Home » BIM e Projeto de construção » Moradia estudantil: o novo alojamento para estudantes

Moradia estudantil

Moradia estudantil: o novo alojamento para estudantes

Descubra o que é a moradia estudantil: um alojamento para estudantes que vai além do dormitório, contribuindo para o desenvolvimento urbano e oferecendo espaços compartilhados

Os alojamentos para estudantes não são apenas um lugar para dormir; são o alicerce para construir o seu sucesso acadêmico. A conexão entre o ambiente habitacional e o desempenho acadêmico é um elemento frequentemente subestimado, mas crucial.

Vamos começar descobrindo o que é a moradia estudantil e qual software de design arquitetônico utilizar para gerenciar da melhor forma a realização destas obras.

Moradia estudantil como elemento para melhorar a vida dos estudantes -Moradia estudantil

Moradia estudantil como elemento para melhorar a vida dos estudantes

O que é a moradia estudantil?

A moradia estudantil, ou alojamento para estudantes, é uma forma de residência projetada especificamente para acolher estudantes, geralmente universitários. Estes alojamentos oferecem soluções habitacionais que vão além de simplesmente fornecer um teto sobre a cabeça, criando um ambiente que apoia o sucesso acadêmico e promove o crescimento pessoal.

Tipos de alojamentos

Existem diversos tipos de alojamentos para estudantes, mas aqui nos concentraremos em 2:

Residências universitárias

As residências universitárias representam uma das opções mais tradicionais de alojamento para estudantes. Frequentemente são de propriedade direta da instituição de ensino superior ou afiliadas a ela. Sua localização estratégica próxima ao campus as torna convenientes para os estudantes. Essas estruturas são projetadas para criar um ambiente comunitário, incentivando a interação entre os estudantes. Também oferecem uma variedade diversificada de comodidades, como salas de estudo, espaços recreativos e serviços adicionais, que vão desde conexão rápida à internet até lavanderias. A conveniência de ter estruturas acadêmicas ao alcance e a possibilidade de participar de eventos e atividades organizadas tornam as residências universitárias uma escolha popular, especialmente para os calouros.

Apartamentos e casas para estudantes

Os apartamentos e casas para estudantes representam uma alternativa mais independente. Podem ser vistas como diferentes soluções pertencentes à mesma categoria de edifícios. Normalmente são geridos por privados e podem consistir em unidades habitacionais independentes ou compartilhadas por vários estudantes. A flexibilidade oferecida se traduz em maior autonomia e a possibilidade de personalizar a experiência habitacional. Estudantes que buscam mais privacidade e preferem um estilo de vida mais independente frequentemente optam por essa opção. Essas soluções implicam o aluguel de estruturas que podem variar em termos de tamanho e comodidades.

Ambientes funcionais nos alojamentos para estudantes

A eficácia de uma moradia estudantil baseia-se na organização dos espaços que favorece tanto a individualidade quanto a sociabilidade, mantendo padrões elevados de sustentabilidade ambiental e integrando tecnologias modernas. Respeitando as definições fornecidas pelo decreto, analisamos as diferentes áreas funcionais previstas nos projetos de alojamentos para estudantes.

Áreas funcionais essenciais

As áreas funcionais indispensáveis em uma moradia estudantil são:

  • residência – o espaço dedicado à vida privada dos estudantes, com uma divisão cuidadosa entre áreas privadas e semi-privadas.
  • Serviços – áreas comuns e serviços coletivos, como salas de estudo, salas recreativas, cozinhas compartilhadas e espaços de conectividade, promovem a interação social.
  • Ambientes conectivos – pontos de encontro e socialização, tanto dentro da residência quanto nos serviços compartilhados, promovem a coesão comunitária.

Requisitos chave no design

Ao projetar um edifício para estudantes, é necessário considerar outros aspectos importantes para a organização dos espaços e do edifício como um todo:

  • compatibilidade ambiental – uma caracterização precisa do local, considerando clima, fontes de energia renovável e luz natural, é fundamental. A priorização de materiais de baixo impacto ambiental é crucial.
  • Integração urbana – a localização da moradia estudantil deve garantir acesso a serviços essenciais, integrando-se harmoniosamente ao contexto urbano e facilitando a conexão com os campi universitários.
  • Equilíbrio entre individualidade e sociabilidade – o design deve equilibrar espaços privados e coletivos para atender às necessidades de individualidade e promover a interação social.
Alojamentos para estudantes bem conectados com escolas e universidades -Moradia estudantil

Alojamentos para estudantes bem conectados com escolas e universidades

Tecnologias de informática e multimídia

As residências estudantis devem maximizar o uso de tecnologias de informática e multimídia. Cabos eficientes e serviços de conectividade de dados facilitam uma gestão moderna e eficiente da residência.

Orientação ambiental e acessibilidade universal

Os espaços devem ser facilmente identificáveis e acessíveis, considerando as diferentes capacidades físicas, sensoriais e perceptivas dos usuários.

Manutenção e gestão otimizadas

O design visa maximizar a manutenibilidade, durabilidade e substituibilidade de materiais e componentes, otimizando o custo global da intervenção.

Quais são as vantagens da moradia estudantil?

A moradia estudantil, uma evolução do conceito tradicional de alojamento para estudantes, traz uma série de benefícios significativos tanto para os estudantes quanto para o território circundante. Sua natureza inovadora e voltada para o futuro tem impactos positivos em vários níveis:
valorização do território – a moradia não é mais um elemento periférico, mas uma parte integrante do tecido urbano. As residências universitárias contribuem para o desenvolvimento do território, estimulando a criação de novas infraestruturas como museus, restaurantes, lojas e escritórios.

Contribuição econômica e cultural – os espaços habitacionais não são mais concebidos como dormitórios impessoais, mas sim como elementos que agregam valor econômico e cultural ao território. As novas tendências promovem o compartilhamento e a colaboração, criando um ambiente estimulante para o crescimento pessoal e coletivo.

Adaptação às novas formas de vida – após o período de pandemia, as formas de aproveitamento da casa mudaram. A moradia estudantil se adapta a novos modelos de autonomia e colaboração, oferecendo espaços dedicados ao trabalho remoto e áreas de lazer. Essa flexibilidade atende às necessidades dos estudantes que buscam um equilíbrio entre estudo, trabalho e vida social.

Compartilhamento e colaboração – as novas tendências da moradia estudantil concentram-se na oferta de espaços e serviços comuns que promovem o compartilhamento e a colaboração entre os estudantes. Esses imóveis se tornam locais híbridos onde o estudo autônomo se integra à vida urbana, favorecendo a criação de redes de conhecimento e relacionamentos.

Inovação na hospitalidade estudantil – conceitos como o hotel estudantil estão sendo desenvolvidos, uma hospitalidade híbrida que oferece aos estudantes quartos confortáveis e serviços avançados, combinando o conforto e a privacidade de uma acomodação privada com a atmosfera de comunidade típica dos albergues metropolitanos. Este formato inovador redefine a maneira como os estudantes vivem e interagem com seu ambiente habitacional.

Como projetar uma moradia estudantil

Para projetar edifícios que possam abrigar estudantes, é necessário usar as ferramentas corretas que ofereçam uma visão completa das coisas de forma simples e eficiente. Vejamos alguns exemplos de realizações que levaram em conta as necessidades mencionadas anteriormente e utilizaram softwares avançados de projeto para obter os melhores resultados de design.

Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong | Alojamentos estudantis projetados por Zaha Hadid Architects e Leigh & Orange.

Esta residência moderna é conhecida por seu caminho no telhado, que serve como circulação principal. O terreno inclinado é aproveitado para que as casas levem diretamente ao bloco acadêmico sem a necessidade de atravessar o terreno íngreme.

O telhado oferece amplas áreas ao ar livre para a socialização de estudantes e funcionários, contribuindo para criar uma rica cultura universitária. Existem três tipos de acomodações que podem abrigar de 18 a 36 alunos, oferecendo-lhes um senso de comunidade e responsabilidade.

Espaços para socialização ao longo do caminho no telhado -Moradia estudantil

Espaços para socialização ao longo do caminho no telhado

The Deacon, uma residência privada para estudantes localizada em Cincinnati, Ohio, é uma das casas modernas mais luxuosas, oferecendo piscina, estacionamento coberto, área de lounge, sala de jogos, simulador de golfe, sala de música, teatro, áreas de estudo privadas e em grupo, e salas de conferência.

Os interiores criam um ambiente acolhedor e seguro para os estudantes. Cada quarto possui um banheiro com banheira, e alguns oferecem closets. O centro de fitness é amplamente projetado com áreas dedicadas para tipos específicos de treinamento.

Residência privada para estudantes localizada em Cincinnati - Ohio

Residência privada para estudantes localizada em Cincinnati – Ohio

Alojamentos estudantis de St. Andrew | Residências estudantis

O Colégio de St. Andrew em Gurgaon possui dois prédios residenciais para estudantes, um para meninos e outro para meninas, projetados de acordo com o clima local e seguindo o estilo arquitetônico vernacular. Colunas verticais e inclinadas sustentam os dois andares superiores e formam um espaço de transição de verão em dois andares abaixo. As paredes térmicas externas permitem a entrada de ar fresco e luz suave em cada sala, reduzindo a radiação direta em 70%.

A paleta de cores utilizada nos interiores complementa as cores da envolvente do edifício. Barras de aço de 1 polegada de diâmetro e tijolos personalizados com furos possibilitaram a construção de uma parede jaali sem argamassa, graças ao uso de diferentes softwares.

Edifício residencial para estudantes - Colégio de St. Andrew em Gurgaon -Moradia estudantil

Edifício residencial para estudantes – Colégio de St. Andrew em Gurgaon

Para criar estruturas que abrigam alojamentos para estudantes, é necessário realizar estudos aprofundados sobre a composição arquitetônica dos espaços, além de integrações entre aspectos arquitetônicos, estruturais, de instalações e climáticos. Por isso, é importante utilizar tecnologias de projeto apropriadas, como o BIM, renderização em tempo real, realidade virtual imersiva. Convidamos você a assistir a este vídeo que mostra como utilizar um software de projeto arquitetônico 3D BIM.

 

 

edificius
edificius