O que significa IFC, PAS, COBie, BEP, EIR? Aqui está um pequeno vocabulário para orientar-se nos labirintos dos acrônimos dos software BIM que está revolucionando o mundo da construção

O interesse no BIM por parte da indústria da construção se torna cada vez maior, mas a atenção que muitos técnicos, profissionais e empresas estão dirigindo agora ao BIM pode ser definida relativamente recente.

A linguagem, principalmente inglês, juntamente com o uso continuo de acrônimos, pode representar um elemento de desconfiança e incompreensão para a nova tecnologia BIM.

É por isso que BibLus propõe a seguir um útil pequeno vocabulário dos acrônimos do BIM.

Neste artigo apresentamos uma pequena lista dos acrônimos utilizados mais freqüentemente com a relativa expressão que os gerou, o significado e algumas notas explicativas.

Acrônimos do BIM

Uma espécie de pequeno vocabulário a consultar se necessário, que procuraremos alargar e precisar ao longo do tempo, mesmo aceitando indicações, sugestões, necessidades que nos querem comunicar.
Boa leitura!

AEC

Architecture, Engineering and Construction (Arquitetura, Engenharia e Construção) –  Expressão comumente utilizada internacionalmente para indicar o setor das construções

AIA

American Institute of Architects – www.aia.org

AIM

Asset Information Model (Modelo de entrega final) – No âmbito do processo BIM, os vários grupos de desenho criam seus modelos informativos que se enriquecem com o progresso das fases do desenho, até a entrega do modelo completo (federação dos modelos) ao proprietário ou usuário final. O modelo de dados leva o nome de “Modelo Informativo do Bem” ou AIM, uma vez que o desenho é entregado e completado. O AIM serve para gerir, manter e operar o modelo feito.

BEP

BIM Execution Plan – É um documento elaborado pelo contratante que ilustra detalhadamente como os aspetos do modelo informativo do projeto serão tidos em conta na realização das fases de planejamento e implementação; em outras palavras, o BEP é a resposta do contratante aos requisitos contidos no EIR. Operacionalmente deverão ser elaborados dois tipos de BEP: o BEP pré-contrato (por parte de cada licitante) e o BEP pós-contrato (por o vencedor do concurso)

BIM

Building Information Modeling // Model // Management – Acrônimo cujo significado tem evoluído ao longo do tempo. O sentido agora universalmente aceito é Building Information Modeling, em referência ao processo de desenho, construção e gestão de um edifício (ou uma infra-estrutura – mais geralmente uma obra de engenharia) realizado utilizando informações eletrônicas orientadas a objeto

bSI

Building SMART International – Organização internacional sem fins lucrativos, aberta e independente. A associação é estruturada em “Capítulos Regionais” (representando estados e grupos de estados), e reúne profissionais empresários, proprietários e/ou gestores de bens imobiliários, produtores de software e de materiais de construção, agências governamentais, organismos de investigação, etc. A sua missão é afetar o desenvolvimento da economia da industria das construções através da criação e a difusão de padrões abertos e compartilhados, que facilitem o intercambio dos dados relativos às construções entre as diferentes figuras do setor. Promotor do padrão IFC. Nascido com o nome de International Alliance of Interoperability (IAI), posteriormente mudou seu nome. www.buildingsmart.orgwww.buildingsmart-tech.org

BSI

British Standard Institution – Organização de padronização da Grã-Bretanha. Fundada em 1901, é a mais organização de padronização no mundo – www.bsigroup.com

CAD

Computer Aided Design//Drawing//Drafting – Setor da informática que trata o desenvolvimento de tecnologias software finalizadas a suportar a atividade de preparação de desenhos técnicos ou, mais geralmente, da projetação (desenho assistido pelo computador // desenho técnico assistido pelo técnico).

CDE

Common Data Environment – Fonte única de informação para um determinado projeto ou imóvel. É um ambiente informático estruturado que se utiliza para coletar, gerenciar e distribuir todos os dados relacionados ao projeto ou ao edifício de interesse.

CAPEX

CAPital Expenditure – Despesas de capital. Para um operador econômico representa o montante de dinheiro despendido para investimentos em ativos imobilizados de natureza operacional (investimentos em capital fixo). Em outras palavras é o compromisso financeiro que deve ser considerado para a construção de um bem imóvel.

CIC

Construction Industry Council – Organização representativa de organismos profissionais, organizações de investigação e associações de empresas do setor das construções do Reino Unido. Fundada em 1988 desempenha um papel relevante no compromisso do desenvolvimento do BIM no Reino Unido – www.cic.org.uk

COBie

Construction Operations Building Information Exchange – Formato para o intercambio de informações não gráficas, necessárias para a gestão do patrimônio imobiliário construído. Definido em 2007, teve uma atualização aprovada no 2010 (COBie2); em 2011 foi inserido por o NIBS dentro do National BIM Standard (NBIMS-US). Inclui formatos adequados para a leitura automática e humana; estes são propostos como planilhas de Excel, disponíveis em www.wbdg.org.

Termos relacionados ao BIM

Termos relacionados ao BIM

DXF

Drawing eXchange Format – Formato de arquivo utilizado para exportações e importações de dados entre programas CAD

EIR

Employer’s Information Requirements – Documento pré-concurso, elaborado pelo cliente, onde são definidas as exigências especificas ao aspecto da produção e entrega das informações, onde terá que responder o contratante; por isso não é equivalente ao Documento Preliminar ao Desenho.

ERP

Enterprise Resource Planning – Tipo de software para o planejamento dos recursos corporativos e destinado a tornar mais eficientes os processos de decisão dentro de uma empresa. Geralmente, em estes software é possível integrar todos os principais processos de negócio: a partir das vendas, à gestão das compras, do armazém, dos clientes, à gestão contábil e fiscal, etc.

EU

European Union – União Europeia

FM

Facility Management – É a gestão imobiliário em seu sentido mais amplo, ou seja tanto do ponto de vista material (manutenção ordinária e extraordinária de estruturas e instalações) que do ponto de vista imaterial, ou seja dos serviços (limpeza, portaria, etc.) para a sua adequada utilização e manutenção do valor e/ou da renda exprimível.
No próximo artigo a segunda parte do pequeno vocabulário do BIM

 

Clique aqui para baixar Edificius, o software para o desenho arquitetônico BIM