Home » BIM e profissões » Blockchain e BIM: conheça benefícios e potencial

A imagem ilustra o conceito de Blockchain e BIM

Blockchain e BIM: conheça benefícios e potencial

Para que serve a Blockchain aplicada ao BIM? Quais as vantagens para a construção? Confira como gerenciar segurança, transparência e rastreabilidade de modelos BIM com a Blockchain

O BIM baseia-se na interoperabilidade, colaboração, comunicação e coordenação entre os diferentes atores envolvidos no ciclo de vida de um edifício. Entre tais aspetos tem um assunto fundamental para o sucesso do processo BIM: um sistema capaz de garantir o rastreamento transparente de qualquer troca de informações, tornando-a segura e confiável.

Esse sistema pode ser representado precisamente pela Blockchain, tecnologia da qual com certeza você já ouviu falar em relação aos Bitcoins e à troca de valores na rede.

Qual é a conexão entre Blockchain e BIM? Qual o uso da Blockchain e quais os seus benefícios para o setor de construção?

Neste artigo de aprofundamento vamos te ilustrar este assunto e apresentar uma ferramenta operacional para garantir autenticidade, data certa e imutabilidade ao longo do tempo de seus arquivos de trabalho: usBIM.blockchain, o aplicativo para registrar na Blockchain Bitcoin qualquer arquivo armazenado no sistema integrado usBIM.

A imagem ilustra o conceito de cadeia de blocos referente a Blockchain

Blockchain: o que é?

A troca de informações, arquivos e dados digitais pela Internet é uma operação que agora consideramos natural: um arquivo é enviado por e-mail para qualquer parte do mundo e quem o recebe tem uma cópia idêntica ao original em tempo real.

No entanto, este processo não pode ser usado para troca de dinheiro ou de informações particularmente importantes. Foi, portanto, necessário criar um sistema que permitisse a livre circulação de valores através da Internet, sem intermediários e evitando duplicações. Esse sistema é chamado de Blockchain.

A Blockchain (ou “cadeia de blocos”) é um registro (Ledger) que contém dados e informações (por exemplo, transações de valor expressas em Bitcoin) de forma aberta, compartilhada e sem a necessidade de uma entidade central de controle e verificação. Os dados contidos no registro são gerenciados por uma rede de pessoas, chamadas de “validadores”, que garantem a segurança do registro e são responsáveis por validar as alterações a serem realizadas no mesmo.
O registro é estruturado como uma cadeia de blocos (Blockchain) contendo as transações (ou dados, mais geral). A aprovação é distribuída por todos os nós da rede; todos os nós podem participar do processo de validação das transações a serem incluídas no registro.

A imagem ilustra o conceito de peer to peer network

Essa metodologia, ao longo do tempo, poderá substituir algumas operações realizadas por bancos, notários, instituições financeiras, etc.

A Blockchain, de fato, nasceu do mundo das criptomoedas, mas suas aplicações são muitas e o potencial ainda deve ser explorado.

A Blockchain na construção

Entre os usos potenciais da Blockchain, neste artigo vamos apresentar aqueles relacionados ao BIM (Building Information Modelling), pois são úteis para técnicos, projetistas e, mais em geral, para o trabalho de todos os atores do setor da construção.

A indústria AECO, e em particular a metodologia BIM, baseia-se na colaboração. Por isso, a gestão da informação, a transparência das trocas e dos contratos e a confiança entre os envolvidos no projeto acabam por ser aspetos fundamentais para garantir o sucesso de qualquer processo BIM.

Para garantir total eficácia jurídica desses processos, é necessário pensar na integração do BIM com um sistema Blockchain, que garanta a segurança e rastreabilidade dos atores envolvidos, das ações e dos documentos informáticos trocados durante o processo de gerenciamento de um ativo.

A aplicação da Blockchain ao setor da construção, e em particular ao BIM, certamente representa uma solução válida para:

  • a proteção da propriedade intelectual;
  • a celebração de contratos entre contratante, cliente e profissional;
  • a validação dos processos de troca e colaboração entre os vários atores envolvidos;
  • a agilização dos processos da cadeia da construção graças aos smart contracts (contratos inteligentes).

A Blockchain, em última análise, pode entrar no processo BIM para garantir transparência e certeza das trocas de informações, como os arquivos de projeto trocados entre profissionais.

Isso significa que é possível consultar uma rede de validadores para tornar todas essas trocas:

  • confiáveis – a Blockchain está baseada em uma densa rede de nós peer to peer (ponto a ponto), o que torna todas as trocas seguras e particularmente resistentes a possíveis ataques cibernéticos. Isso significa que, em vez de usar uma entidade central para gerenciar a cadeia, a Blockchain usa uma rede não hierárquica da qual qualquer pessoa pode participar. Além disso, criptografia, descentralização e imutabilidade tornam as informações seguras, evitando casos de falsificação e/ou perda de dados.
  • Rastreáveis – cada troca é constantemente registrada e atualizada na Blockchain.
  • Imutáveis – as informações registradas na Blockchain são distribuídas por todos os nós da rede e, portanto, não podem ser modificadas posteriormente.
  • Datáveis – as transações registradas na Blockchain são visíveis a todos os nós da rede, o que torna as operações sempre verificáveis e transparentes. A verificação de uma transação permite obter informações únicas referentes à data e hora de validação da própria transação, por meio do “carimbo de data / hora”.
  • Invioláveis – a descentralização também implica a inviolabilidade dos dados.
  • Irrevogáveis – as transações na Blockchain não podem ser removidas, modificadas ou canceladas.
  • Verificáveis ao longo do tempo – as trocas permanecem no registro da Blockchain e podem ser rastreadas e monitoradas ao longo do tempo.

Blockchain e BIM: quais as vantagens?

Blockchain e BIM são duas metodologias bastante recentes, ainda em pleno desenvolvimento, mas já indispensáveis.

Sua união representa a abertura para novos campos de aplicação e a criação de um processo BIM totalmente transparente, seguro e rastreável.

Em última análise, a Blockchain aplicada ao BIM é útil para garantir:

  • certificação de documentos e processos;
  • proteção e rastreabilidade da propriedade intelectual;
  • segurança e rastreabilidade da informação;
  • garantia em caso de quaisquer disputas;
  • armazenamento seguro de todos os arquivos do projeto;
  • legibilidade ao longo do tempo, integridade, confidencialidade e autenticidade dos dados;
  • smart contracts;
  • gestão e integração da Supply Chain (cadeia de suprimentos);
  • colaboração entre os diversos atores, o que aumenta a confiança e promove mecanismos de incentivo.
A imagem mostra o comprovante de registro emitido pelo usBIM.blockchain Bitcoin

usBIM.blockchain | Comprovante de registro emitido pelo usBIM.blockchain Bitcoin

usBIM.blockchain

usBIM.blockchain está integrado ao sistema usBIM e permite registrar na Blockchain Bitcoin qualquer documento carregado no próprio sistema (modelos IFC, modelos em formato proprietário, arquivos pdf, imagens, etc.). Nesse sentido, uma Blockchain pública garante inviolabilidade e segurança.

 

Confira mais sobre o usBIM.blockchain.

 

usbim
usbim