Home » BIM e GIS » Como aproveitar o potencial do GIS no setor imobiliário

Como aproveitar o potencial do GIS no setor imobiliário

Os benefícios do GIS no setor imobiliário: veja como essa tecnologia oferece uma visão aprofundada do mercado imobiliário e de seus fatores influentes

O setor imobiliário está intrinsecamente ligado à capacidade de analisar, compreender e prever as dinâmicas de mercado.

A tecnologia GIS é uma ferramenta indispensável na indústria imobiliária dinâmica e competitiva, pois oferece uma compreensão aprofundada e uma visualização detalhada dos dados espaciais.

Para implementar de forma funcional a tecnologia GIS no âmbito imobiliário, sugiro o uso do software GIS para Bens Imóveis que permite a criação de modelos digitais que interagem territorialmente para conectar informações produzidas em tempo real por técnicos, empresas de construção e manutenção.

Descubra o papel, as aplicações e os benefícios do GIS no setor imobiliário.

Aplicações do GIS no setor imobiliário

O GIS, ou Geographic Information System, no setor imobiliário, é uma ferramenta tecnológica fundamental que aproveita a vantagem geográfica para otimizar as decisões de investimento e de gestão.

O GIS não se limita à simples identificação de um local, mas visa encontrar o melhor local possível para atender a necessidades específicas de investimento ou desenvolvimento. A visualização de informações em mapas, combinada com o poder analítico, revela tendências, padrões e oportunidades que podem não ser detectadas apenas por meio de dados tabelares.

O GIS no setor imobiliário tem várias aplicações, tais como:

  • seleção do local/planejamento estratégico;
  • análise de portfólio;
  • análise de mercado competitivo;
  • mapeamento demográfico;
  • geração de relatórios.

Em resumo, o GIS fornece as respostas necessárias para fazer a melhor escolha no campo imobiliário, permitindo avaliar cuidadosamente as oportunidades e maximizar o rendimento sobre investimentos por meio de uma compreensão aprofundada e uma visualização eficaz dos dados espaciais.

Benefícios do GIS no setor imobiliário

O GIS fornece ferramentas avançadas para analisar a localização em diferentes contextos, melhorando significativamente a eficácia das estratégias de investimento imobiliário.

Entre os benefícios oferecidos pela tecnologia GIS, destacam-se os seguintes:

  • identificação rápida de propriedades e acesso imediato às informações relacionadas;
  • integração de dados de diversas fontes (cadastro, topografia, etc.);
  • visualizações temáticas de atributos: por meio de representações gráficas, como a visualização de propriedades com autorizações prestes a vencer, o GIS facilita a compreensão dos dados e a identificação de possíveis problemas;
  • seleção de local e análise de mercado: usando dados geoespaciais como demografia, padrões de tráfego e tendências de mercado, o GIS ajuda a identificar áreas com potencial de crescimento, mirar em segmentos específicos de clientes e tomar decisões informadas sobre investimentos imobiliários;
  • visualização espacial: representando visualmente os dados em mapas, o GIS facilita a identificação de relações e padrões, permitindo identificar oportunidades e comunicar informações complexas de forma mais eficaz;
  • gestão de portfólio: integrando localizações de propriedades, informações de locação e dados financeiros nas plataformas GIS, é possível obter uma visão completa do portfólio, facilitando a avaliação de desempenho e a otimização de estratégias.
  • inteligência de mercado e análise da concorrência: o GIS permite coletar e analisar dados de mercado, identificar tendências emergentes, avaliar a concorrência e obter insights sobre a dinâmica do mercado;
  • avaliação de riscos: a tecnologia GIS auxilia na análise e gestão dos riscos associados aos investimentos imobiliários com a integração de dados sobre riscos naturais (áreas alagadas e atividades sísmicas), fatores ambientais (contaminação e áreas protegidas) e restrições regulatórias (zoneamento, códigos de construção, etc.);
  • marketing e visualização: desenvolvendo mapas interativos, visualizações em 3D e tour virtuais, o GIS fornece uma melhor compreensão da localização da propriedade e dos serviços oferecidos, facilitando a comunicação com potenciais investidores ou inquilinos. Nesse sentido, recomendo considerar o uso de um software GIS integrado ao openBIM que permite aproveitar a realidade virtual e aumentada para explorar construções e infraestruturas.

Como aplicar o GIS no setor imobiliário

Para a correta implementação do GIS no setor imobiliário, é essencial obter uma digitalização do patrimônio imobiliário, por meio de sistemas de informação de gestão e protocolos de modelagem de dados que estruturem as informações. Dessa forma, garante-se a disponibilidade de dados precisos, no momento certo e no formato necessário, ao longo de todo o ciclo de vida do ativo.

A gestão eficiente do patrimônio imobiliário é possível graças à gestão das plantas e geolocalização dos recursos, fornecida pela tecnologia GIS.

A digitalização em 3D de projetos técnicos e desenhos representa uma etapa fundamental. Para obter rapidamente um modelo digital tridimensional e georreferenciado de uma planta, é possível utilizar o software para transição de 2D para 3D/BIM que auxilia na transformação de desenhos em papel 2D para o modelo 3D, utilizando Inteligência Artificial.

De 2D para 3D/BIM: software usBIM.planAI

Do 2D para o 3D/BIM: software usBIM.planAI

Uma vez obtido o modelo digital 3D, é possível maximizar os benefícios criando mapas GIS conectados aos modelos BIM, que fornecem todo tipo de informação sobre o gêmeo digital da obra. Para isso, é útil utilizar o software BIM-GIS específico, a aplicação em nuvem para geo-localizar os modelos BIM em mapas temáticos GIS. Esta ferramenta oferece funções de collaborative working para comunicar e colaborar em tempo real com a equipe de trabalho.

 

Integração BIM-GIS no setor imobiliário

Integração BIM-GIS no setor imobiliário: software usBIM.geotwin

Integração openBIM-GIS para imóveis

A integração entre openBIM e GIS tem despertado considerável interesse, pois essas duas tecnologias se complementam na modelagem de edifícios e do ambiente construído. O BIM fornece informações detalhadas sobre edifícios, enquanto o GIS habilita dados espaciais para todo o ambiente construído, oferecendo benefícios também na gestão do patrimônio imobiliário.

A implementação dessa integração permite uma atualização compartilhada das informações nos modelos openBIM-GIS, permitindo o acesso em tempo real às informações do openBIM por meio do GIS para consultas geoespaciais.

Os principais benefícios decorrentes da integração para o setor imobiliário incluem:

  • conhecimento detalhado de cada característica do imóvel ou infraestrutura que aparece em escala territorial no GIS;
  • consultas poderosas que integram simultaneamente todos os dados GIS em escala territorial e todos os dados de construção contidos nos modelos openBIM;
  • melhoria da eficiência e redução de custos;
  • maior colaboração e compartilhamento de informações;
  • simplificação da manutenção e gestão das estruturas;
  • promoção da sustentabilidade ambiental e da eficiência energética;

Integração openBIM-GIS para avaliação imobiliária

A integração openBIM-GIS oferece uma vantagem significativa também para a avaliação imobiliária.

A avaliação imobiliária é o processo segundo o qual se calcula estimativamente o valor unitário nas condições de mercado atuais, examinando fatores influentes de forma holística, considerando as características ambientais, físicas, legais e socioeconômicas das propriedades.

Os critérios de avaliação geralmente são classificados em dois grupos, como fatores externos e internos: enquanto os fatores externos estão relacionados aos atributos de localização e características ambientais, os fatores internos estão relacionados aos atributos físicos da propriedade.

O uso do GIS e openBIM nas atividades de avaliação imobiliária proporciona uma fácil manipulação de dados, automação avançada, excelentes capacidades de análise espacial e precisão com uma abordagem científica e objetiva.

A análise GIS pode ser usada para avaliar fatores ambientais como proximidade, terreno, rede, densidade de tráfego e exposição à luz solar. Por outro lado, fatores físicos e estruturais podem ser analisados usando o openBIM.

Para uma integração total e dinâmica da tecnologia openBIM-GIS, recomendo o uso do software gis digital twin que permite uma gestão completa e inovadora dos patrimônios imobiliários, integrando a tecnologia GIS com os modelos openBIM IFC.

Vantagens da integração openBIM GIS no setor imobiliário

Vantagens da integração openBIM-GIS no setor imobiliário

Tecnologias e ferramentas GIS no setor imobiliário

A seguir, são apresentadas uma série de tecnologias e ferramentas, implementadas com a tecnologia GIS, que permitem uma melhor gestão do patrimônio imobiliário.

GIS digital twin

O gêmeo digital representa uma reprodução digital fiel de um bem real, permitindo virtualizar todo o ecossistema do imóvel, incluindo todos os detalhes sobre o bem e o ambiente circundante.

Por meio do uso dos gêmeos digitais, é possível acessar instantaneamente representações digitais de vários objetos e sistemas físicos, que podem ser atualizados e monitorados em tempo real.

A integração com o GIS potencializa ainda mais essas capacidades de gestão e controle, oferecendo análises geoespaciais que simplificam a geolocalização e melhoram a compreensão das interações e interdependências entre os diferentes elementos.

Assim, fala-se de gêmeos digitais geoespaciais, modelos digitais que interagem entre si em nível territorial para conectar informações produzidas em tempo real. Os edifícios se tornam dispositivos reais capazes de interagir entre si em nível geoespacial. Essa integração é possibilitada pelo software gis digital twin, uma poderosa ferramenta a ser utilizada no setor imobiliário, que facilita o monitoramento do desempenho e do consumo energético dos edifícios, o planejamento e os custos das intervenções de manutenção, o funcionamento dos sistemas HVAC, bem como a eficiência e segurança estrutural.

Para mais informações, leia Gêmeo digital no setor imobiliário: como funciona, benefícios e usos.

Integração BIM-IoT-GIS

O futuro do GIS no setor imobiliário é promissor, por meio da integração do GIS com tecnologias emergentes como inteligência artificial e Internet of Things (IoT).

Graças à integração BIM-IoT-GIS do software de monitoramento estrutural, é possível visualizar os dados dos sensores diretamente no modelo BIM e geo-localizar o patrimônio imobiliário em mapas GIS para avaliar seu comportamento em relação às condições ambientais e de tráfego. Pode-se obter um monitoramento estrutural que ajuda a preservar ao longo do tempo a integridade dos edifícios.

Monitoramento de saúde estrutural: software usBIM

GIS e gestão de instalações

Georreferenciar ativos, imóveis e instalações e conectar as informações de gestão e manutenção aos ativos é essencial para obter um conhecimento detalhado do patrimônio imobiliário. Para essa integração, você pode contar com o software de gestão de ativos GIS, que permite acessar os dados de gerenciamento de ativos e de gestão de instalações diretamente da visualização GIS.
Esta ferramenta permite:

  • monitorar o estado de sistemas infraestruturais complexos;
  • receber alertas em tempo real sobre situações perigosas em nível territorial;
  • analisar detalhadamente cada elemento que está gerando comportamento anômalo;
  • controlar remotamente a infraestrutura com realidade virtual envolvendo vários operadores conectados na nuvem simultaneamente no mesmo modelo.

Por exemplo, você pode examinar em detalhes as intervenções de manutenção a serem realizadas em cada modelo, as propriedades de cada ativo, os tickets de manutenção ativos e as atividades executadas em cada objeto.

Gestão e manutenção GIS digital twin: software usBIM.geotwin

Gestão e manutenção GIS digital twin: software usBIM.geotwin

Para mais informações, leia GIS para o Gerenciamento de Ativos.

Futuro do GIS no setor imobiliário

Visando o futuro, espera-se que o papel do GIS no setor imobiliário e no gerenciamento de propriedades se expanda continuamente. À medida que os dados espaciais se tornam cada vez mais disponíveis e a própria tecnologia se torna mais sofisticada, as possibilidades de sua aplicação no campo imobiliário são praticamente ilimitadas.
Por exemplo, podemos esperar o uso do GIS na análise preditiva, onde poderia ser usado para prever mudanças nos valores imobiliários com base em fatores como desenvolvimentos de infraestrutura planejados ou mudanças nas demografias locais. Isso poderia oferecer uma vantagem competitiva significativa, fornecendo a oportunidade de antecipar e adotar mudanças no mercado.

usbim-geotwin
usbim-geotwin