Home » BIM e Projeto de construção » Como transformar projetos AECO com GIS e BIM

Como transformar projetos AECO com GIS e BIM

Como as soluções em GIS e BIM estão transformando o planejamento, o desenvolvimento de infraestrutura e as práticas de projeto sustentável

Em um mundo cada vez mais digital, o papel das tecnologias GIS (Sistema de Informação Geográfica) e BIM (Building Information Modeling) no design e desenvolvimento urbano está se tornando cada vez mais relevante. Um novo conceito chamado gêmeos digitais surgiu, que integra as funcionalidades do GIS e BIM para criar uma visão holística do desenvolvimento urbano e de infraestrutura.

O que é GIS e BIM e como eles interagem?

As soluções GIS permitem coletar, gerenciar e analisar dados geográficos e espaciais, enquanto o BIM é uma abordagem tridimensional para o projeto de edifícios que permite criar modelos digitais de edifícios e infraestrutura. Quando GIS e BIM trabalham juntos, como no caso dos gêmeos digitais geoespaciais, podemos obter uma visão mais completa e detalhada de um projeto, facilitando assim o planejamento, a construção e o gerenciamento.

O que é são gêmeos digitais geoespaciais?

Gêmeos digitais geoespaciais é um único ambiente virtual compartilhado no qual é possível visualizar e analisar modelos BIM, além de poder consultar documentos e outros modelos vinculados. Para os modelos BIM é então adicionado o “onde”: não se fala mais só de modelo digital, mas o gêmeos digitais geoespaciais, no qual o componente geográfico e a interação com outros dados no espaço são garantidos e permitem inúmeras análises adicionais.

Descubra a aplicação GIS Digital Twin para a digitalização e gestão geoespacial de edifícios e infraestruturas nascidas da sinergia entre ACCA e Esri, os principais players mundiais no campo openBIM e GIS.

O poder da IA e do GIS para novas e valiosas possibilidades

A inteligência artificial (IA) e o aprendizado profundo revolucionaram a maneira como interpretamos e usamos dados. No GIS, essas tecnologias permitem analisar grandes quantidades de de dados geográficos e espaciais para gerar informações valiosas que podem ajudá-lo a tomar decisões mais informadas.

Isso pode ser particularmente útil no planejamento urbano e no desenvolvimento de infraestrutura, onde as decisões baseadas em informações precisas e atualizadas são essenciais.

AECO e Business Intelligence

No setor AECO, relatórios e gráficos dinâmicos estão se tornando cada vez mais importantes. As ferramentas de BIM Business Intelligence ajudam a melhorar os projetos de construção e a economizar tempo e dinheiro, permitindo que você conecte e visualize grandes quantidades de de informações de maneira intuitiva, facilitando o acesso e a análise de dados.

Relatórios dinâmicos e gráficos podem ajudar a visualizar as relações entre vários elementos de um projeto, como materiais usados, custos, tempos de construção e outros fatores-chave. Isso pode ajudar a identificar áreas de ineficiência, oportunidades de melhoria e tomar decisões mais informadas.

GIS e sensoriamento remoto

O sensoriamento remoto é outra tecnologia que está revolucionando o uso do GIS.

Através do uso de satélites, drones e outras tecnologias, é possível coletar dados precisos sobre a localização e as características de um local, que podem ser integrados aos dados do GIS para uma análise mais completa. O sensoriamento remoto também é fundamental para coletar dados precisos sobre o terreno, as condições climáticas e outras variáveis geográficas.

Esses dados podem então ser usados para criar modelos GIS mais precisos e detalhados, que podem ser usados para conhecimento e monitoramento da área urbana, para seu planejamento, desenvolvimento de infraestrutura e outras aplicações.

GIS e IoT

A Internet das Coisas (IoT) também está revolucionando a maneira como coletamos e analisamos dados. Quando combinada com o GIS, a IoT pode fornecer dados espaciais em tempo real, que podem ser usados para monitorar e gerenciar a infraestrutura e as operações com mais eficiência.

O GIS e a IoT podem trabalhar juntos para fornecer uma imagem mais completa e em tempo real do estado da infraestrutura e das operações. Por exemplo, os sensores de IoT podem coletar dados sobre vários aspectos de um edifício ou infraestrutura, como energia usada, condições ambientais, desgaste e muito mais. Esses dados podem então ser integrados ao GIS para criar uma visão holística das operações.

GIS e IFC openBIM

GIS e IFC openBIM podem integrar uma variedade de dados diferentes em um único modelo, como informações geométricas, informações de desempenho, detalhes de custo e muito mais. Quando esses dados são integrados ao GIS, eles podem fornecer uma visão mais completa de um projeto, facilitando o planejamento, o design e o gerenciamento.

Exemplos de como as soluções GIS estão transformando o planejamento urbano e o desenvolvimento de infraestrutura

As soluções GIS estão transformando o planejamento urbano e o desenvolvimento de infraestrutura de várias maneiras. Por exemplo, eles podem ajudar a identificar as áreas mais adequadas para o desenvolvimento, monitorar o progresso do trabalho de construção, gerenciar recursos de forma mais eficiente e muito mais.

GIS e design sustentável

O GIS não é apenas útil para o planejamento urbano e o desenvolvimento de infraestrutura, mas também pode ter um impacto significativo no planejamento de interiores e nas práticas de design sustentável. Por exemplo, ele pode ser usado para otimizar o layout interno, melhorar a eficiência energética e reduzir o impacto ambiental de um edifício.

Em conclusão, as soluções baseadas em GIS estão revolucionando o planejamento urbano, o desenvolvimento de infraestrutura, o planejamento de interiores e as práticas de design sustentável. Ao integrar-se com outras tecnologias, como IA, aprendizagem profunda, IoT, BIM e IFC openBIM, o GIS fornece uma estrutura abrangente e detalhada que pode ajudá-lo a tomar decisões mais informadas e melhorar a eficiência das operações.

 

usbim-geotwin
usbim-geotwin