Home » BIM e Arquitetura » As principais capacidades do BIM: como implementá-las?

As principais capacidades do BIM: como implementá-las?

As capacidades do BIM são o conjunto de funções e processos que permitem que um produto BIM seja gerado. Descubra mais!

O BIM é uma metodologia que permite criar um modelo de informação dinâmico, interdisciplinar e compartilhado que contém as informações sobre uma obra durante todo o seu ciclo de vida:

  1. Geometria
  2. Materiais
  3. Layouts
  4. Características estruturais
  5. Características térmicas
  6. Instalações prediais
  7. Custos
  8. Tempos de implementação
  9. Ciclos de manutenção
  10. Demolição ou desmantelamento da obra

Antes de saber quais são as principais capacidades do BIM, relembro que a aplicação da metodologia é imprescindível a partir da utilização de softwares BIM!

Convidamos você a testar agora o software de projeto de construção que permite desenvolver todas as funções BIM de forma rápida e fácil!

O que são as capacidades do BIM?

As capacidades do BIM representam as funções e processos que permitem planejar, construir e gerenciar projetos usando a metodologia BIM.

Para definir as principais funcionalidade BIM é conveniente referir-se às fases típicas de um processo de projeto BIM: projeto, execução e gestão.

1. Projeto

Na fase de projeto em BIM, são necessárias quatro capacidades principais:

  1. Modelagem de projeto
    Implementar o modelo arquitetônico, energético ou estrutural de uma obra com o BIM significa alcançar a máxima produtividade com o auxílio de programas adequados e, particularmente:

  2. Exibição do modelo
    O BIM possibilita a visualização de modelos de informação 3D, oferecendo diferentes níveis de detalhamento conforme variam as partes envolvidas. Basta um simples visualizador BIM para visualizar os modelos de informação criados online e em qualquer dispositivo, apresentá-los aos seus clientes e identificar pontos fortes, inconsistências e pontos críticos.

    A imagem ilustra uma visualizacao modelo BIM

    Visualização de um modelo BIM

  3. Cooperação
    Com o BIM, o projeto pode ser totalmente compartilhado com as equipe das várias disciplinas. Você pode conectar dados e fluxos de trabalho de cada fase do projeto em um sistema de gestão BIM, uma plataforma totalmente baseada na nuvem que permite colaborar em tempo real com a equipe de projeto, execução e manutenção e gerenciar qualquer tipo de problema de forma colaborativa.
  4. Interoperabilidade
    Conectar todas as disciplinas e permitir um fluxo de trabalho suave entre diferentes equipes de projeto é a chave para o BIM. Hoje, com a chegada do openBIM e o padrão IFC (formato aberto e não proprietário), a metodologia de trabalho é livre de qualquer condicionamento: cada operador pode usar o software que preferir, transferir e compartilhar todos os dados por meio do padrão.

2. Execução

Criar um modelo de informação BIM já na fase de projeto significa fornecer aos empreiteiros e trabalhadores um contentor de informação durante a fase de execução, muito útil na gestão da construção e que pode, e deve, ser constantemente atualizado. Este modelo permite gerenciar fluxos de trabalho eficientes e manter sob controle de qualidade, custo e planejamento.

Além disso, o BIM permite modelar espaços e áreas de trabalho através de um software BIM para gerenciamento de canteiros de obras. Dessa forma, é possível identificar os riscos que podem surgir e traçar estratégias para mitigá-los.

A imagem ilustra um modelo de area do canteiro de obras com CerTus-HSBIM

Modelo de área do canteiro de obras com CerTus-HSBIM

As capacidades do BIM presentes na fase de execução traduzem-se num aumento na segurança do trabalhador e aumento nos lucros econômico e temporal.

3. Gestão

A fase de gerenciamento de uma obra é certamente a fase mais negligenciada: antigamente, uma vez finalizada a fase de construção, costumava-se arquivar/deixar de lado as práticas de gestão, pois a arquiviação de papeladas como contratos, manuais e fichas era muito onerosa. É aqui que entra em jogo mais uma possibilidade resultante do BIM.

O BIM permite superar essas dificuldades, pois permite criar um modelo de informação para a gestão do ativo construído. Todos os documentos gráficos e de gestão de texto estão contidos no modelo e são acessíveis e modificáveis a qualquer momento através de uma ferramenta de gestão de ativos BIM.

Como implementar as funcionalidades BIM?

Para implementar todas as funcionalidades BIM na sua equipe de trabalho, sugerimos-lhe:

  • estudar as principais leis, normas e regulamentos;
  • analisar e atualizar aplicações e soluções de hardware, software e cloud para a gestão não só de contratos individuais como de todo o gabinete técnico;
  • formar a equipe de trabalho;
  • criar grupos de projetos com base em especializações e habilidades individuais;
  • direcionar os grupos de trabalho para a colaboração e cooperação contínua;
  • estabelecer o fluxo de trabalho na equipe pactuando as dinâmicas relevantes;
  • traçar estratégias e programas de crescimento com análises preventivas;
  •  manter um olhar atento nos resultados obtidos, positivos ou negativos.

Se deseja dar os primeiros passos na metodologia BIM, recomendamos baixar um sistema de gestão BIM, uma plataforma gratuita e totalmente online para gerir toda a sua atividade profissional e trabalhar de forma interoperável com a sua equipe.

 

usbim
usbim