Gerenciar um parque com o BIM para patrimônio histórico

Como aproveitar o BIM para patrimônio histórico para o modelo de informação de um parque histórico, sua manutenção, proteção e valorização

Parques e jardins históricos são verdadeiros museus a céu aberto! Sua gestão, tanto ordinária como extraordinária, é uma ação complexa, pelo menos no que diz respeito ao patrimônio arquitetônico. Hoje, vamos falar sobre as vantagens dos processos BIM para gestão de patrimônio histórico, sobretudo parques ou jardins: da catalogação das espécies arbóreas existentes à análise do estado de conservação das fontes, da organização das visitas virtuais ao planejamento das intervenções de manutenção ao longo do tempo.

No caso, tomamos um exemplo prático: a digitalização e gestão do modelo de informação dos jardins da Villa d’Este em Tivoli, perto de Roma, uma obra-prima do jardim italiano e incluída na lista do patrimônio mundial da UNESCO.

Foi usado Edificius para criar o modelo BIM 3D e o sistema integrado usBIM para o gerenciamento do modelo de informação totalmente na nuvem.

Comece a usar usBIM gratuitamente e siga minhas instruções.

A imagem mostra uma interface do sistema integrado usBIM para aplicacao do BIM ao patrimonio historico

BIM para gestão do patrimônio histórico | Villa d’Este em Tivoli

Como criar o modelo 3D para a gestão de um parque histórico

Para iniciar o processo de BIM e a gestão do parque histórico, é necessário primeiro criar o modelo digital, ou melhor, sua representação em 3D, o mais fiel possível à realidade.

Com Edificius, é possível criar o modelo BIM completo, explorando os comandos do ambiente Terreno e do ambiente HBIM.

Os jardins da Villa d’Este apresentam elementos naturalísticos e arquitetônicos: fontes, canteiros, avenidas, grutas e elementos aquáticos com formas cativantes, bastante comuns nos jardins europeus do Barroco.

No ambiente Terreno de Edificius, você pode modelar o terreno e gerenciar curvas de nível, planos cotados, inserir cursos d’água, vegetação, canteiros de flores, etc.

A imagem mostra a interface do software Edificius e seu ambiente Terreno. Ele apresenta uma modelagem do parque de Villa d'Este, sendo assim uma aplicacao do BIM para patrimonio historico

Modelando um parque histórico com Edificius

Já com os comandos do ambiente HBIM, ou seja, BIM para patrimônio histórico, você pode recriar os elementos arquitetônicos presentes no parque. Pode fazê-lo tanto inserindo elementos diretamente da nuvem de pontos, como também utilizando a integração com os melhores softwares de modelagem de sólidos atualmente no mercado:

  • SketchUp®
  • Blender
  • Rhino/Grasshopper

Também é possível importar objetos modelados externamente ou baixados da web em vários formatos (.3DS ,.SKP, .OBJ, etc.).

Em resumo, um único software te permite obter a representação completa até de um modelo complexo, como um parque histórico patrimônio da UNESCO.

Como construir o sistema de informação do patrimônio histórico com o BIM

O modelo BIM criado com Edificius não é apenas uma representação gráfica para visualização 3D, mas sim um sistema de objetos paramétricos, que pode conter uma quantidade infinita de informações constantemente atualizadas e indispensáveis para manutenção, proteção e valorização do próprio ativo.

Aliás, clicando em qualquer objeto da modelo é possível conhecer seus dados geométricos, suas características materiais, análises estratigráficas, informações sobre o sistema construtivo, dados históricos, fotografias, fichas técnicas, etc.

Com o desenvolvimento do HBIM (Historic ou Heritage BIM), é finalmente possível aplicar os processos BIM também ao patrimônio histórico-artístico. Todas as vantagens da metodologia BIM são automaticamente transferidas para a gestão do patrimônio arquitetônico existente, oferecendo inúmeras oportunidades de administração, manutenção e proteção do ativo.

Dispor de um modelo digital permite gerenciar de forma otimizada:

  • monitoramento do estado de degradação, comparando o dado inserido no modelo digital e o mesmo analisado em tempo real;
  • planejamento de intervenções ao longo do tempo;
  • a proteção da informação coletadas, que são armazenadas na nuvem, implementadas e atualizadas ao longo do tempo;
  • a simulação de eventos catastróficos;
  • a catalogação de bens móveis e imóveis;
  • a entrega do ativo em todos os seus detalhes, mesmo em caso de perda de material, desmoronamento, degradação, etc.;
  • reconstruções digitais de qualquer parte em falta ou a eliminação de adições sucessivas;
  • visitas virtuais, mesmo nas partes não acessíveis ou abertas ao público;
  • operações ordinárias, (manutenção, visitas, sistemas anti-intrusão, pessoal, catalogação de elementos, etc.);
  • interoperabilidade entre as figuras envolvidas no processo.

O modelo, portanto, representa um verdadeiro sistema informativo: um recipiente de informações e uma ferramenta para gerenciar o ativo e todos os seus elementos, desde estátuas, espécies de árvores, até cada peça de mobiliário.

A imagem mostra uma interface do sistema integrado usBIM para aplicacao do BIM ao patrimonio historico

Montando o sistema de informação de um parque histórico com usBIM

Como administrar o modelo BIM do patrimônio histórico? Como associar informações ao modelo 3D? Existe um software simples, barato e intuitivo?

Vamos descobrir juntos!

usBIM: a ferramenta de gerenciamento do modelo de informação

Para gerenciar o modelo BIM do parque histórico de Villa d’Este, foi usada uma ferramenta completa e gratuita: usBIM, o sistema integrado concebido pela ACCA para gerenciar a digitalização de construções e infraestruturas.

usBIM é uma plataforma na qual você pode carregar, visualizar e gerenciar modelos 3D, dados e documentos, qualquer que seja o software BIM autoral (Edificius, Revit, Archicad, etc.), colaborando com todos os usuários envolvidos no projeto.

Vamos ver em detalhes como operar com usBIM.

Em primeiro lugar, foi criada uma estrutura de pastas para armazenar a documentação coletada e os arquivos de trabalho na nuvem usBIM (nuvens de pontos, modelos 3D, DWG de enquadramento de área, etc.), acessível de qualquer dispositivo e de qualquer lugar.

A estruturação correta de pastas permite que você tenha um arquivo na nuvem com seus dados, que podem ser consultados de um navegador com qualquer dispositivo. Isso tornará possível trabalhar – e gerenciar questões técnicas e organizacionais – até a distância e de forma colaborativa.

Posteriormente, o modelo 3D do parque – e todos os arquivos e informações coletadas – foram carregados na nuvem, e o projeto foi compartilhado com todos os profissionais elvolvidos. Agora, o ambiente de nuvem usBIM já virou um lugar de compartilhamento e colaboração de dados entre todas os colegas.

Vamos explicar brevemente algumas das operações possibilitadas pelo usBIM para administrar um parque histórico.

A imagem mostra os jardins de Villa d'Este visualizados dentro do usBIM.browser. A imagem mostra o icone de uma mao clicando numa fonte e, no lado esquerdo, uma ficha tecnica do objeto. A imagem pretende representar os beneficios do BIM para gestao do patrimonio historico

BIM para gestão do patrimônio histórico | Um caso prático com usBIM

Visualização de modelos 3D

A operação mais simples, mas fundamental, é a visualização online de modelos 3D.

usBIM.browser (um dos aplicativos gratuitos integrados ao sistema usBIM) permite visualizar e gerenciar cada modelo, feito com qualquer software BIM autoral, mas também carregar vários arquivos IFC, criar uma federação e obter a integração do modelo digital BIM na sua totalidade.

Resumindo, com usBIM.browser você pode:

  • visualizar e gerenciar todos os dados, documentos e modelos diretamente on-line;
  • navegar on-line pelo modelo 3D com qualquer dispositivo;
  • colaborar em tempo real com os usuários conectados no projeto;
  • obter vistas renderizadas com outros aplicativos (como usBIM.render e usBIM.reality) e experiências imersivas dos modelos;
  • gerenciar modelos IFC on-line (federação, #TagBIM, links e georreferenciamento);
  • acessar os desenhos gráficos ou descritivos, detalhes de construção, especificações técnicas, requisitos, prescrições, etc.

Desta forma, todos podem visualizar o modelo 3D do parque e anexar informações e arquivos para criar um modelo de informações cada vez mais completo e atualizado.

Federação de modelos

Se o modelo 3D inclui uma área bem estensa que foi modelada “por peças” e por diferentes técnicos – como nesse caso – pode obter um único modelo completo juntando as várias peças, mesmo que geradas com softwares diferentes.

Na prática, você pode visualizar vários documentos IFC em uma única vista, graças aos recursos para federação de modelos.

O usBIM propõe uma estrutura de árvore específica de modelos IFC federados para gerenciar diferentes opções de visualização, translação, rotação e escada.

Os objetos do modelo federado podem mostrar tanto documentos subidos na plataforma como links externos, de forma que o modelo federado vire o georreferenciamento das informações presentes na plataforma.

A imagem mostra tres modelos BIM, de cima para baixo, que se juntarao numa federacao. A imagem pretende mostrar os beneficios do BIM para patrimônio histórico

A federação de modelos BIM com usBIM

Catalogação de espécies de árvores

Um dos aspectos a abordar na gestão de um parque ou jardim histórico é a catalogação de todas as espécies arbóreas presentes. Nesse caso, a inspeção resultou num rico levantamento fotográfico visando documentar a presença e o estado de conservação de todas as espécies de árvores.

Portanto, cada objeto do modelo apresenta fotos e fichas técnicas de cada planta, de forma a obter uma catalogação precisa das espécies arbóreas presentes e das necessidades de cada uma (épocas e métodos de poda, necessidade de fertilização, irrigação, etc.). Isso pode ser útil tanto para uma catalogação das espécies de árvores existentes como para organizar a manutenção do verde, o plantio de novas plantas, etc.

Por exemplo, o responsável pela poda sazonal da vegetação terá acesso às fichas de cada espécie e planejará, com base nessas informações, as formas mais adequadas para realizar o trabalho.

A imagem mostra o modelo dos jardins de Villa d'Este e o icone de uma mao. A mao clica numa arvore e, dela, parte uma seta que leva a uma ficha tecnica com especificacoes sobre o tipo de elemento. A imagem pretende mostrar os beneficios do BIM para gestao do patrimonio historico

Catalogação de espécies de árvores com usBIM

Mapa temático do parque e GIS (Sistema de Informação Geográfica)

Com usBIM, você pode colocar o modelo digital do ativo em seu contexto territorial real.

Um aplicativo gratuito (usBIM.gis) permite analisar indicadores e conexões espaciais que afetam o funcionamento do ativo durante todo seu ciclo de vida, avaliar a propagação de determinados fenômenos na área, e criar mapas temáticos com caminhos, monumentos, atrações, locais para lazer e lanche, entradas, saídas, etc.

Pode importar mapas no formato .GeoJSON, criar mapas vinculados a modelos BIM, inserir propriedades customizadas e notas gráficas (linhas, retângulos, polígonos e marcadores), conectar links de documentos da plataforma na nuvem e colaborar com várias pessoas e em tempo real no mesmo documento.

Na prática, você cria um verdadeiro sistema GIS, para fazer análises no território, mas também para fornecer informações aos usuários do ativo (por exemplo, os visitantes que precisam chegar para o estacionamento mais próximo, ou quem deseja encontrar uma atração dentro do parque).

A imagem mostra um mapa tematico GIS dos jardins de Villa d'Este

Criação de mapas temáticos GIS com usBIM

Gestão de intervenções de manutenção e restauração

O patrimônio histórico (parques, jardins, vilas, paços) sempre requer um planejamento de restauração ou mesmo de simples manutenção.

Com o sistema usBIM integrado, você tem muitos aplicativos gratuitos disponíveis para:

  • planejar intervenções de manutenção;
  • gerenciar a gestão de instalações;
  • gerenciar o projeto e a direção de obras das intervenções de restauração;
  • simplificar a colaboração e comunicação entre projetistas, empresas, fornecedores, etc.;
  • garantir a troca segura de informações;
  • ver os documentos e modelos do projeto;
  • arquivar toda a documentação do projeto;
  • consultar o projeto das intervenções realizadas ao longo do tempo;
  • monitorar o estado de conservação do ativo.

Gestão do sistema de iluminação de um parque histórico

Com usBIM, você pode acompanhar qualquer aspecto prático de gestão do patrimônio histórico, como o sistema de iluminação.

Por exemplo, pode:

  • catalogar todos os pontos de luz;
  • visualizá-los no modelo 3D;
  • programar o liga/desliga automático das luzes;
  • federar o modelo arquitetônico com o modelo 3D das instalações elétricas, para conhecer o posicionamento preciso de corrugados, pontos de luz, sistemas de alarme, etc.;
  • relatar falhas e mau funcionamentos;
  • sinalizar a necessidade de substituir as fontes de luz;
  • estimativa de custos de gestão e manutenção, etc.

Visitas virtuais

Com usBIM, você também pode visualizar os modelos BIM em tempo real e viajar em primeira mão no projeto com a Realidade Virtual (VRi). Em outras palavras, pode navegar pelos modelos IFC, EDF, RVT ou SKP para visualizar todos os modelos BIM em tempo real do projeto, compartilhados na plataforma.

Graças às funções de navegação na Renderização em Tempo Real, você pode ver de forma extraordinariamente realista todos os modelos 3D completos com móveis e materiais e verificar imediatamente a eficácia dos modelos e quaisquer conflitos em um modo extremamente avançado.

A imagem mostra um homem com oculos de realidade virtual e, no fundo, a imagem dos jardins de Villa d'Este dentro do usBIM. A imagem pretende representar os beneficios do BIM para gestao do patrimonio historico

Visitas a jardins virtuais com usBIM

Estas são apenas algumas das muitas atividades que você pode gerenciar com o sistema integrado usBIM.

 

edificius-land
edificius-land