Home » BIM e infraestrutura » Gêmeos digitais de infraestrutura: a evolução do setor

a imagem se refere ao conceito de Gemeo Aigital e infraestruturas

Gêmeos digitais de infraestrutura: a evolução do setor

Os gêmeos digitais podem ajudar as infraestruturas a se tornar mais inteligentes e sustentáveis. Confira como esta tecnologia está mudando o futuro do setor

Os gêmeos digitais estão revolucionando a forma como as infraestruturas podem ser projetadas, construídas e gerenciadas: permitem simular o comportamento de uma obra antes que ela seja realizada e representam uma ferramenta indispensável para otimizar os processos de manutenção.

Descubra neste artigo todas as vantagens e potencialidades que podem surgir da criação do gêmeo digital de uma infraestrutura, e comece agora a tornar o projeto de suas infraestruturas mais eficiente com um software para gêmeos digitais, o único sistema que permite replicar virtualmente seus ativos e te apoia no gerenciamento de todo o ciclo de vida de suas obras.

Gêmeos digitais de infraestrutura: o que é

O gêmeo digital de uma infraestrutura é um modelo de computador que reflete o comportamento e as características de uma infraestrutura, também em relação ao ambiente ao redor.

Esse modelo se integra a tecnologias inovadoras, como IoT, GIS e AI, a fim de criar uma conexão interativa com sua contraparte física e coletar informações relevantes em tempo real.

Uma vez devidamente configurados, os gêmeos digitais de infraestrutura se tornam uma poderosa ferramenta que auxilia os profissionais de Gestão de ativos de infraestrutura a gerenciar e monitorar todas as fases do ciclo de vida de uma obra.

Vamos ver, então, em detalhes como essa tecnologia está revolucionando o futuro do setor.

A imagem se refere ao conceito de Gemeos digitais de infraestrutura

Como os gêmeos digitais estão transformando as infraestruturas

Os gêmeos digitais de infraestrutura são modelos extremamente realistas e dinâmicos que podem representar qualquer tipo de infraestrutura, incluindo pontes, estradas, ferrovias, aeroportos, sistemas de energia, redes de serviços, etc.

Como bem sabemos, a realização destas obras sempre se caracterizou por uma complexidade significativa. Entretanto, com o surgimneto do BIM, assistimos a uma primeira revolução digital que mudou os métodos tradicionais de concepção e construção, tornando-os mais colaborativos e eficientes.

Através do uso de modelos BIM infraestruturais é possível, por exemplo, avaliar diferentes hipóteses de projeto e escolher a melhor em termos de viabilidade, impacto ambiental, tempos e custos de construção, e assim por diante. Esses modelos também permitem obter máximo controle das interferências que poderiam intervir durante a fase de construção, bem como resolver possíveis criticidades antes que ocorram.

Com a chegada dos modelos digitais, foi possível ampliar ainda mais o potencial do BIM.

Aproveitando a integração com sensores inteligentes e dispositivos IoT, os modelos BIM de infraestrutura podem se, de fato, transformar em sistemas “vivos” capazes de estabelecer uma comunicação constante com o mundo real.

Os gêmeos digitais, portanto, atuam como uma ponte entre os domínios físico e virtual, e podem ser usados para gerenciar diferentes aspectos relacionados a projeto, construção e operação de uma infraestrutura.

Esses modelos são capazes de incorporar e usar dados de drones, varredura LiDAR e mapeamentos aéreos para avaliar o impacto do projeto com antecedência e melhorar a sustentabilidade da obra.

Graças aos dados coletados em tempo real pelos sensores inteligentes conectados ao ativo físico, também é possível desenvolver modelos preditivos que ajudam a avaliar o desempenho futuro da obra e a experimentar possíveis melhorias, sem a necessidade de testá-las na própria infraestrutura.

Além de simular o impacto de diferentes cenários, os gêmeos digitais podem ser utilizados nas infraestruturas para otimizar os cronogramas de manutenção e reparo. Eles, na verdade, permitem desenvolver uma abordagem preditiva que ajuda a identificar e resolver possíveis problemas críticos antes que se tornem sérios.

Também permitem reduzir tempos e custos necessários para inspeções no local: fazem com que os engenheiros possam acessar virtualmente o ativo físico para realizar verificações e análises de vários tipos, diretamente da área de trabalho, e identificar problemas com mais rapidez e precisão.

Gêmeos digitais de infraestrutura: quais benefícios

Os gêmeos digitais ajudam a criar infraestruturas mais eficientes, produtivas e sustentáveis. Eles possibilitam:

  • unificar diferentes fontes de dados (engenharia, geoespácio, IoT, etc.) para criar uma visão única da realidade.
  • Avaliar a inserção da obra em seu contexto através de simulações em realidade virtual ou aumentada, que permitam uma melhor análise do impacto do projeto.
  • Criar sistemas de transporte inteligente, baseados na integração de diferentes tecnologias, que permitam abordar de forma inovadora os problemas da mobilidade pública e privada.
  • Acompanhar o funcionamento da infraestrutura em tempo real e obter informações atualizadas e confiáveis que ajudem a escolher as estratégias de manutenção mais adequadas.
  • Contribuir para a criação de ecossistemas urbanos interligados que favoreçam o desenvolvimento de cidades inteligentes.

A imagem se refere ao conceito de Gemeos digitais de infraestura, o especifico ao gemeo digital para sistemas de transporte inteligente

Desafios do gêmeo digital nas infraestruturas

Apesar das inúmeras vantagens oferecidas pelo uso de gêmeos digitais de infraestrutura, os desafios a serem enfrentados para sua criação e posterior gestão ainda são muitos, podendo desestimular até mesmo os profissionais mais empreendedores.

É preciso, de fato, saber escolher as tecnologias certas que sirvam de base para a construção de um gêmeo digital. Também é necessário considerar todas as dificuldades relacionadas à aquisição de dados, atualizações, acessibilidade das informações, colaboração multiusuário e assim por diante.

Porém, se você usar as ferramentas certas, não terá motivos para se preocupar! Por isso, recomendamos que experimente agora um software para gêmeos digitais para começar a modelar as cópias virtuais de suas infraestruturas e gerenciar todas as fases do seu ciclo de vida de maneira extremamente simples e eficiente.

Conte com essa tecnologia e descubra como é fácil projetar, monitorar e gerenciar os gêmeos digitais de seus ativos em tempo real.

 

usbim
usbim