Home » BIM e Projeto de construção » Alvenaria reforçada Anti Sísmica: métodos de design e benefícios

Alvenaria reforçada Anti Sísmica: métodos de design e benefícios

A alvenaria reforçada anti sísmica permite aumentar a resistência de uma estrutura de alvenaria aos efeitos de um terremoto. Descubra as vantagens e como projetá-la

No contexto da engenharia estrutural, a alvenaria reforçada anti sísmica desempenha um papel fundamental no aprimoramento da resistência das construções aos eventos sísmicos.

Neste artigo, exploraremos os princípios-chave da alvenaria reforçada anti sísmica, seus benefícios em termos de segurança e resistência estrutural, bem como as metodologias de projeto adotadas pelos engenheiros para otimizar o desempenho dos edifícios em áreas sísmicas.

Para simplificar o processo de projeto estrutural e obter resultados ideais na construção de alvenarias reforçadas anti sísmicas, convidamos você a descobrir um inovador software de cálculo estrutural.

O que é a alvenaria reforçada anti sísmica?

A alvenaria reforçada anti sísmica, não deve ser confundida com paredes de concreto armado, é um sistema construtivo que combina elementos de alvenaria tradicional com o uso de reforços estruturais em aço para aumentar a resistência e a capacidade de absorção dos esforços sísmicos. O principal objetivo deste sistema é proteger a estrutura de alvenaria dos danos causados por terremotos, a fim de reduzir o risco de colapso e garantir a segurança dos ocupantes.
Ao contrário da alvenaria comum, composta simplesmente por tijolos e argamassa, a alvenaria reforçada anti sísmica prevê a inserção de elementos de reforço (como barras de aço) que são posicionados dentro das juntas de argamassa horizontais e dos alojamentos verticais especialmente criados nos blocos de alvenaria.

Esses reforços são estrategicamente colocados para criar uma conexão estrutural entre os vários elementos da alvenaria e aumentar a resistência global da estrutura. A armadura de aço atua tanto em tração quanto em compressão. Isso permite distribuir os esforços sísmicos de forma mais uniforme e garantir uma melhor dissipação da energia cinética gerada por um eventual terremoto.

Considerando suas excelentes características mecânicas de resistência e dutibilidade, a alvenaria reforçada pode ser considerada como a evolução estrutural da alvenaria comum.

Quais são os componentes da alvenaria reforçada?

A alvenaria reforçada anti sísmica integra vários elementos que colaboram sinergicamente para conferir à estrutura a máxima resistência contra os efeitos dos terremotos, garantindo uma melhor dutibilidade e uma maior capacidade de absorver e dissipar a energia sísmica. Os principais componentes da alvenaria reforçada são os seguintes:

  • blocos de alvenaria em tijolo ou em outros materiais: os blocos constituem os elementos estruturais da alvenaria. Podem ser feitos de tijolo, concreto ou outros materiais de construção. A escolha do tipo de bloco depende das especificidades do projeto e das características da construção.
  • Argamassa de ligação: a argamassa é o material utilizado para ligar os blocos entre si. É uma mistura de areia, cimento e água que solidifica ao longo do tempo, fornecendo coesão e resistência estrutural à alvenaria.
  • Armadura de reforço: as barras de aço constituem a armadura de reforço. São posicionadas dentro da alvenaria para conferir resistência e dutibilidade à estrutura. As barras de reforço podem ser posicionadas tanto verticalmente quanto horizontalmente e são conectadas entre si por meio de juntas soldadas ou mecânicas.
  • Conexões: as conexões são usadas para ligar as barras de reforço entre si e para conectar a alvenaria reforçada a outros elementos estruturais, como fundações ou vigas. As conexões devem ser projetadas de forma a garantir uma transmissão eficiente das forças entre os elementos estruturais.
  • Elementos acessórios: os elementos acessórios incluem estribos, placas de ancoragem e outros dispositivos de conexão que melhoram a resistência e estabilidade da alvenaria reforçada. Esses elementos são usados para garantir uma boa aderência entre a armadura e os blocos, bem como para evitar o descolamento ou movimento indesejado dos elementos estruturais.

Os campos de aplicação da alvenaria reforçada

A alvenaria reforçada não é uma técnica construtiva destinada exclusivamente a edifícios de pequenas dimensões ou estruturas de um único nível. Oferece, de fato, alto desempenho em termos de resistência e dutibilidade, tornando-a particularmente útil também para construções mais complexas e articuladas.

Entre os principais campos de aplicação da alvenaria reforçada anti sísmica, encontramos:

  • edifícios residenciais: a alvenaria reforçada é comumente utilizada na construção de edifícios residenciais, tanto unifamiliares quanto multifamiliares, pois é capaz de oferecer maior segurança estrutural, reduzindo os riscos de danos durante eventos sísmicos;
  • edifícios comerciais: lojas, escritórios e outros edifícios comerciais se beneficiam da resistência sísmica fornecida pela alvenaria reforçada. Suas características contribuem para proteger os ocupantes e preservar as estruturas em caso de terremoto;
  • edifícios industriais: a alvenaria reforçada pode ser usada para criar estruturas robustas e resistentes em edifícios industriais, ou seja, em todas as construções que requerem requisitos de segurança específicos e que estão sujeitas a cargas elevadas;
  • estruturas educacionais e de saúde: escolas, hospitais e outras instalações públicas aproveitam a capacidade resistente fornecida pela alvenaria reforçada anti sísmica para garantir a segurança dos ocupantes e a continuidade das atividades;
  • obras de engenharia civil: a alvenaria reforçada é frequentemente utilizada em projetos de engenharia civil, como os relacionados a muros de contenção, para garantir a máxima estabilidade e confiabilidade no suporte de terrenos em declive.

No contexto da construção, a alvenaria reforçada atinge o máximo de seu desempenho quando integrada em sistemas mistos.

As vantagens da alvenaria reforçada anti sísmica

A alvenaria reforçada anti sísmica oferece diversas vantagens em relação à alvenaria não reforçada ou a outros tipos de estruturas, incluindo:

  1. Alta resistência sísmica: a alvenaria reforçada anti sísmica é projetada para resistir às solicitações sísmicas e reduzir os danos estruturais durante um terremoto. A adição de reforços de aço na alvenaria aumenta sua capacidade de absorver e dissipar a energia sísmica por meio da deformação elástica do material, melhorando a resistência do edifício e reduzindo assim o risco de colapso estrutural.
  2. Maior dutibilidade: a alvenaria reforçada anti sísmica pode ser projetada para ter um comportamento dúctil durante um terremoto. A dutibilidade permite que a estrutura se deforme de forma controlada e previsível, absorvendo a energia sísmica sem se danificar de forma irreversível. Isso melhora a segurança dos ocupantes e reduz os custos de reparação após um evento sísmico.
  3. Menores danos estruturais: a alvenaria reforçada é projetada para limitar os danos estruturais durante um terremoto. As barras de aço ajudam a distribuir as solicitações sísmicas de forma uniforme ao longo da parede, reduzindo a concentração de tensões e minimizando a possibilidade de fissuras e colapsos.
  4. Flexibilidade de projeto: a alvenaria reforçada anti sísmica oferece uma maior flexibilidade de projeto em comparação com outros sistemas estruturais. É possível construir paredes de diferentes formas e dimensões, favorecendo uma maior liberdade de projeto arquitetônico.
  5. Custos competitivos: a alvenaria reforçada anti sísmica pode oferecer uma boa relação custo-benefício em comparação com outros sistemas estruturais. Os materiais utilizados, como tijolo e aço, geralmente estão disponíveis a custos competitivos, tornando a alvenaria reforçada uma escolha econômica para muitos projetos.
Os benefícios da alvenaria reforçada anti sísmica

Os benefícios da alvenaria reforçada anti sísmica

É importante destacar que o design e a correta execução da alvenaria reforçada anti sísmica são fundamentais para obter todas as vantagens acima mencionadas. Vamos descobrir, então, quais são as regras básicas para a construção de edifícios em alvenaria reforçada.

Como projetar a alvenaria reforçada anti sísmica

A concepção da alvenaria reforçada anti sísmica requer a aplicação de critérios específicos que levam em consideração as ações sísmicas e as características estruturais do edifício:

  • as paredes resistentes ao sismo devem ter uma espessura mínima de 24 cm (20 cm para locais caracterizados por baixas acelerações sísmicas), o que implica que os blocos utilizados na alvenaria reforçada tenham uma espessura mínima de 25 cm;
  • a esbeltez máxima das paredes, representada pela relação entre o comprimento livre de flexão e a espessura da alvenaria, é fixada em 15 (20 para locais com baixas acelerações sísmicas);
  • não há um limite para o comprimento mínimo dos pilares resistentes;
  • a distância máxima entre dois pisos sucessivos não deve exceder 5 metros;
  • em cada piso, é necessário criar um cinturão contínuo no cruzamento entre pisos e paredes, com alturas e larguras mínimas especificadas na regulamentação. Critérios específicos também são estabelecidos para a armadura corrente e as estribos;
  • as vigas metálicas ou pré-fabricadas dos pisos devem se estender no cinturão por uma largura específica e serem adequadamente ancoradas;
  • cada abertura deve ser equipada com um arquitrave resistente à flexão;
  • parapeitos e elementos de ligação entre paredes devem estar firmemente conectados às paredes adjacentes, garantindo a continuidade da armadura horizontal e, sempre que possível, da vertical;
  • nos cruzamentos das paredes perimetrais, é possível renunciar ao requisito do “metro de canto” a ser preparado em ambas as paredes concorrentes no cruzamento.

Para otimizar todo o processo e realizar análises estruturais avançadas, você pode contar com o uso de ferramentas especializadas, como este software de cálculo estrutural.

Progettazione e analisi di strutture in muratura armata antisismica | EdiLus

Progettazione e analisi di strutture in muratura armata antisismica | EdiLus

 

Experimente agora por trinta dias.

Edilus MASONRY
Edilus MASONRY