A imagem mostra o logotipo do BIM FORUM Brasil

BIM Fórum Brasil: em direção ao futuro da construção

Lançado oficialmente o tão-aguardado BIM Fórum Brasil. Junto ao Decreto 10.306/2020, não tem mais obstáculo para a adoção completa do BIM!

No dia 16 de setembro passado ocorreu o lançamento oficial do BIM Fórum Brasil por meio de uma live, transmitida no canal Youtube do órgão, que contou com a participação de centenas de profissionais e entusiastas do BIM. A criação de um tamanho órgão não foi de noite para o dia: o BFB foi proposto pela primeira vez em maio de 2019, ao longo do 2° Seminário Internacional BIM CBIC, e pré-lançado oficialmente em 25 de novembro do mesmo ano.

Muita coisa já mudou nesse prazo, inclusive a publicação do Decreto 10.306/2020, estabelecendo a obrigatoriedade do BIM na execução de obras pública dentro de 2021.

ACCA software tem acompanhado com grande expectativa os passos que levaram ao lançamento do órgão, que será fundamental para aprimorar a indústria da construção brasileira. Para acompanhar o histórico dos desenvolvimentos, recomendamos que confira os artigos que a redação do BibLus já dedicou a esse assunto:

BIM Fórum Brasil: o lançamento oficial

O evento de inauguração pôde contar com o apoio e compromisso de grandes personalidades da indústria; o lançamento foi introduzido pelas palavras do Wilton Catelani, Presidente do BFB, José Carlos Martins, Presidente da CBIC, e do Dionyzio Klavdianos, Presidente do COMAT e Vice-presidente da CBIC.

A missão e a visão do BIM Fórum ficam claras: ser a entidade de referência no País e harmonizar os esforços no que diz respeito à adoção do BIM; diferente de outras entidades, ela é independente, neutra e representativa de tudo o setor, alinhada à Estratégia BIM BR. Confira na imagem abaixo o detalhamento das áreas de atuação do BIM Fórum Brasil.

A imagem ilustra as areas de atuacao do BIM Forum Brasil.

BFB: áreas de atuação | BIM Fórum Brasil ©

BIM Fórum Brasil: a estrutura

Na segunda parte da live, o Prof. Eduardo Toledo Santos passou a esclarecer bastante a estrutura do órgão. Ele terá estrutura colegial, sendo seus associados apenas pessoas jurídicas: empresas, órgãos públicos, universidades, autarquias, associações. Os associados podem ser, então:

  • propriedades, incorporadores e investidores;
  • governos e autarquias
  • empreiteiros e construtores;
  • escritórios de projetos, coordenação, consultoria e gerenciadoras;
  • fabricantes de componentes de construção;
  • desenvolvedores de softwares;
  • academia e entidades de capacitação de recursos humanos.

Os associados com interesses em comum se reúnem nos Colegiados, cada um para cada categoria de associados. Os colegiados, por sua vez, elegem representantes no Conselho Administrativo, composto por 17 conselheiros. Finalmente, o Conselho Administrativo está subordinado ao órgão máximo do BFB, ou seja, a Assembleia Geral.

Também existe o Comitê Científico e Técnico, órgão responsável pelos projetos técnico-científicos, composto pelo Coordenador, Vice Coordenador e pelos Membros dos Grupos de Trabalhos Temáticos. Especialistas poderão ser convidados para participar e contribuir com os GT’s e, na visão do BFB, um desses grupos de trabalho será futuramente o núcleo do Chapter brasileiro da buildingSMART.

BFB: o organograma apresentado pelo Prof. Toledo Santos | BIM Fórum Brasil ©

O Eduardo Toledo também aproveitou para apresentar o Conselho Interino do BFB, composto por especialistas BIM: Alessandra Beine Lacerda, Prof. Eduardo Toledo Santos, Gustavo Carezzato, Prof. Humberto Farina, Rafael Fernandes Texeira, Rogério Suzuki, Prof. Sérgio Scheer e Wilton Silva Catelani.

BFB: o Conselho Administrativo Interino | BIM Fórum Brasil ©

BFB: as contribuições da construção

Entre as tantas e valiosas contribuições para o evento de inauguração do BIM Fórum Brasil, gostaríamos de realçar:

Richard Lane, International Delivery Manager da CDBB (Centre for Digital Built Britain):

O setor da construção civil é altamente fragmentado e, em grande parte, depende de melhorias ad hoc por empresas individuais: por isso, é necessária uma abordagem ampla do setor, para sustentar o investimento, a capacitação e o desenvolvimento de competências a longo prazo.

Enquanto o quadro estratégico exige liderança pública, a metodologia exige uma parceria entre setor público, privado e academia, com a maioria da mudança ocorrendo no setor privado e a maior parte da definição técnica para BIM sendo definida por e para a indústria.

O Amarnath Chegou Badrinath, fundador da IBIMA (India BIM Association), realçou que foi fundamental “ativar os diferentes campos como a indústria, os formuladores de políticas, a academia, os pesquisadores”. De fato, a IBIMA está se focando na maior difusão do BIM no mundo acadêmico, para ampliar o número de currículos que abranjam os processos BIM. Segundo ele, a associação ao BIM Fóruns ativa as capacidades profissionais dos envolvidos por conhecer provedores de serviços semelhantes, tanto no Brasil como na Índia.

Cabe destacar a intervenção do Dr. Bilal Succar, criador do BIM Framework, BIM Excellence Iniciative e BIM Dictionary: “A essência da maturidade é, ao invés de fazer coisas ad hoc, definir os objetos e o curso, e ter alguém – uma entidade – dirigir esta produtividade para frente”.

Finalmente, não podemos deixar a valiosa contribuição do Prof. José Carlos Lino, diretor da NossoBIM e contribuidor do BFB:

A buildingSMART Internacional é casa do OpenBIM, BIM que não está vinculado a uma marca ou a um específico interesse. O modo do Brasil participar neste desenvolvimento, tendo um capítulo próprio e estando nos fóruns internacionais, é dando sua opinião e podendo influenciar o rumo destes desenvolvimentos.

O desenvolvimento do OpenBIM é o único que tem sustentabilidade no tempo, independente de qualquer plataforma e qualquer marca – apesar da existência de marcas próprias. A criação do capítulo brasileiro é essencial para que a voz do Brasil seja ouvida.

Você não conseguiu participar da live do lançamento do BIM Fórum Brasil? Assista já a gravação do evento no canal Youtube do BFB!

BFB: ACCA software associado Diamond

A ACCA software é associado Diamond do BIM Fórum Brasil como Colegiado 6 (Desenvolvedores de software). Essa associação é mais um testemunho do nosso apoio ao OpenBIM a nível internacional e, em particular, do nosso compromisso com a disseminação e implementação do BIM no Brasil.

A imagem mostra os Associados Categoria Diamond do BFB

BFB: associados Categoria Diamond | BIM Fórum Brasil ©

Durante a live de inauguração do BIM Fórum Brasil, foi um grande prazer vermos o tamanho papel que a maioria dos entrevistados atribuiu à formação, treinamento e capacitação de futuros profissionais: o BIM deve, sim, entrar nas faculdades e nos cursos de estudo! Isso é o que a ACCA também acredita, assinando parcerias e convênios acadêmicos com universidades e instituições de ensino em todo o País. Estamos felizes em compartilhar a mesma filosofia: acreditamos que o BIM é não apenas o caminho certo, como também o único a ser percorrido pelo futuro da indústria da construção.

A ACCA parabeniza todos os envolvidos na criação do BIM Fórum Brasil pela valiosa iniciativa e aproveita para desejar um ótimo trabalho e sucesso a todos: o BFB pode contar conosco nesse desafio promissor que é a disseminação do BIM no Brasil!

BIM Forum Brasil

Confira o BIM Fórum Brasil e associe-se!

edificius
edificius