Home » Notícias sobre BIM » Ponte estreita sobre Messina: uma obra de engenharia e inovação tecnológica

Ponte estreita sobre Messina

Ponte estreita sobre Messina: uma obra de engenharia e inovação tecnológica

Descubra a Ponte estreita sobre Messina, uma obra de engenharia revolucionária e símbolo de crescimento e inovação para a Itália, projetada com tecnologia BIM de ponta.

Ponte estreita sobre Messina: um colosso de engenharia e inovação tecnológica

Após mais de meio século de estudos, análises e trabalho incessante, o projeto da Ponte estreita sobre Messina, liderado pelo consórcio Eurolink e pela renomada empresa Webuild, alcançou um marco significativo, apresentando a documentação atualizada e definitiva para a obra e suas infraestruturas de conexão. Esse gigante da engenharia, destinado a se tornar a ponte suspensa mais longa do mundo, não representa apenas um desafio tecnológico de alcance internacional, mas também é um showcase da engenharia italiana no mundo, com um impacto significativo na mobilidade do sul da Itália.

Um projeto de enorme complexidade e significado

A ponte, com um vão total de mais de 3.660 metros e um vão central suspenso de 3.300 metros, foi projetada para resistir a condições extremas, tanto em termos de intensidade do vento quanto de eventos sísmicos, garantindo os mais altos níveis de segurança, eficiência e sustentabilidade ambiental. A estrutura, que abrigará duas pistas de estrada e uma linha ferroviária de duplo trilho, promete revolucionar a mobilidade da região, permitindo um fluxo de 6.000 veículos por hora e até 200 trens por dia.

Inovação e tecnologia: o uso do BIM no projeto

O uso de ferramentas BIM (Modelagem da Informação da Construção) e tecnologias digitais avançadas desempenhou um papel crucial no projeto, construção e futura manutenção da Ponte estreita sobre Messina. O BIM, por meio da criação de modelos digitais em 3D, permitiu que engenheiros e projetistas visualizassem, analisassem e testassem virtualmente o projeto, garantindo soluções ótimas e sustentáveis em todas as fases de vida da obra. A criação de um gêmeo digital da ponte também será fundamental para monitorar, gerenciar e manter eficientemente a estrutura ao longo do tempo, oferecendo um modelo virtual preciso que reflete o estado real da infraestrutura e permite prever e prevenir potenciais problemas.
Neste vídeo, vemos um exemplo de aplicação da tecnologia Digital Twin em uma ponte e os benefícios oferecidos pela capacidade de navegar no modelo virtual para realizar inspeções, avaliar o desgaste dos componentes críticos e identificar condições de perigo para tomar medidas preventivas. Tudo isso graças a um único software de gerenciamento de pontes!

Neste outro vídeo, vemos como softwares de gerenciamento de pontes, como o usBIM, permitem o monitoramento em tempo real das condições estruturais e funcionais das pontes, graças à integração com a IoT: sensores estrategicamente posicionados na infraestrutura registram dados como vibrações, deformações, temperatura e cargas que podem ser visualizados e analisados com um simples clique do mouse.

Além disso, como no caso da Ponte estreita sobre Messina, este vídeo nos permite apreciar outra vantagem da integração das tecnologias BIM, OpenBIM e GIS no BMS: a visão geoespacial completa da infraestrutura, com simplificações significativas para a localização, análise e gerenciamento das infraestruturas em uma área geográfica específica.

Um símbolo de crescimento e desenvolvimento

A Ponte estreita sobre Messina não é apenas uma obra de engenharia de extraordinária complexidade, mas também representa um símbolo de crescimento e desenvolvimento para o sul da Itália e para todo o país. Pietro Salini, CEO da Webuild, expressou satisfação com o progresso do projeto, destacando como ele pode atuar como catalisador para o crescimento econômico da Itália. Com um impacto significativo em termos econômicos e ocupacionais, o projeto é um exemplo claro de como a engenharia e a inovação podem caminhar juntas, criando obras que não apenas desafiam os limites tecnológicos, mas também melhoram a vida cotidiana das pessoas e o desenvolvimento das áreas envolvidas.

Um futuro de inovação e sustentabilidade

A Ponte estreita sobre Messina, com sua extraordinária combinação de engenharia avançada, inovação tecnológica e sustentabilidade ambiental, se apresenta como um farol no cenário das infraestruturas globais. Enquanto aguardamos ansiosamente o início das atividades previsto para antes do verão de 2024, a obra continua a representar um emblema do que a determinação, a expertise e a tecnologia podem realizar quando direcionadas a objetivos ambiciosos e visionários.

 

usbim-bridge-management-software
usbim-bridge-management-software