Home » Notícias sobre BIM » BIM na Argentina: confira o programa SIBIM

A ilustracao mostra os principais edificios da argentina junto com o logotipo do bim

BIM na Argentina: confira o programa SIBIM

BIM na Argentina: apesar do atraso comparado com o Peru e o Brasil, a Argentina pretende adotar o BIM em todos as obras futuras a partir de 2025

Em 2019, o Ministerio del Interior, Obras Públicas y Vivienda argentino apresentou sua estratégia BIM Argentina, que se desenvolverá por meio do plano SIBIM (Sistema de Implementación BIM).

O objetivo desse plano é desenvolver um conjunto ordenado de princípios, linhas guias e procedimentos para regulamentar e estabelecer um método de trabalho para os setores da construção pública interessados na implementação dos processos BIM. A nova estratégia do governo argentino resulta de um trabalho constante entre os vários órgãos da administração pública e os representantes do setor privado, visando desenvolver  “best pratices”.

Apesar de alguns anos de atraso, a estratégia do governo argentino segue as políticas de outros países latino-americanos como o Brasil e o Peru, que já avançaram na transição para o digital do setor da construção (AEC). Seguem links para conhecer o estado e as políticas do BIM no Peru e do BIM no Brasil.

A foto mostra a apresentacao da estrategia bim na argentina

Agosto 2019 – Apresentação oficial da estratégia argentina sobre BIM

A estratégia BIM

Vale lembrar que a estratégia BIM Argentina (Estrategia BIM Argentina EB-AR) começou em 2016 e prevê a total utilização do BIM para a maior parte dos projetos de obras pública e infraestruturas do governo a partir de 2025.

Já na metade de 2016, a “School of Management della Chamber of Construction” chamou os principais referentes institucionais argentinos para discutir sobre o potencial de implementação do BIM no país. Isso serviu de ponte de partida para a criação do BIM Fórum Argentina, ou seja, um órgão constituído pelas principais sociedades do país ligadas ao BIM, coordenadas pela secretaria da School of Management.

O objetivo principal do BIM Fórum Argentina é promover a utilização do BIM na arquitetura, engenharia e construção argentina, por meio da pesquisa, difusão, formação e desenvolvimento de boas práticas, assim como guiar sua adoção responsavelmente.

O foco das políticas BIM da Argentina é o programa SIBIM (Sistema de Implementación BIM), desenvolvido desde 2018 até 2023 por meio de projetos piloto, normas técnicas, formação dos operadores e políticas governativas adequadas.

O grafico mostra o desenvolvimento do plano bim na argentina

Plano BIM 2017-2025 na Argentina

A finalidade do SIBIM é implementar a utilização do BIM no nível nacional, aprimorar a digitalização do setor da construção e sua sustentabilidade com respeito à economia de tempos e recursos.

O plano visa:

  • promover a cultura do BIM graças aos benefícios proporcionados;
  • coordenar as instituições para facilitar a utilização do BIM nas obras públicas;
  • gerar condições óptimas para passar para ferramentas digitais no setor público e privado;
  • desenvolver normas técnicas, linhas guia e procedimentos específicos para o BIM;
  • desenvolver uma plataforma e uma biblioteca nacional BIM:
  • incentivar o desenvolvimentos de novas tecnologias e ferramentas dedicados ao BIM;
  • incentivar a utilização das ferramentas colaborativas (plataformas);
  • incentivar a utilização dos formatos abertos não proprietários.
A foto mostra a casa rosada sede da presidencia argentina

A Casa Rosada, sede da “Presidencia de la Naciòn”

Hoje, o plano SIBIM ainda está sendo definido, no aguardo da sua versão definitiva.

Estão atualmente decorrendo projetos piloto e já foram realizados pesquisas sobre exemplos práticos, que levaram à realização de procedimentos e medidas de execução. Este programa pretende aproveitar uma das maiores vantagens da ferramenta BIM, ou seja, trabalhar com modelos que permitem prever possíveis erros ou lacunas do projeto, reduzindo os aumentos de custos e ajudando cumprir os prazos.

edificius
edificius