A imagem ilustra o conceito de BIM Facility Management

BIM Facility Management: o BIM para gerenciamento de ativos

O BIM Facility Management é a aplicação do BIM aos processos de gestão e manutenção da obra. Confira como o BIM melhora o gerenciamento de ativos

Se você acha que o Building Information Modeling é um processo capaz de otimizar exclusivamente os fluxos de projeto e construção de uma obra, provavelmente ainda não conhece os benefícios que o BIM pode trazer na fase de gerenciamento e manutenção do ativo.

Quer conhecer esses benefícios? Se nunca ouviu falar de BIM Facility Management ou simplesmente deseja aprofundar o tema, este é o artigo certo: vamos descobrir juntos o significado e potencial deste termo, e entender como o BIM contribui para o gerenciamento operacional de edifícios e infraestruturas!

O que é o BIM Facility Management?

O termo BIM Facility Management indica a integração entre BIM e atividades de gerenciamento de ativos, e se refere à aplicação da metodologia BIM aos processos de gestão e manutenção de uma obra.

O ciclo de vida de qualquer obra no setor AECO se desenvolve de acordo com uma sequência ordenada de fases:

  1. projeto;
  2. construção;
  3. gerenciamento e manutenção;
  4. conversão ou desativação.

O Facility Management (FM, em português Gerenciamento de ativos) começa quando termina a fase de construção e inclui todas as atividades necessárias para manter, ao longo do tempo, um nível de eficiência adequado para atender às funções para as quais um edifício foi projetado.

A imagem mostra o Facility Management no processo BIM

Facility Management no processo BIM

O principal objetivo do Facility Management é garantir o gerenciamento ideal do ativo, com particular referência a equipamentos, espaços e instalações contidos nele. As atividades planejadas são de natureza técnica e gerencial, e incluem manutenção, reforma, gestão de contratos, gerenciamento de ativos e assim por diante.

Todas essas atividades são gerenciadas pelo Facility Manager e se baseiam na aquisição, produção e armazenamento de um grande número de documentos a serem constantemente atualizados e compartilhados.

O BIM permite facilitar o gerenciamento de todas essas atividades por meio do modelo digital da obra. O modelo BIM, de fato, pode ser enriquecido com todos os dados necessários e se tornar uma espécie de database do edifício que o Facility Manager consegue facilmente acessar e consultar para tomar decisões mais rápidas e eficientes.

Que dimensão BIM suporta o Facility Management de um edifício?

No cenário internacional, o Facility Management é geralmente associado ao BIM 7D, ou seja, a dimensão dedicada a gerenciamento e manutenção da obra.

Essa dimensão desempenha um papel essencial para os Facility Managers, os quais conseguem identificar mais facilmente as características físicas e funcionais da obra graças às informações contidas no modelo BIM. Além disso, a integração entre BIM e Facility Management permite:

  • aprimorar a colaboração entre os atores envolvidos;
  • melhorar os processos de tomada de decisão;
  • reduzir tempos e custos associados às intervenções;
  • tornar a manutenção mais inteligente e eficaz;
  • otimizar o planejamento dos espaços;
  • reduzir o consumo de energia e melhorar a segurança dos usuários;
  • identificar possíveis criticidades.
Beneficios do BIM Facility Management

Benefícios do BIM Facility Management

Qual o modelo BIM previsto pelo FM?

O modelo utilizado na fase de gerenciamento e manutenção de ativos é o chamado modelo as built (como construído, em português), que visa documentar a obra construída.

Esse modelo, de fato, representa a obra como efetivamente construída, sendo constantemente atualizado de acordo com as intervenções realizadas durante sua vida útil.

Além de informar a localização exata dos elementos (móveis, equipamentos, instalações, dispositivos, tubulações, dutos, etc.), o modelo as built contém uma série de informações úteis para apoiar o trabalho do Facility Manager (manuais, fichas técnicas, etc.).

Se integrado com sistemas que fornecem informação em tempo real sobre o estado do edifício (IoT), ele vira um verdadeiro gêmeo virtual da obra (digital twin) que possibilita a interação com a realidade circundante.

Graças a essa interação, os Facility Managers podem simular o desempenho da obra e adotar soluções de gerenciamento mais eficientes.

Como o BIM é usado no Facility Management?

Um dos aspetos mais representativos do BIM é a sua natureza colaborativa, que visa envolver todas as partes interessadas desde o início do processo. Essa é justamente uma das potencialidades do BIM aproveitadas pelo Facility Management.

Nos processos BIM de fato, ao contrário da abordagem tradicional, os atores responsáveis pelo FM colaboram com a equipe de projeto e contribuem para o planejamento dos ativos, fornecendo informações úteis sobre escolha dos materiais, organização do espaço, tipo de equipamento a instalar, tipo de informação necessária para a manutenção, e assim por diante. Tudo isso se traduz em uma redução significativa nos tempos e custos de gerenciamento da obra.

Você trabalha como Facility Manager? Então opte por um BIM Facility Management software que te permita gerenciar tarefas de manutenção onde quer que esteja e sem instalar nenhum software, aproveitando todas as vantagens da metodologia BIM.

Graças à integração do BIM com sistemas dedicados ao gerenciamento da manutenção, de fato, um BIM Facility Management software possibilita interagir diretamente com o gêmeo digital do edifício enriquecido com todas as informações necessárias, bem como realizar planos de manutenção mais adequados.

Outra grande potencialidade do BIM para o FM é a possibilidade de integrar modelos BIM com sistemas inteligentes (BIM-IoT platform). Dessa forma, o Facility Manager pode monitorar o desempenho e o consumo do edifício ao longo de sua vida útil, e avaliar soluções alternativas mais sustentáveis.

usbim-platform
usbim-platform