Arquitetura esportiva: projeto de quadra de tênis e vestiário_Edificius

Projeto quadro de tênis e vestíarios, o guia técnico

O guia profissional para projeto de quadra de tênis e vestiários: normas, dimensões, exemplos DWG e modelos 3D BIM disponíveis para download


O guia de hoje pretende dar algumas dicas sobre projeto de uma quadra de tênis e vestiários: revestimento do chão, gabarito, medidas, esquemas e normas.

Junto com o guia, disponibilizamos um exemplo prático com plantas e cortes em formato DWG e modelo BIM 3D, realizados com um software BIM profissional para engenheiros e arquitetos, que pode baixar imediatamente.

Pode baixar gratuitamente os arquivos de projeto que utilizamos para criar os renders desse artigo, e tentar obter os mesmos resultados!

Render de quadra de tênis realizado com Edificius, software para projeto arquitetônico BIM

Render de quadra de tênis

Baixe o modelo BIM 3D (arquivo .edf) do projeto de quadra de tênis

Clique aqui para baixar Edificius, o software para projeto arquitetônico BIM 3D

Projeto de quadra de tênis, 8 linhas guia

Para um bom projeto de quadra de tênis, é necessário levar em conta uma série de parâmetros:

  1. acessibilidade, presença de rede de transporte e estacionamentos.
  2. Possibilidade de realizar obras de expansão subsequentes (por exemplo, outras quadras ou outros tipos de instalações).
  3. Salubridade ambiental, tranquilidade, vegetação.
  4. Ausência de ventos fortes.
  5. Ausência de vínculos de qualquer tipo, também em relação à cobertura das quadras, com soluções temporárias e permanentes.
  6. Possibilidade de orientar corretamente as quadras de acordo com o eixo hélio térmico Norte–Sul.
  7. Morfologia ambiental, nivelamento da superfície do solo.
  8. Ligações às redes hidráulica, elétrica, etc.

Corte B–B quadra de tênis — Realizado com Edificius

O solo deve apresentar boas características morfológicas, orográficas e geológicas. Além disso, deve ser suficientemente plano, ter boa estabilidade e não apresentar aquíferos superficiais.

No caso de solos não perfeitamente nivelados, o projetista fica responsável por minimizar os movimentos do solo e pelas obras de contenção.

A orientação da quadra de limitar o ofuscamento dos jogadores. Na medida do possível, portanto, é recomendável que o sol mantenha uma posição lateral em relação ao eixo principal da quadra.

As arquibancadas, se houver, devem ser colocadas nas extremidades do campo, com prioridade para os lados longos.

Caso haja edifícios ao redor da quadra, é importante que eles não projetem uma sobra que penalize a visibilidade dos jogadores. No caso de vento dominante, é preciso utilizar barreiras de árvores e sebes.

Projeto quadra de tênis, corte A–A realizado com Edificius, software para projeto arquitetônico BIM

Corte A–A quadra de tênis — Realizado com Edificius

O contexto ambiental ideal para uma quadra de ténis é aquele natural: áreas verdes, plantas e sebes. Portanto, é importante lembrar que:

  • a sombra das árvores pode dificultar a visibilidade;
  • as árvores podem precisar de limpeza frequente e danificar o chão;
  • as árvores altas devem ser mantidas longe das quadras, pois as raízes poderiam comprometer o nivelamento do fundo;
  • para quadras de tênis com superfície de grama, é necessário prever sistemas de irrigação e coleta de águas residuais;
  • pode ser importante utilizar sebes de separação ao longo da cerca da quadra, para favorecer um melhor isolamento acústico.

Para evitar que a vegetação se espalhe para o campo de jogo, é aconselhável isolá-la do solo, criando um meio-fio perimetral de concreto. O meio-fio deve possuir pelo menos 30 cm de largura e 80 cm de profundidade.

Quanto à dimensões e características da quadra de tênis, recomendamos consultar as normas de referência.

Normas internacionais de referência

Projeto de quadra de tênis, as medidas

Gabarito geral da quadra

Render quadra de tênis realizado com Edificius, software de projeto arquitetônico BIM

Render quadra de tênis — Realizado com Edificius

  • Lado menor do campo de jogo individual 8,23 m / duplo 10,97 m
  • Lado maior do campo de jogo 23,77 m
  • Lado menor do campo de jogo incluindo as bordas de 17,07 m até 20,11 m
  • Lado maior do campo de jogo incluindo as bordas de 34,77 m até 40,23 m

Medidas de referência de campo de jogo e bordas

Render quadra de tênis realizado com Edificius, software de projeto arquitetônico BIM

Planta quadra de tênis — Realizado com Edificius

  • Dimensão quadra «A» 8,23 x 5,485 m
  • Dimensão quadra «B» 1,37 x 11,885 m
  • Dimensão quadra «C» 4,115 x 6,40 m
  • Dimensão bordas lado menor de 3,05 m até 4,57 m
  • Dimensão bordas lado maior de 5,50 m até 8,23 m
  • Distância entre rede e cadeira de árbitro 1,20 m
  • Lado menor do campo de jogo individual 10,058 m / duplo 12.798 m

Dimensão de linhas

As linhas são largas de 2,5 até 5 cm, com exceção daquelas de fundo que podem ter até 10 cm de largura. A linha central de serviço, pelo contrário, deve ter 5 cm de largura e 10 cm de comprimento.

Dimensão de rede e postes

A rede de separação é alta 0,914 m no centro e 1,07 m nos postes. Estes últimos devem estar localizados a 0,91 m fora da quadra. Em particular:

  • Largura rede lado individual 10,058 m
  • Largura rede lado duplo 12,798 m
  • Altura rede nos lados 1,07 m
  • Altura rede no centro 0,91 m
  • Malha da rede (cânhamo ou nylon) 4,4 x 4,4 cm
  • Altura faixa branca superior de 5 até 6,3 cm
  • Poste circular Ø 7,5 cm
  • Poste retangular 10 x 10 cm

Projeto de quadra de tênis, escolha do tipo de piso

 

Render quadra de tênis realizado com Edificius, software de projeto arquitetônico BIM

Render detalhe quadra de tênis — Realizado com Edificius

Os materiais mais comuns na superfície de quadras de tênis são:

  • terra vermelha – A bola salta lentamente, e os jogadores conseguem receber o golpe do aversãrio com facilidade. Contudo, ela requer muita manutenção.
  • Cimento – Utilizado sobretudo em quadras pequenas e em academias escolares, pois exige pouca manutenção e baixos custos.
  • Sintético – Geralmente, poliuretano enriquecido com grânulos de borracha. A superfície sintética, muito elástica e resistente, não exige uma manutenção contínua.
  • Grama – Ela é colocada em uma camada de terra e não é muito difundido, devido à necessidade de manutenção contínua.
Quadras de tênis famosas

Quadras de tênis famosas

Projeto de quadra de tênis

Alturas mínimas

Outro aspecto a ser levado em conta são as alturas livres mínimas, para competições nacionais/internacionais:

  • 9 – 10 m no centro da rede;
  • 7 – 7,5 m acima das linhas laterais;
  • 4 – 5 m acima dos ângulos da quadra;
  • de 2/2,5 até 4,5 m da linha de fundo.

Dentro da quadra, deve ser garantida uma temperatura do ar mínima de 10-15°C, com umidade não superior a 60-70% e velocidade do ar entre 0,15 – 0,20 m/s.

A superfície da quadra deve ser de cor escura: geralmente, preferem-se as cores verde e azul, por ser não reflexivas (coeficiente de reflexão entre 0,25 e 0,40, inferior àquele das paredes).

Render quadra de tênis realizado com Edificius, software de projeto arquitetônico BIM

Render cerca quadra de tênis — Realizado com Edificius

Tipos de cobertura

Quanto à cobertura, existem dois tipos de sistemas:

  • móveis, totalmente ou parcialmente (coberturas pressostáticas e tenso-estáticas);
  • permanentes, realizadas com vários materiais (madeira laminada, aço, concreto armado).

Projeto de quadra de tênis, iluminação

Para o projeto de iluminação de qualquer instalação esportiva a nível internacional, as normas de referência são as Normas Europeias EN 12193 emitidas pelo CEN.

Os fatores a serem levados em conta, tanto para instalações ao ar livre como para aquelas internas, são:

  • iluminação no campo de jogo, de acordo com o tipo de atividade (competitiva, amadora, etc.);
  • uniformidade de iluminação no campo de jogo;
  • limitação do ofuscamento.

Biblioteca de objetos BIM

Biblioteca objetos BIM — ACCA software

Biblioteca objetos BIM — ACCA software

Plantas e cortes no formato DWG e modelo 3D BIM no formato EDF do projeto de quadra de tênis

Seguem alguns documentos gráficos e o modelo 3D do projeto de quadra de tênis, disponíveis para download gratuito.

Baixe o modelo BIM 3D (arquivo .edf) do projeto de quadra de tênis

Clique aqui para baixar Edificius, o software para projeto arquitetônico BIM 3D

Baixe os arquivos DWG (formato .zip) de plantas e cortes do projeto de quadra de tênis

Projeto de vestiários para instalações esportivas com esquemas

Os vestiários devem atender específicos requisitos para garantir segurança e higiene a todos os usuários da instalação esportiva: distinção por gênero; armários e bancos; chuveiros; instalações hidrossanitárias adequadas e funcionais.

Planta projeto vestiários instalações esportivas — Realizado com Edificius, software BIM para projeto arquitetônico

Planta projeto vestiários instalações esportivas — Realizado com Edificius

Seguem arquivos DWG e modelo 3D realizados com um programa de arquitetura 3D BIM e disponíveis para o download gratuito.

Baixe o modelo BIM 3D (arquivo .edf) do projeto de quadra de tênis

Clique aqui para baixar Edificius, o software para projeto arquitetônico BIM 3D

9 dicas para projeto de vestiários

O vestiário de instalações esportivas deve cumprir as normas de referências. que variam dependendo do País.

Render chuveiros vestiários, realizado com Edificius, software BIM para projeto arquitetônico

Render chuveiros vestiários — Realizado com Edificius

Vejamos 9 linhas guia comuns em muitos Países do mundo:

  1. os vestiários devem ser distintos por gênero, considerando um número igual de homens e mulheres.
  2. Deve sempre haver pelo menos dois vestiários.
  3. As dimensões devem considerar a superfície por cada assento (não inferior a 1,60 m²), incluindo as áreas de passagem e o espaço de armários e eventuais cabides.
  4. O número de assentos deverá ser proporcionado ao número de usuários que utilizarão os vestiários ao mesmo tempo, tendo em conta as várias atividades esportivas. Para uma capacidade superior a 40 assentos, é preferível criar vestiários de tamanho menor.
  5. O vestiário deve ser acessível por usuários deficientes, através de portas de acesso especiais com largura não inferior a 0,90 m. Corredores e áreas de passagem devem permitir o trânsito de cadeiras de rodas.
  6. O vestiário deve usar bancos de 0,80 m de comprimento, 0,50 m de profundidade e com um espaço lateral de 0,80 m destinado a cadeira de rodas.
  7. Todos os vestiários devem dispor de banheiros e chuveiros.
  8. Perto do vestiário, é preciso prever um bebedouro com água potável.
  9. O mobiliário deve ser feito com materiais de qualidade, resistentes e funcionais, fáceis de limpar. O número de armários de metal não pode ser inferior ao número máximo de usuários na instalação esportiva. Os armários devem ser feitos com materiais resistentes e fáceis de limpar.

Projeto de vestiário: ambientes e dimensões

Vestiário instalações esportivas — Esquema — Realizado com Edificius

As entradas de vestiários e arquibancadas devem ser distintas. Além disso, os caminhos para o exterior e os espaços para atividades esportivas devem ser separados das áreas destinadas ao público.

Um vestiário é constituído, geralmente, por 3 ambientes:

  • assentos;
  • chuveiros;
  • banheiros.
Projeto vestiários — Corte A–A — Realizado com Edificius

Projeto vestiários — Corte A–A — Realizado com Edificius

Superfície do ambiente para atividade esportiva | Assentos vestiários

  • 250 m² | 20 assentos
  • Mais de 250 m² até 450 m² | 30 assentos
  • Mais de 450 m² até 1100 m² | 40 assentos
  • Mais de 1100 m² | 60 assentos

O vestiário para instalações esportivas deve sempre ter em vista a acessibilidade para pessoa com deficiência.

Projeto vestiários — Corte C–C — Realizado com Edificius

Projeto vestiários — Corte C–C — Realizado com Edificius

Piso e revestimento

O piso deve ser feito de material antiderrapante. Quanto às paredes, o revestimento deve ser realizado com materiais possivelmente tratados com resinas ou tintas, a fim de facilitar as operações de limpeza.

Mobiliário no vestiário de instalações esportivas

Render vestiários — Realizado com Edificius

Render vestiários — Realizado com Edificius

Outro aspecto a ser levado em conta no projeto de vestiário para instalações esportivas é o mobiliário.

Os móveis fundamentais para vestiários são armários de metal e bancos, que devem garantir o máximo nível de higiene, conforto e segurança.

Os armários para guardar roupa geralmente têm um tamanho mínimo de cerca de 30 x 50 x 90 cm (h). É aconselhável montá-los sobrepostos e levantados do chão por pelo menos 25 cm para facilitar a limpeza. Também é possível colocar cabides, feitos de ganchos e integrados nos bancos.

O número de bancadas deve ser igual ao de assentos, ou seja, cerca de 0,80 m de bancadas por cada assento.

Render vestiários — Realizado com Edificius

Render vestiários — Realizado com Edificius

O número de secadores deve ser igual ao número de chuveiros. Os secadores são geralmente colocados na área do vestiário, sempre respeitando as condições de funcionalidade e segurança.

DWG projeto de vestiário para instalações esportivas

Seguem todos os documentos técnicos (plantas, elevações, cortes) do nosso projeto de vestiário, e seu modelo 3D. Todos estão disponíveis para o download gratuito.

Baixe o modelo BIM 3D (arquivo .edf) do projeto de quadra de tênis

Clique aqui para baixar Edificius, o software para projeto arquitetônico 3D/BIM

Baixe os arquivos DWG (formato .zip) dos documentos de projeto

edificius
edificius