Home » BIM e Arquitetura » Levantamento topográfico, descubra porque é importante

A imagem mostra um canteiro de obras com as ferramentas para um levantamento topográfico.

Levantamento topográfico, descubra porque é importante

O levantamento topográfico é o conjunto de atividades destinadas a determinar a posição de pontos topográficos. Descubra porque é importante!

Antes de iniciar qualquer projeto de engenharia civil, uma operação primordial é assegurar o correto posicionamento dos edifícios e infraestruturas mediante um levantamento topográfico.

O planejamento e projeto de obras civis são de fato baseados em medições topográficas e, durante a fase de execução, essas obras são construídas ao longo das linhas e pontos estabelecidos pelo levantamento.

Se você quiser saber mais detalhes sobre o assunto, aqui está uma visão completa das atividades envolvidas em um levantamento topográfico, geralmente realizados por profissionais habilitados, como os engenheiros agrimensores.

O que é o levantamento topográfico

O levantamento topográfico é o processo que permite determinar a localização exata de objetos na superfície da terra (sejam naturais ou artificiais) coletando, avaliando e registrando vários dados no solo.

Esse processo normalmente envolve a medição dos ângulos e das distâncias horizontais e verticais entre os pontos levantados, além de uma descrição das características relacionadas às estruturas ou superfícies consideradas.

Entre os principais objetivos esperados de um levantamento topográfico, da responsabilidade de um engenheiro agrimensor, encontram-se:

  • criação de mapas topográficos;
  • divisão dos limites de propriedade;
  • planejamento e avaliação da viabilidade de novos projetos de construção;
  • avaliação das rotas planejadas para estradas, ferrovias, linhas de energia, etc.;
  • inspeção de estruturas existentes, como rodovias, canais, barragens e pontes, etc.

As informações assim obtidas podem ajudar os profissionais do setor no planejamento, projeto e construção de obras de engenharia civil e são essenciais para garantir o sucesso de um projeto. Vamos descobrir por quê.

Por que o levantamento topográfico é tão importante para engenheiros civis

Dado que a engenharia civil envolve a construção e ligação de estruturas e infraestruturas à superfície terrestre, o levantamento de engenharia e o levantamento do terreno realizam uma papel importante pois garantem que o projeto não afete negativamente o meio ambiente, e oferecem todas as informações básicas necessárias para realizar a obra de forma seguro, eficiente e econômico .

Os projetos de engenharia civil podem incluir, por exemplo, a construção de:

  • áreas residenciais;
  • ruas;
  • pontes;
  • ferrovias;
  • aeroportos;
  • barragens;
  • aquedutos;
  • esgotos;
  • gasodutos;
  • redes elétricas.
A imagem mostra um conjunto de fotos referentes às várias fases envolvidas em um canteiro de obras.

Obras de engenharia civil

Geralmente, as atividades de levantamento são realizadas antes mesmo da fase de projeto dessas obras para planejar vários aspectos do projeto e determinar os parâmetros exatos do ambiente natural.

Além de ajudar os profissionais do setor a mapear corretamente todos os seus projetos, o levantamento topográfico também fornece as informações geográficas necessárias para construir estruturas que se adaptem perfeitamente ao terreno circundante.

No contexto da engenharia civil, o processo de levantamento também pode ser muito útil nas fases de pós-projeto, pois permite verificar a qualidade da construção e garantir o andamento do projeto de acordo com as tolerâncias e critérios dimensionais pré-estabelecidos.

Através do levantamento do construído (As Built), realizado após a conclusão do projeto, também é possível verificar as medições e a precisão dos dados em relação ao que foi planejado na fase inicial.

Quais são as ferramentas de um engenheiro agrimensor

Seguem algumas das ferramentas utilizadas pelos agrimensores nas atividades de levantamento.

  • Teodolito: instrumento topográfico óptico-mecânico que permite a medição de ângulos de azimute e zênite.
  • Estação total: também chamado de taqueômetro, representa a evolução tecnológica do teodolito e é um instrumento eletrônico que permite detectar ângulos e distâncias com grande precisão, determinando a posição exata dos pontos no espaço. A estação total também pode ser conectada a um computador para processamento de dados.
  • Nível digital: instrumento de precisão que permite medir e memorizar diferenças de altura e distâncias.
  • Scanner a laser: permite medir em alta velocidade a posição de centenas de milhares de pontos que definem a superfície dos objetos ao redor. O resultado da aquisição é comumente chamado de “nuvem de pontos” e constitui a base para a correta representação tridimensional do objeto detectado.
  • Receptores GNSS (Sistema Global de Navegação por Satélite): utilizados tanto na fase de levantamento quanto na fase de rastreamento, os recetores GNSS permitem posicionar pontos na superfície terrestre e determinar suas coordenadas usando sistemas de navegação por satélite.
  • Drone: não é um instrumento de medição, mas uma aeronave radiocontrolada equipada com uma câmera para realizar reconstruções fotogramétricas ou equipada com tecnologia LiDAR (Laser Imaging Detection and Ranging) para varredura a laser. Os drones são usados principalmente para realizar vistorias ou inspeções em áreas de alto risco (como pontes ou outras infraestruturas).
A imagem mostra dois agrimensores em um canteiro de obras realizando um levantamento topográfico com a ajuda de um drone e de um scanner a laser LiDAR.

Pesquisa com tecnologia LiDAR

O scanner a laser terrestre e os sensores LiDAR montados em drones são tecnologias altamente inovadoras usadas principalmente no campo da modelagem de informações de construção para o levantamento do construído. Nuvens de pontos capturadas por essas ferramentas podem ser importadas para softwares de modelagem BIM capazes de gerar automaticamente modelos digitais das obras detectadas.

Se você também precisa criar o modelo BIM de uma estrutura existente de forma rápida e confiável, pode experimentar um software profissional para a importação da nuvem de pontos BIM que, com apenas alguns cliques, permite criar o modelo BIM diretamente da nuvem de pontos.

Quais são os diferentes tipos de levantamento na engenharia

Cabe lembrar que existe mais de um tipo de levantamento topográfico.

Na maioria dos casos, opta-se por recorrer a levantamentos planos, em que a extensão da obra abrange apenas pequenas porções de terreno (inferiores a 250 km²), que podem ser aproximadas a superfícies planas. Desta forma, opta-se por negligenciar a curvatura da Terra e considerar todas as superfícies como planos geométricos nivelados.

Por outro lado, em projetos de tamanho maior, é preciso recorrer ao levantamento geodésico, que leva em conta a curvatura da Terra.

Independentemente das considerações sobre a curvatura terrestre, o levantamento também pode ser classificado em relação à finalidade para a qual é realizado, distinguindo-se entre as seguintes categorias:

  • levantamento topográfico: é usado para criar um mapa de uma determinada região do território que inclui características naturais e artificiais e informa as altitudes.
  • Levantamento cadastral: centra-se na identificação dos limites da propriedade.
  • Levantamento de controle: apto a estabelecer a posição dos pontos de controle no solo.
  • Vistoria: apta a explorar as condições do local e disponibilidade de infraestrutura.
  • Levantamento dos percursos: é usado para planejar, projetar e traçar rotas para a construção de obras lineares (como rodovias, ferrovias, canais, dutos, etc.).
  • Levantamento prévio do entorno do canteiro: é usado para coletar dados adequados para preparar o plano da área do projeto.
  • Inspeção de obras: serve para traçar as linhas e pontos necessários à própria construção da obra no terreno.
  • Inspeção da obra construída: usada para coletar e registrar os dados das estruturas à medida que foram construídas.
edificius
edificius