A imagem apresenta o conceito de openBIM

openBIM: o que é e como funciona

openBIM: o que é e quais são seus benefícios? Closed ou Open BIM? Tudo que você precisa saber para aprimorar a qualidade de seu trabalho

Neste artigo, vamos descobrir o que é o openBIM e o que são e como funcionam os padrões openBIM, além de focar nas ferramentas que você precisa conhecer e na importância dessas novas metodologias de trabalho.

A imagem ilustra os padroes openBIM

Os padrões openBIM

O que é o openBIM?

O BIM é uma metodologia de trabalho que prevê a utilização de formatos padrões e processos estruturados que, aplicados em cada fase do ciclo de vida da construção, visam garantir uma melhor interoperabilidade entre os profissionais envolvidos. É uma abordagem colaborativa que abrange todos os atores incluídos em um processo, assim promovendo interoperabilidade (garantida por padrões abertos e neutros) e maior qualidade dos projetos.

Em virtude dessas características, o BIM deve se basear em uma linguagem comum: padrões e fluxos de trabalho abertos, como o IFC (ISO 16739), que permitam às diversas partes interessadas compartilharem seus dados e informações. É por isso que se fala de BIM aberto e da importância de trabalhar com as ferramentas certas, adotar uma estratégia válida, informar e envolver todo o setor da construção.

Os pré-requisitos para efetivar o openBIM e melhorar os sistemas de comunicação entre os profissionais são:

  • treinamento;
  • softwares certificados;
  • processos bem estruturados;
  • habilidades adquiridas através da experiência prática.

Em última análise, o openBIM é um processo de trabalho colaborativo para a digitalização de construções, que adota padrões e formatos abertos e traz benefícios para toda a indústria da construção.

Para aprofundar o tema, confira nosso artigo Formato IFC e Open BIM: tudo o que é preciso saber.

Open BIM ou Closed BIM

O BIM fechado (Closed BIM), também chamado de “Lonely BIM“, é uma abordagem de trabalho que se baseia no uso de formatos proprietários, ou seja, arquivos produzidos por softwares de autoria BIM. Para uma equipe de trabalho, isso significa escolher um único software BIM (às vezes, até a mesma versão desse software), a ser adotado por todos os seus profissionais. Essa metodologia implica, então, trabalhar com modelos BIM, mas não prevê o uso de arquivos de intercâmbio abertos e não proprietários (como o IFC).

Isso acaba resultando em um processo fechado e restritivo, que atrapalha a colaboração com profissionais que utilizam ferramentas, aplicativos e softwares diferentes.

O BIM aberto (Open BIM), pelo contrário, se baseia em um método e fluxo de trabalho onde todas as partes colaboram e trocam informações sobre o projeto usando formatos abertos, não proprietários e neutros, independentes das ferramentas e dos aplicativos BIM adotados.

A imegem ilustra a diferenca entre closedBIM e openBIM

closedBIM vs openBIM

Por que é importante trabalhar em openBIM: os benefícios

Como vimos, a abordagem openBIM garante benefícios significativos aos profissionais da construção civil, pois traz maiores fluidez do fluxo de trabalho e qualidade do resultado final.

Além disso, a colaboração digital apoia os processos de tomada de decisão, reduz a fragmentação dos fluxos de trabalho, promove a transparência e melhora a colaboração multidisciplinar entre as equipes.

Na prática, para os profissionais do setor é sem dúvida conveniente optar pelo openBIM para conseguirem:

  • eficiência nos processos internos;
  • eficácia em alcançar objetivos de qualidade;
  • crescimento contínuo;
  • mercado mais competitivo;
  • comunicações mais eficazes;
  • procedimentos compartilhados;
  • sustentabilidade ambiental;
  • acessibilidade constante aos dados;
  • maior colaboração e interoperabilidade.

O openBIM é a resposta da buildingSMART International para obter todos os benefícios acima.

Antes de tudo, conheçamos mais sobre a buildingSMART International!

buildingSMART International: o que é?

A buildingSMART International (bSI) é uma comunidade mundial sem fins lucrativos que gosta de se definir como “Home of openBIM” (Casa do openBIM). Acreditando em princípios abertos e neutros, ela visa impulsionar a transformação digital da indústria da construção.

Está estruturada em vários órgãos de governo:

  • Capítulos
  • Membros
  • Partners

A bSI também possui uma série de Programmes (Programas), ou seja, estruturas de apoio a todas as atividades desenvolvidas pela organização.

Existem, por exemplo:

  • Standards Programme (Programa Padrões), para desenvolver padrões, atualizar sites de referência e documentos técnicos úteis para desenvolvedores.
  • Compliance Programme (Programa Conformidade), para a certificação de softwares, organizações, pessoal BIM, etc.
  • User Programme (Programa Usuário), que detecta as necessidades futuras do setor, e organiza conferências e eventos para a promoção do Open BIM.

Quais os principais padrões openBIM?

Os principais padrões openBIM são classificados em:

  • Data Standard (Padrão de dados)
  • Workflow Standard (Padrão de processos)
  • Serviços openBIM
Os padroes do formato IFC

Os padrões do formato IFC

Os Data Standards englobam os formatos:

  • IFC (Industry Foundation Classes), que permite catalogar os dados que constituem as informações.
  • MDV (Model View Definition), que define quais desses dados devem ser trocados durante um processo de comunicação, e representa um filtro das propriedades de um arquivo IFC.

Por outro lado, os Padrões de processos englobam os formatos:

  • BCF (BIM Collaboration Format), criado para agilizar a comunicação e permitir a troca de feedbacks entre os profissionais.
  • IDM (Information Delivery Manual), que permite padronizar os processos de troca entre os profissionais.

Finalmente, quanto aos Serviços openBIM, eles incluem o buildingSMART Data Dictionary (bSDD), serviço online criado para mapear dados técnicos de forma padronizada.

O verdadeiro objetivo desses padrões é aprimorar e padronizar os processos de comunicação entre todos os atores interessados.

usBIM, o sistema integrado para o Open BIM

usBIM é o sistema integrado para a digitalização de construções, concebido para atuar em modo openBIM.

O sistema, de fato, possui uma série de aplicativos que trabalham nos modelos em formato aberto, permitindo:

  • visualizar e gerenciar modelos BIM em qualquer formato [.IFC, .BCF, Revit (.RVT e .RFA), nuvens de pontos (.LAS, .LAZ, .E57, .PLY, .PTS, .XYZ, etc.), GIS (.geoJson), AutoCAD (.DWG e .DXF)].
  • Armazenar, manusear e compartilhar arquivos de projetos, independentemente do formato de dados, do local de trabalho ou do dispositivo usado.
  • Coordenar o trabalho de equipe com videochamadas online e compartilhamento da tela.
  • Realizar orçamentos e controle de obras online.
  • Gerenciar problemas (issues) no modelo e nos dados diretamente na nuvem com processos rastreáveis.
  • Gerenciar documentos de texto e planilhas de forma colaborativa.
  • Colaborar em tempo real com as equipes de projeto, execução e manutenção através de chat e reuniões on-line.
  • Criar um sistema de informação da construção online, enriquecendo o modelo digital 3D com dados e documentos.
  • Colocar os modelos 3D BIM no GIS.
  • Adicionar ao modelo BIM informações provenientes de sensores IoT.

A imagem ilustra a gestao do modelo IFC no navegador | usBIM.browser | ACCA software

 

usbim
usbim