Home » BIM e cálculo estrutural » Reforço Estrutural

Reforço Estrutural

Reforço Estrutural

Aqui estão os intervenções de reforço estrutural para aumentar o nível de segurança dos edifícios existentes

Melhorar a segurança estrutural dos edifícios existentes é um desafio complexo. Entender as causas das discordâncias e os pontos fracos do edifício é o primeiro passo para escolher as intervenções de reforço estrutural adequadas.

Quais são os critérios orientadores que o projetista deve seguir ao escolher uma intervenção de reforço estrutural?

Neste artigo, veremos como navegar entre as diferentes tipologias de reforço e como obter análises detalhadas e cálculos que atendam aos requisitos com o suporte de um software de cálculo estrutural.

O que é o reforço estrutural?

O reforço estrutural consiste nas ações e técnicas de intervenção destinadas a melhorar a segurança dos edifícios existentes. O aumento da segurança estrutural pode envolver elementos estruturais individuais da construção (como em intervenções locais ou de reparação) ou toda a estrutura (como em intervenções de melhoria ou adaptação), impactando significativamente o comportamento global do edifício. A escolha da intervenção de reforço estrutural visa combater o desenvolvimento de mecanismos locais e/ou frágeis e melhorar o comportamento da estrutura, aumentando o nível de segurança para seus usuários.

Consolidação estrutural em alvenaria - Reforço estrutural

Consolidação estrutural em alvenaria

Consolidação estrutural em alvenaria

As intervenções de consolidação estrutural em alvenaria podem variar de acordo com a natureza e a extensão dos danos, bem como as características específicas do edifício e do tipo de alvenaria. No entanto, algumas das intervenções mais comuns para consolidação de alvenaria incluem:

Injeções de resina ou argamassa

Essa técnica envolve a injeção de resinas ou argamassas especiais nos elementos danificados da alvenaria. Essa intervenção é escolhida para reforçar a alvenaria existente, restaurar a coesão e a resistência estrutural, especialmente em caso de pulverização da argamassa original.

Chapisco com concreto armado

O chapisco com concreto armado é uma intervenção vantajosa para alvenarias fortemente danificadas e inconsistentes. A intervenção envolve a criação de duas placas de concreto armado, colocadas nos lados da alvenaria e conectadas a ela por conectores transversais. Essa técnica é eficaz somente se o chapisco armado for aplicado em ambos os lados da alvenaria e se forem posicionadas conexões transversais adequadas, como barras injetadas, firmemente ancoradas às redes de armadura. Além disso, é essencial prestar atenção à sobreposição adequada dos painéis de malha eletro soldada, garantindo a continuidade da armadura vertical e horizontalmente.

Realização de costuras

A adição de costuras, frequentemente feitas com barras de aço ou fibras compostas, pode conectar partes separadas da alvenaria, especialmente nos cantos ou cruzamentos das paredes. É recomendado optar por costuras armadas em caso de grande descontinuidade entre os elementos estruturais.

Aplicação de tecidos de fibra de carbono

Os tecidos de fibra de carbono podem ser colados na superfície das alvenarias para aumentar sua resistência. Essa técnica é frequentemente utilizada em combinação com resinas adesivas.

Consolidação de arcos e cantos

Partes específicas das alvenarias, como cantos e arcos, podem estar sujeitas a diferentes tensões. Intervenções direcionadas, como a instalação de tirantes ou o uso de materiais compostos, podem ser aplicadas para reforçar essas áreas.

Restauração e reconstrução pontual

Em casos de danos graves ou avançados (como fissuras que atravessam, descolamentos, colapsos pontuais, etc.), pode ser necessário proceder com a restauração ou reconstrução de partes específicas das alvenarias ou a substituição de blocos danificados (técnica do corta e cola). Isso pode envolver a substituição pontual de tijolos e blocos por elementos semelhantes aos existentes ou o uso de materiais diferentes dos originais, a fim de tornar a intervenção reconhecível em caso de restauração conservadora.

Cadeias e cabos de pré-compressão

Para evitar o fenômeno de tombamento fora do plano das alvenarias, é aconselhável inserir correntes de aço. O uso de correntes deve fazer parte de uma abordagem integrada para a consolidação, que também pode incluir outras intervenções, como injeção de resinas, reforço de fundações, chapisco com concreto armado e outras técnicas específicas para as necessidades do edifício.

Intervenções de consolidação sísmica

Em zonas sísmicas, as intervenções de consolidação podem incluir a instalação de dispositivos antissísmicos, como isoladores elásticos ou amortecedores, para melhorar a capacidade do edifício de resistir às forças sísmicas.

Aqui está um vídeo que demonstra como calcular estruturas em alvenaria portante em intervenções de adaptação sísmica.

Consolidação estrutural do concreto armado

A consolidação estrutural do concreto armado é fundamental para preservar e melhorar a segurança e durabilidade das estruturas com danos ou degradação. As intervenções podem variar dependendo da natureza específica dos problemas encontrados, mas alguns métodos comuns incluem:

Reforço das armaduras

Esta técnica envolve a adição de armaduras adicionais para aumentar a resistência da estrutura. Pode envolver a aplicação de barras de aço adicionais ao redor dos elementos estruturais existentes ou a inserção de barras adicionais em seções críticas.

Injeções de resina epóxi

A injeção de resina epóxi pode ser usada para preencher fissuras no concreto. Esse processo melhora a coesão do material e aumenta sua resistência.

Intervenções de restauração do concreto

A reparação das superfícies danificadas ou degradadas do concreto pode ser feita através da remoção do concreto danificado e aplicação de novas camadas ou argamassas de restauração.

Reforços em fibra de carbono ou compósitos

A aplicação de camadas de fibra de carbono ou materiais compósitos semelhantes nas superfícies do concreto pode melhorar a resistência e a capacidade de carga da estrutura.

Aumento da seção transversal

Em alguns casos, é possível aumentar a seção transversal de elementos estruturais, como vigas ou colunas, para melhorar a capacidade de carga. Isso pode ser alcançado através da adição de novos elementos estruturais ou realização de reforços externos.

Proteção anticorrosiva das armaduras

A corrosão das armaduras é um problema comum no concreto armado. A aplicação de revestimentos anticorrosivos ou o uso de concreto quimicamente modificado pode prevenir a corrosão e preservar a integridade estrutural.

Intervenções de consolidação sísmica

Em áreas sísmicas, as intervenções podem incluir a instalação de sistemas de dissipação de energia ou isoladores sísmicos para melhorar a capacidade do edifício de resistir às forças sísmicas.

Tecnologias de monitoramento estrutural

A instalação de sistemas de monitoramento estrutural pode ser parte integrante das intervenções de consolidação. Esses sistemas permitem a avaliação contínua das condições estruturais ao longo do tempo, incluindo o uso de software de monitoramento estrutural.

Análise estrutural avançada

O uso de modelagem avançada e análise estrutural pode ajudar a identificar áreas críticas e orientar intervenções de consolidação de maneira direcionada. Utilizar um software de cálculo estrutural que utiliza o modelo 3D do edifício pode ser a solução mais adequada.

Consolidação com fibras de carbono

A consolidação com fibras de carbono é uma técnica avançada usada no reforço estrutural para melhorar o desempenho e a resistência de elementos construtivos em concreto, pedra, aço, etc. Este método aproveita as excepcionais propriedades mecânicas das fibras de carbono, que são leves, de alta resistência e resistentes à corrosão.

Para mais informações, consulte este artigo técnico “Fibras de Carbono na Construção“.

 

edilus
edilus