Home » CDE e plataformas colaborativas » Escopo em projetos da construção civil: o que é e como escrever um escopo de trabalho

Escopo em projetos da construção civil: o que é e como escrever um escopo de trabalho

Um “scope of work” (SOW), ou escopo em projetos da construção civil, descreve as atividades do projeto e estabelece expectativas para todas as partes contratantes. Descubra como elaborá-lo, quais elementos incluir e como gerenciá-lo.


No mundo da construção civil, o termo “scope of work” (escopo em projetos da construção civil) indica um tipo específico de documento que informa clientes, empreiteiros e subempreiteiros sobre suas responsabilidades em relação a um projeto específico. Isso garante que todos entendam os objetivos, os resultados esperados e os detalhes das atividades individuais.

Aprofundamos neste artigo a importância e a definição de lo escopo em projetos na construção civil, examinando como essa prática pode contribuir para o sucesso dos projetos de construção.

O que se entende por escopo em projetos (scope of work) no setor da construção?

No setor de engenharia e construção, há muita documentação que acompanha os projetos, sendo útil implementar ferramentas específicas de gestão documental de projetos AECO.

Entre os documentos comumente produzidos está o escopo em projetos da construção civil, também chamado de scope of work (SOW).

Este documento define de forma detalhada e precisa o que deve ser feito dentro de um projeto de construção e estabelece as expectativas, tarefas e responsabilidades de todas as partes envolvidas, desde o cliente até os empreiteiros e subempreiteiros. Um “scope of work” bem definido ajuda a evitar mal-entendidos, conflitos e atrasos nos projetos de construção.

Mais especificamente, um escopo em projetos da construção civil:

  • delimita quais atividades estão incluídas no projeto de construção;
  • descreve os objetivos, etapas e resultados do projeto;
  • define as responsabilidades da equipe do projeto, bem como os termos, condições e requisitos.

Em outras palavras, o escopo em projetos da construção civil deve ter uma divisão detalhada de todas as atividades específicas necessárias para concluir o projeto com sucesso. Com um escopo de trabalho definido de forma pontual e detalhada, o empreiteiro e a equipe de construção conhecem as expectativas de seus clientes e podem criar um plano sobre como realizar o projeto da melhor maneira possível.

Características do escopo em projetos na construção civil

Características do escopo em projetos na construção civil

Como escrever um escopo de trabalho para um projeto de construção?

Para escrever um bom escopo em projetos da construção civil, é fundamental analisar e entender detalhadamente o projeto e suas atividades específicas. Portanto, se por um lado não existem métodos universalmente válidos para escrever este documento, por outro é possível identificar uma espécie de processo que nos guiará na redação deste documento. O processo inclui as seguintes etapas:

  1. definir os objetivos do projeto: antes de escrever um escopo de trabalho, é fundamental ter uma compreensão clara do projeto e definir quais objetivos se pretende alcançar com a execução das atividades listadas.
  2. Utilizar uma work breakdown structure (WBS): o primeiro passo ao escrever um escopo de trabalho é identificar todas as atividades do projeto. Isso é feito usando uma estrutura de decomposição do trabalho, também conhecida como work breakdown structure (WBS). Esta ferramenta de gerenciamento de projetos permite dividir os projetos e trabalhos em atividades individuais, para que possam ser melhor planejados e programados.
  3. Determinar os entregáveis do projeto: os resultados do projeto, os chamados entregáveis, servem para fornecer uma ideia clara do que está sendo trabalhado. Ter resultados bem delineados mantém os empreiteiros e os clientes informados sobre o progresso do projeto.
  4. Criar um cronograma: uma vez identificados os objetivos, resultados e atividades, podemos definir um cronograma preciso do projeto. Graças a este cronograma, tanto os empreiteiros quanto os clientes poderão monitorar o progresso das atividades e identificar eventuais atrasos.
  5. Atribuir responsabilidades aos membros da equipe: uma vez claras as atividades que comporão o projeto, é possível passar à identificação das várias figuras responsáveis dentro da equipe de trabalho. Isso serve para criar um fluxo de trabalho estável e bem organizado, no qual cada figura conhece sua tarefa e sabe a quem recorrer para esclarecimentos sobre áreas de trabalho que não são de sua competência.
  6. Estabelecer procedimentos de comunicação: a comunicação e a transparência entre a equipe do projeto e as partes interessadas são muito importantes para o sucesso do trabalho, portanto, o documento do escopo de trabalho deve incluir uma seção na qual os termos e as modalidades de comunicação são analisados.

Quais são os 5 elementos que um escopo em projetos da construção civil deve incluir?

Após analisar o processo a seguir para a redação de um bom escopo de trabalho, vejamos quais elementos são úteis que este documento contenha para ser claro e eficiente:

  • visão geral do projeto: um breve resumo que resume o projeto e os objetivos que se deseja alcançar;
  • resultados do projeto: nesta seção será inserida uma descrição detalhada dos resultados esperados, incluindo informações relevantes para ajudar os empreiteiros a entender claramente o que lhes é solicitado;
  • planejamento do projeto: o planejamento incluirá um cronograma de prazos iminentes, reuniões e outras datas importantes, além de uma lista de tarefas e responsabilidades de cada membro da equipe;
  • gerenciamento de projeto e detalhes de pagamento: a fim de evitar inconvenientes e mal-entendidos, é útil incluir no documento do escopo de trabalho uma breve declaração contendo os detalhes de pagamento, as datas de vencimento dos pagamentos, as especificações do contrato, os requisitos legais e as ordens de modificação;
  • assinaturas das partes contratantes: nesta breve seção, os contratantes declaram conhecer suas responsabilidades e cumprir os prazos dentro dos prazos especificados.

Quais são exemplos de um escopo de trabalho no setor da construção?

Cada escopo de trabalho é um documento único e específico elaborado sob medida para um único projeto. Mas para quais projetos e atividades na construção civil é útil redigir um scope of work (SOW)? Vejamos os dois exemplos mais comuns:

  • subcontratação: uma subcontratação abraça apenas uma parte do projeto como um todo, portanto, o SOW correspondente não coincidirá com o geral, mas um específico será elaborado;
  • projetos de obras públicas: para esse tipo de projetos, o escopo de trabalho seguirá os mesmos passos e incluirá os mesmos elementos descritos até agora, começando com a definição dos termos para que todos os contratantes envolvidos no projeto conheçam os objetivos, os resultados esperados e os detalhes das atividades individuais.
Exemplos de escopo em projetos na construção civil

Exemplos de escopo em projetos na construção civil

Quais dicas seguir para a redação de um bom escopo em projetos da construção civil?

Escrever um escopo em projetos da construção civil não é uma operação excessivamente complicada, mas requer atenção, conhecimento do projeto e de suas fases, e análise de tempos, papéis e responsabilidades. De fato, ter como referência um scope of work detalhado e preciso ajudará a reduzir disputas, mudanças no curso do trabalho, atrasos e despesas imprevistas.
Aqui estão algumas dicas para escrever um bom escopo de trabalho:

  • definir objetivos e expectativas razoáveis: os objetivos do projeto devem ser ambiciosos, mas realistas. Portanto, devem ser formulados de forma suficientemente ampla para serem facilmente referenciados, mas específicos o suficiente para fornecer as informações necessárias para o desempenho. Será útil enriquecer a descrição dos objetivos do projeto com informações sobre os tempos e materiais previstos para cada atividade, para que os empreiteiros e subempreiteiros saibam do que precisam e em quanto tempo realizar as atividades de sua competência.
  • Incluir informações gráficas: fotos, renderizações, gráficos ou desenhos são um excelente suporte para a comunicação e transparência. Fornecer renderizações fotorealistas ou desenhos técnicos detalhados, também com o suporte de software BIM que permite atualizar automaticamente as pranchas gráficas sempre que uma modificação no projeto é feita, pode reduzir mal-entendidos e fornecer um ponto de comparação com o progresso real do projeto.
  • Certificar-se de que os empreiteiros e subempreiteiros assinem sua cópia do documento: este é um método subestimado, mas incrivelmente simples, para prevenir disputas. Cada subempreiteiro assina sua própria cópia do documento de escopo para confirmar que recebeu, leu e entendeu suas obrigações. A assinatura deve ser feita não apenas no início, mas também em cada entrega ou objetivo alcançado.

A eficaz gestão, arquivamento e compartilhamento de documentos, contratos e pranchas gráficas é crucial para o sucesso dos projetos de construção. Para que tudo funcione sem problemas, sugiro que você utilize um software para gestão da documentação AECO porque, dessa forma:

  1. simplifica o arquivamento e acesso à documentação: o software permite o rápido arquivamento e acesso a todos os documentos de um projeto. Não é mais necessário procurar entre pilhas de documentos em papel ou arquivos digitais desorganizados localmente. Com uma nuvem específica para AECO, todos os documentos são organizados de forma intuitiva, tornando fácil e rápido recuperar as informações necessárias.
  2. Melhora a colaboração e compartilhamento: o software permite um compartilhamento eficiente de documentos entre todos os membros da equipe. Arquitetos, engenheiros, projetistas e empreiteiros podem acessar os documentos relevantes em tempo real de qualquer lugar, melhorando a comunicação e reduzindo os tempos ociosos. O “scope of work” pode ser compartilhado e discutido, por meio de ferramentas de comunicação específicas, de forma mais eficaz, garantindo uma compreensão comum entre todas as partes envolvidas.
  3. Garante controle de versões e rastreabilidade de documentos: no ciclo de vida de um projeto de construção, os documentos podem sofrer variações e alterações. O software oferece controle completo de versões, garantindo que cada alteração seja rastreada e documentada. Isso é particularmente importante para o “scope of work”, pois qualquer alteração pode ter um impacto significativo no projeto como um todo. A capacidade de ver quem fez as alterações e quando, juntamente com a capacidade de restaurar versões anteriores, oferece um maior controle sobre a qualidade dos documentos.
  4. Obtém mais flexibilidade: com acesso baseado em nuvem aos documentos, os profissionais AECO podem trabalhar de forma mais flexível a partir de qualquer dispositivo conectado à Internet. Isso é particularmente útil quando se está no canteiro de obras ou em reuniões fora do local.

Essa tecnologia melhora, portanto, a produtividade, a colaboração, a segurança e a flexibilidade, contribuindo para o sucesso dos projetos de construção em um mundo cada vez mais digitalizado e dinâmico. Experimente você mesmo essas e muitas outras vantagens ativando agora o seu mês de teste gratuito!

 

usbim-dossier
usbim-dossier