Home » Gêmeo digital » Gêmeo digital IoT: o que é e quais os principais usos

Gêmeo digital IoT: o que é e quais os principais usos

O gêmeo digital IoT é a representação digital de uma entidade real com os dados fornecidos pelos dispositivos IoT. Confira como as duas tecnologias são integradas e utilizadas


Os gêmeos digitais estão provando ser um acelerador estratégico para a transformação digital, desbloqueando o potencial escondido nos dados gerados pela Internet das Coisas (IoT). Neste artigo, vemos juntos como interagem e se aprimoram os gêmeos digitais e a Internet das Coisas , e quais são seus principais usos.

A implementação de um gêmeo de IoT digital pode ser complexa, mas você deve saber que existem plataformas BIM IoT válidas e profissionais que o apoiam na criação de replicação digital. Vamos começar a analisar essa poderosa combinação feita pela Internet das Coisas e pelo gêmeo digital.

Gêmeo digital IoT: o que é

O gêmeo digital é uma representação digital de uma entidade real, como um dispositivo, um ativo ou até mesmo um processo inteiro.

A colaboração entre o gêmeo digital e os sensores de IoT permite uma representação virtual em tempo real de um ativo ou sistema, de maneira precisa e oportuna.

O poder dessa ferramenta está justamente na sinergia das duas ferramentas individuais que, juntas, geram uma representação digital com enorme potencial. De um lado, o gêmeo digital reproduz digitalmente e fielmente o bem real, em suas partes e em sua complexidade. Por outro lado, a Internet das Coisas (IoT) — processo que permite que objetos reais tenham identidade própria no mundo digital — adquire e transmite informações importantes que integradas, tornam o gêmeo digital IoT ainda mais potente e útil para diferentes finalidades.

Entre as finalidades para as quais o gêmeo digital IoT é utilizado estão:

  • monitoramento de dispositivos, recursos ou processos em tempo real.
  • Análise do desempenho de um ativo ou de um processo.
  • Execução de testes antes da efetiva implementação das soluções técnicas.
  • Previsão de resultados com base em dados variáveis.
  • Execução de simulações antes do desenvolvimento e produção de dispositivos reais.
  • Melhora da eficiência operacional, a qualidade da produção e a satisfação do cliente.
A imagem mostra um Gêmeo digital IoT

Gemeo digital IoT

Como a IoT melhora os gêmeos digitais?

Integrar um gêmeo digital com a Internet das Coisas significa aprimorar suas características em vários aspectos. Vamos ver juntos quais são as 3 principais maneiras pelas quais a IoT melhora o desempenho dos gêmeos digitais!

  1. Manufatura: a IoT fornece visibilidade em todo o ciclo de vida do produto: objetos que têm sua própria identidade digital permitem que você substitua suposições sobre sua operação e desempenho por dados reais e atualizados. Os dados de objetos reais conectados à internet podem ser extrapolados em tempo real e úteis ao longo do ciclo de vida dos objetos, influenciando inclusive modelos de negócios futuros. Os dados reais da IoT fecham o ciclo de feedback com os dados de uso do produto, que informam iterações futuras e até alterações no modelo de negócios, incluindo produto como serviço.
  2. Processo: IoT desbloqueia a inteligência operacional mais profunda: muitas vezes, os processos operacionais são baseados em dados incertos cuja interpretação pode não ser totalmente confiável. O uso da Internet das Coisas em gêmeos digitais permite gerar KPIs (Key Performance Indicators) críticos de produção e assim garantir maior visibilidade operacional.
  3. Fase de operação e manutenção (O&M): a IoT otimiza a manutenção: grande parte do desempenho de um objeto, ativo ou processo não é acessível aos gerentes e mantenedores sem o uso do gêmeo digital da IoT. As informações em tempo real integradas no gêmeo digital de um ativo, por outro lado, representam uma fonte essencial de informações para poder monitorar um ativo, gerenciá-lo e mantê-lo com alto desempenho. Graças ao gêmeo digital da IoT, é possível intervir com manutenção preditiva no ativo e, graças à simulação de modelos de desempenho histórico, é possível reduzir o tempo de inatividade não planejado e maximizar ainda mais o uso dos recursos.

Qual a importância do gêmeo digital na Internet das Coisas?

Objetos reais que têm sua própria identidade digital e que, portanto, se enquadram na Internet das Coisas, fornecem uma quantidade importante de dados, mas com volume considerável e que, portanto, podem ser difíceis de gerenciar e interpretar.

O papel e, consequentemente, a importância do gêmeo digital para a IoT, é justamente atuar como um repositório único para os dados fornecidos pela IoT. O gêmeo digital não apenas coleta essa quantidade de informações, mas também é o local digital onde esses dados são contextualizados.

Como os gêmeos digitais representam uma única fonte de informação, é fácil integrar software para gerenciamento de modelos digitais, aplicativos e processos no mesmo repositório para analisar e distribuir dados da IoT.

Quais são os principais usos no setor da construção?

O uso do gêmeo digital IoT na indústria da construção oferece uma série de benefícios para arquitetos, engenheiros, empreiteiros e gerentes de instalações. Com a ajuda da tecnologia Digital Twin, os profissionais da construção podem criar réplicas virtuais de edifícios e projetos de infraestrutura, simplificando os processos de projeto, construção e manutenção.

As simulações de IoT de gêmeos digitais podem ajudar a detectar erros e ineficiências no início do ciclo de vida do projeto, reduzindo o retrabalho e os custos associados. Além disso, o gêmeo IoT digital pode fornecer informações valiosas sobre aspectos como consumo de energia, riscos de segurança e desempenho do edifício, permitindo manutenção proativa e otimização de ativos.

Por fim, podemos citar os modelos digitais de uma cidade, ou seja, réplicas virtuais de cidades inteiras para ajudar a gerenciar melhor os recursos e desenvolver precauções e medidas de segurança mais eficientes. Em relação, por exemplo, a eventos naturais excepcionais, os dados podem ser coletados pelos sistemas de IoT para prever a probabilidade de sua ocorrência e os gêmeos digitais podem ser usados para projetar sistemas para prevenir desastres ou reduzir seus impactos negativos.

A imagem mostra Gemeos digitais e IoT na construcao -Gêmeo digital IoT

Gêmeos digitais e IoT na construção

Criar um gêmeo digital IoT pode não ser fácil; por esse motivo, recomendamos que você experimente a plataforma BIM IoT que permite integrar seus sistemas IoT com seus modelos BIM, convertendo-os em um sistema dinâmico que reage em tempo real aos eventos gerados pelos dispositivos IoT.

usbim
usbim