronograma das obras e, portanto, os prazos de entrega, mantendo os mais altos padrões de qualidade a fim de realizar um edifício destinado a durar muitas décadas.

Projetos em BIM luxo no centro de Londres 6

O novo edifício, de uso misto, acolhe escritórios, lojas e 142 apartamentos de prestígio, todos localizados ao redor de uma nova praça com jardim. Os interiores são caracterizados por materiais e mobiliário de excelente gosto e sofisticação: localização privilegiada e preços de venda muito elevados tornam o edifício num verdadeiro imóvel de luxo.

Projetos em BIM luxo no centro de Londres 3

O projeto exigiu experiência, competência e conhecimento de modelagem 3D e processos BIM. Graças ao uso de plataformas colaborativas, na verdade, foi possível otimizar as fases de projeto/realização e futuro gerenciamento do edifício.

A construtora, proprietária da área, foi uma das primeiras empresas a promover os métodos de construção digital BIM em Londres: depois de usá-los em outros projetos para reduzir riscos e desperdícios, decidiu adotar as novas ferramentas digitais neste projeto de remodelação também, sendo a única maneira possível de cumprir os prazos, muito apertados, de entrega das obras.

Projetos em BIM luxo no centro de Londres 4

A GPE já tinha trabalhado com o BIM no projeto 240 Blackfriars, que na época era um dos poucos projetos BIM em Londres.

O uso da construção digital ainda era muito raro, mesmo nas principais capitais do mundo. Além disso, a metodologia BIM nunca tinha sido adotada num projeto tão grande.

Projetos em BIM luxo no centro de Londres 2

O processo BIM foi a base da cooperação entre os diferentes membros da equipe. E foi precisamente essa colaboração que tornou o projeto um sucesso.

Considerando o grau de complexidade do projeto, o uso de plataformas colaborativas BIM revelou-se fundamental para a coordenação e o gerenciamento de problemas no canteiro de obras, permitindo trabalhar com mais de 650 modelos sem qualquer interferência.

Projetos em BIM luxo no centro de Londres 5

Foram utilizados os visores Oculus Rift para navegar virtualmente no modelo e nas salas técnicas. Isso permitiu analisar todas as instalações de perto, bem como verificar funcionamento e acessibilidade das mesmas bem antes da fase de realização, eliminando o risco de ter que fazer alterações na fase de execução das obras.

O responsável pelo projeto afirmou:

“Estou imensamente orgulhoso do que a nossa equipe fez em Rathbone Square, pois isso monstra a competência de toda a equipe de projeto. Realizámos um edifício sustentável, reduzindo significativamente desperdícios e o custo de todo o ciclo de vida do edifício. Além disso, o modelo digital acelerou e simplificou todo o processo de construção”.

 

 

edificius
edificius