Work Breakdown Structure, o que é e quais são as regras para uma aplicação correta. Eis o procedimento para subdividir um projeto em componentes menores

Um projeto, para ser melhor desenvolvido, precisa de ser analisado em todas as próprias fases. Muitos projetos complexos preveem a execução de muitas atividades que, sem uma adequada planificação e organização, seriam difíceis para realizar.

Para tornar todas as fases de um projeto mais compreensíveis, podemos recorrer à WBS (Work Breakdown Structure), também conhecida como “Estrutura Analítica de Projetos (EAP)”. Trata-se de uma metodologia realizada nos Estados Unidos, útil para estruturar e definir de forma clara todas as atividades de um desenho.

O que é a WBS

A WBS é uma ferramenta utilizada para subdividir um projeto em componentes menores.

O objetivo é organizar o trabalho em componentes mais facilmente gerenciáveis e simplificar a compreensão do projeto, a fim de comunicar a todos os sujeitos interessados (stakeholder) as fases e as atividades a ser realizadas para alcançar um objetivo
A WBS, em geral, pode ser aplicada a qualquer tipo de projeto, tais como:

  • trabalho de construção
  • construção de um edifício
  • organização das atividades de um canteiro de obras
  • desenho de um artefato
  • etc.

A WBS ajuda o gerente de projeto sobretudo na definição e na organização das atividades dos projetos complexos.

Graças à ferramenta da WBS, portanto, o desenho é subdividido hierarquicamente em componentes (por exemplo sub-objetivos, atividades e trabalhos específicos), com um grau de detalhe cada vez maior, seguindo uma abordagem top-down, ou seja, partindo das macro-áreas para depois subdividí-las em partes cada vez menores.

Cada nível representa porções progressivamente mais pormenorizadas do projeto.

Não há um número definido de níveis: a subdivisão depende da complexidade do projeto e acaba quando no último nível hierárquico se atinge um grau de detalhe suficiente para:

  • descrever de forma unívoca cada trabalho a realizar
  • permitir a atribuição da responsabilidade executiva

Como se representa uma WBS

A WBS, em geral, é representada em forma gráfica (estrutura de árvore) ou descritiva (estrutura de índice).

Para que a WBS traga resultados concretos, é preciso que já na fase preliminar esteja bem claro o objetivo para alcançar.
Antes do trabalho iniciar para cada atividade, a subdivisão pode ser progressivamente redefinida.

Estrutura de árvore

Estrutura de árvore

Estrutura de índice

Estrutura de índice

Os Work Package na WBS

O objetivo essencial da WBS é identificar no último nível de subdivisão os assim chamados “work package”, ou seja, os pacotes de trabalho.

No pacote de trabalho são indicadas todas as instruções a ser implementadas para alcançar uma determinada atividade e um certo trabalho.

Work Package (pacotes de trabalho) numa WBS

Para que a subdivisão possa definir-se ótima, cada pacote de trabalho tem de:

  • ser descrito de forma clara e concisa
  • ser diferenciado dos outros pacotes de trabalho
  • prever a atribuição do trabalho/atividade a um único responsável
  • descrever de forma unívoca cada trabalho para realizar

No work package é possível identificar:

  • todas as atividades (task) e tarefas para desenvolver
  • os input necessários para executar o trabalho e alcançar os objetivos
  • a descrição dos resultados esperados
  • os recursos necessários identificados
  • as datas de início e fim dos trabalhos
  • os output de trabalho (deliverable)
  • as atividades que não estão incluídas no projeto
  • as responsabilidades da tarefa

 

Descobre todos os detalhes sobre PriMus e testa-o agora grátis