Home » BIM e MEP » Inspeção de instalações elétricas: tipos e importância

Inspeção de instalações elétricas

Inspeção de instalações elétricas: tipos e importância

Inspeção de instalações elétricas visa manter segurança e funcionalidade ao longo do tempo. Veja os controles iniciais e periódicos a serem feitos


Realizar uma inspeção de instalações elétricas, e fazê-lo corretamente, é fundamental para evitar qualquer tipo de risco relacionado a má instalação, falhas ou mau funcionamento, e para manter a eficiência e funcionalidade do sistema ao longo do tempo.

Antes mesmo das inspeções de instalações já realizadas, é extremamente importante um projeto elétrico correto e feito de acordo com as normas vigentes. O trabalho, principalmente para projetos de grande porte, não é totalmente simples: a recomendação é utilizar software de modelagem 3D MEP para instalações perfeitamente integradas à arquitetura e estrutura do edifício.

Neste artigo, fazemos uma visão geral sobre o assunto, analisando os tipos de inspeções e sua importância.

Quem realiza e como é feita a inspeção de instalação elétrica?

A inspeção elétrica é realizada por um técnico especializado, que verificará se o sistema está em conformidade com o que é indicado na norma. O técnico verificará uma série de requisitos, incluindo:

  • a presença de um interruptor geral de emergência;
  • a obrigação de pelo menos dois disjuntores diferenciais no quadro elétrico do sistema;
  • a presença de pelo menos duas unidades de alimentação de energia elétrica, uma dedicada às luzes e outra aos eletrodomésticos;
  • a presença, em número variável, de disjuntores magneto-térmicos;
  • o sistema de aterramento e um disjuntor na central de base;
  • posicionamento e instalação de cabos e condutores de tensão;
  • verificação do isolamento correto contra água e umidade;
  • presença de interruptores simples e compostos para controlar as luzes nos diferentes cômodos;
  • instalação de luzes de emergência que se ativam em casos de blecaute ou acionamento do disjuntor.

Quais são os tipos de inspeções realizadas em uma instalação elétrica?

As inspeções realizadas pelo técnico habilitado em instalações elétricas se distinguem pelo propósito e pelo momento em que são realizadas.
Com relação ao propósito, distinguimos:

  • inspeções de segurança: destinadas a garantir que o nível de risco associado ao uso do sistema seja aceitável;
  • inspeções de funcionalidade: destinadas a verificar a qualidade técnica e a usabilidade.

Importante é também a certificação, que atesta formalmente a conformidade do sistema instalado com o projeto aprovado e, portanto, com o que foi acordado contratualmente.
Com relação ao momento em que as inspeções são realizadas, distinguimos:

  • inspeções iniciais: realizadas antes da entrada em serviço do sistema;
  • inspeções periódicas das instalações elétricas: visam garantir que os requisitos técnicos verificados inicialmente não tenham sido alterados;
  • inspeções extraordinárias: realizadas em caso de alterações substanciais ou ampliações.
Tipos de inspeção elétrica -Inspeção de instalações elétricas

Tipos de inspeção elétrica

O que envolvem as inspeções iniciais das instalações elétricas?

O técnico especializado e instalador do sistema procedem, nesta primeira fase, a verificar o funcionamento do sistema.
Durante a inspeção inicial, o técnico se encarregará de verificar:

  • a ausência de defeitos no sistema elétrico e em seus componentes;
  • o bom funcionamento do sistema.

O que envolvem as inspeções periódicas das instalações elétricas?

A inspeção periódica das instalações elétricas serve para garantir que os requisitos e condições verificados inicialmente permaneçam inalterados ao longo do tempo.
As inspeções periódicas, portanto, permitem:

  • identificar possíveis mau funcionamento, de preferência antes que se transformem em falhas;
  • manter as funcionalidades e, consequentemente, a segurança do sistema.

As inspeções periódicas das instalações elétricas se dividem em duas fases:

  1. exame visual: a primeira fase é denominada “exame visual”. Por sua vez, o exame visual se divide em:
    • exame visual ordinário: este exame é realizado a olho nu para verificar a ausência de defeitos evidentes e claramente visíveis, como partes quebradas, ausentes ou danificadas, falta de etiquetas identificadoras, condutores mal fixados, etc.
    • exame visual aprofundado: esta fase é apoiada pelo uso de algumas ferramentas e serve para avaliar o
      User
      continua a tradurre
      ChatGPT
      estado do sistema, as condições do ambiente em que está instalado e a funcionalidade e qualidade dos materiais.
  2. testes técnicos: esses testes, realizados após os visuais, servem para verificar a conformidade do sistema. Esses testes também são realizados por um profissional que, com os equipamentos certos, verificará:
    • os condutores de proteção;
    • a resistência de isolamento;
    • a separação elétrica SELV e PELV;
    • os diferenciais;
    • a medição da resistência de terra;
    • a verificação da queda de tensão.

Por que a inspeção elétrica é importante?

Embora a pergunta possa parecer óbvia, é importante destacar o principal motivo que torna as verificações das instalações elétricas, sejam elas iniciais, periódicas ou extraordinárias, importantes, ou melhor, fundamentais.
Falamos no singular, de motivo, porque, de fato, a importância dessas verificações está estritamente ligada a um aspecto: o da segurança!

Um sistema elétrico que não é verificado pode representar um perigo para a segurança das pessoas e dos edifícios.

Além disso, há outro aspecto que torna as verificações indispensáveis e inegociáveis: a eficiência do sistema.

Ao observarmos bem, eficiência e segurança estão intimamente ligadas. As verificações, sejam elas iniciais ou periódicas, garantem a eficiência do funcionamento do sistema e evitam falhas ou mau funcionamento, estes últimos ligados à potencial periculosidade de um sistema mal mantido.

Após destacarmos a importância das verificações do sistema em termos de segurança e proteção de pessoas e imóveis, também é útil ressaltar a utilidade de contar com software de modelagem 3D MEP.

Se ainda não implementou essas ferramentas em seu fluxo de trabalho de projeto, não se preocupe, você ainda pode experimentá-las gratuitamente agora!

 

edificius-mep
edificius-mep