Home » BIM e profissões » Como o BIM beneficia os engenheiros civis?

Como o BIM beneficia os engenheiros civis

Como o BIM beneficia os engenheiros civis?

Coordenação de atividades, colaboração, verificação de interferências em modelos 3D: saiba como o BIM beneficia os engenheiros civis.

O BIM é a ferramenta mais poderosa para aprimorar o design, construção e gerenciamento de edifícios e infraestruturas. É por isso que está se tornando cada vez mais popular nas áreas de arquitetura, engenharia e construção em geral. Se você é um engenheiro civil, precisa entender como o BIM é vantajoso para o seu trabalho e quais métodos e ferramentas pode usar. Leia este artigo e saiba mais!

Vantagens do BIM

Vantagens do BIM

Quais são as vantagens do BIM para os engenheiros civis?

O BIM é extremamente útil para todos os profissionais da indústria da construção. Mais especificamente, veja como o BIM beneficia os engenheiros civis.
O BIM é o processo de criação e gerenciamento de modelos digitais informativos de edifícios e infraestruturas, necessários para todo o ciclo de vida da construção.

  • colaboração e coordenação – uma das vantagens mais significativas do BIM para os engenheiros civis é a melhoria da colaboração e coordenação. Permite que todos os profissionais envolvidos no projeto trabalhem no mesmo modelo 3D e no mesmo ambiente digital, compartilhando dados em tempo real e usando formatos abertos (IFC, BCF, etc.) para troca de informações. Isso ajuda a identificar problemas potenciais e interferências desde a fase de projeto, reduzindo assim a probabilidade de problemas na obra.
  • Visualização realista – o BIM permite uma visualização 3D muito realista das estruturas, tornando-as quase reais. Essa funcionalidade oferece uma compreensão completa das escolhas de design e ajuda a identificar possíveis erros de projeto. Tecnologias como realidade virtual, tempo real, visualizadores BIM online, etc., permitem uma revisão aprofundada de todos os detalhes da construção, alterações em tempo real e compreensão do impacto das decisões arquitetônicas nas estruturas e sistemas.
  • Quantidades automáticas – obter automaticamente as quantidades a partir do modelo 3D do projeto reduz significativamente o tempo necessário para essa tarefa e o risco de erros. Não é mais necessário inserir manualmente as medidas; o software as extrai automaticamente do modelo. Para mais informações, leia Como obter automaticamente um orçamento a partir de um modelo 3D.
  • Detecção de conflitos – graças às aplicações de software de detecção de conflitos BIM, é possível detectar visualmente e obter um relatório sobre os conflitos entre os modelos das diferentes disciplinas envolvidas (MEP, arquitetura, estrutura, etc.). Isso permite intervir e resolver as interferências antes do início da construção, evitando atrasos e despesas não previstas.
  • Sustentabilidade – os engenheiros podem usar o BIM para analisar a eficiência energética das estruturas planejadas, avaliar seu impacto ambiental e reduzir o consumo de energia.
  • Manutenção – o BIM pode ser usado para monitorar o estado da estrutura e planejar intervenções de manutenção em todos os componentes. Um modelo BIM contém todas as informações necessárias para a manutenção, reduzindo assim o risco de problemas de manutenção não previstos. Ter um modelo informativo e atualizável ao longo do tempo facilita todas as atividades de gerenciamento de ativos e manutenção. Tudo isso se traduz em uma redução significativa nos prazos e custos de gerenciamento do projeto. Para mais informações, consulte BIM Facility Management: o poder do BIM na gestão de ativos.
  • Produtividade e eficiência – o BIM aumenta a produtividade e a eficiência de todos os processos de trabalho, automatizando muitas tarefas tradicionalmente manuais e coordenando as disciplinas envolvidas.
  • IFC4.3 – com o novo padrão da buildingSMART International, é possível gerenciar eficientemente modelos BIM no formato IFC para “ativos horizontais” e infraestruturas lineares, como estradas, ferrovias, pontes e aquedutos. Para mais informações, consulte IFC 4.3, o padrão openBIM também para infraestruturas. As possíveis aplicações.

O que é o BIM na engenharia?

O BIM, acrônimo de Building Information Modeling, refere-se ao processo de criação de um modelo 3D de projeto, projetado como um contêiner de informações (geométricas, dados de desempenho, dados físicos, etc.) relacionadas a todo o ciclo de vida da estrutura. Esse modelo de informação é um modelo dinâmico, interdisciplinar e compartilhado. Isso significa que pode ser atualizado e aprimorado ao longo do tempo e que todas as partes interessadas (projetistas, mantenedores, proprietários, etc.) têm acesso às informações a qualquer momento. No campo da engenharia civil, sua característica distintiva é a capacidade de examinar vários cenários simultaneamente e fazer a escolha mais eficaz, garantindo que os projetos possam ser entregues dentro dos prazos e orçamentos previstos. Além disso, o BIM garante acesso livre às informações compartilhadas ao longo de todo o ciclo de vida do projeto, obtendo resultados convincentes, mesmo na manutenção e gestão de uma estrutura de engenharia civil.
Em última análise, o BIM na engenharia é o motor da transformação digital em curso.

Para saber mais, consulte também:

Por que os engenheiros usam o BIM?

Os engenheiros usam o BIM porque melhora o trabalho, otimiza os processos, economiza tempo, promove a colaboração e a interdisciplinaridade, reduz o risco de erros. Todos esses aspectos contribuem para tornar o trabalho mais competitivo e obter resultados de alta qualidade.
Experimentar os benefícios que muitos engenheiros já estão obtendo em seu trabalho diário é simples; você pode obter um sistema de gerenciamento BIM gratuitamente e para sempre, para usar diretamente online, sem a necessidade de instalação.

Software BIM para engenharia civil

As ferramentas essenciais para a implementação completa da metodologia BIM e a gestão dos modelos informativos são 3:

O software BIM permite criar um modelo 3D (arquitetônico, estrutural e de sistemas) completo com todas as informações relevantes. As aplicações de gerenciamento BIM permitem o gerenciamento online dos modelos e informações, compartilhamento, verificação, detecção de conflitos, visualização em VRi e em tempo real do modelo, edição de dados, troca de informações, etc. As ferramentas BIM são essenciais para agregar dados (cronogramas, custos, características estruturais, informações de manutenção, etc.) ao modelo 3D BIM.
Em resumo, sem essas ferramentas, o trabalho do engenheiro civil seria muito mais complicado e a implementação da metodologia BIM seria praticamente impossível.

 

 

usbim
usbim