Guia projeto escada caracol_software_projeto_arquitetonico_BIM

Como projetar uma escada caracol: o guia técnico

Como projetar uma escada caracol: o guia com tipos, dimensões mínimas e um modelo 3D realizado com um software de projeto arquitetônico BIM

Este artigo pretende explicar como projetar corretamente uma escada caracol, bem como disponibilizar um projeto 3D completo com renders, realizado com um software profissional para engenheiros e arquitetos que pode baixar imediatamente.

Render realizado com um software BIM

Render escada caracol realizado com Edificius

Baixe o modelo BIM 3D (arquivo .edf) do projeto

 

Baixe e teste gratuitamente Edificius, o software para projeto arquitetônico BIM

Por que escolher uma escada em caracol

A necessidade de otimizar espaços é uma das solicitações mais recorrentes às quais os técnicos devem responder com soluções cada vez mais engenhosas, criativas e funcionais. Projetar uma escada, em particular, é uma tarefa que requer atenção especial, pois é preciso combinar necessidades estéticas, funcionais e estruturais. Definir tipo, forma, material e estrutura da escada, bem como colocar ela na posição correta, são todas escolhas que afetam a qualidade final de um projeto.

Optar pelo projeto de escada em caracol ajuda a satisfazer todas essas necessidades.

Para saber mais sobre projeto de internas, sugerimos que leia o nosso artigo “Como desenhar uma escada: critérios e exemplos para baixar”.

Projeto de escada caracol: tipos e benefícios

A escada caracol é um tipo específico de escada com lance curvo mais frequente em edifícios residenciais, para ambientes pequenos ou contextos específicos.

Este tipo de escada pode possuir planta:

  • circular;
  • quadrada;
  • elíptica.
Escada em caracol tipos plantas

Planta circular, quadrada e elíptica – Planta escada caracol realizada com Edificius

A escada caracol com planta circular é a mais comum, pois ocupa uma área menor que os outros tipos.

A sua estrutura é caracterizada por um suporte central, que se desenvolve verticalmente, no qual são enganchados os degraus, em saliência ou apoiados em outro elemento de apoio.

Geralmente, é realizada em metal ou madeira, mais raramente em concreto armado no caso de escadas externas. Os degraus podem ser feitos com qualquer material.

Planta-programa BIM de arquitetura 3D-Edificius

Projeto de escada caracol realizada com Edificius

Preferir uma escada caracol a um tipo tradicional (em forma de L, com planta retangular, etc.) apresenta benefícios óbvios, especialmente em termos de gerenciamento de espaços. Uma escada em espiral, de fato, ocupa uma superfície pequena em planta e, ainda, pode ser colocada em vãos com um diâmetro de cerca de 1,20 m.

Além disso, o mercado disponibiliza uma vasta gama de soluções pré-moldadas, que também permitem poupanças significativas em termos de custo e tempo de instalação.

Dimensionamento de uma escada caracol

Para tornar confortável o uso de escadas, é necessário calcular corretamente a relação entre espelho e pisada.

Ao longo dos séculos, estudos arquitetônicos e ergonômicos produziram várias fórmulas empíricas para teorizar a relação espelho/pisada e garantir o uso seguro de escadas.

Ainda hoje, a fórmula mais usada é a do arquiteto François Blondel, que remonta ao ano de 1675: o esforço feito para levantar o pé verticalmente é igual ao dobro do esforço necessário para movê-lo horizontalmente.

Disso resulta que a proporção correta entre espelho e pisada deve ser igual a:

2a + p = 62÷64 cm

onde a é o valor de espelho e p o de pisada.

Passo-homem-escada-fórmula-Blondel

Aplicação gráfica da fórmula de Blondel

Uma vez estabelecida a relação correta entre espelho e pisada, é necessário definir esses valores.

Para qualquer tipo de escada, a pisada não pode ser inferior a 25 cm. Nas escadas em espiral, a forma triangular do degrau implica um piso variável do centro da escada até o corrimão.

Corte de escada caracol realizado com Edificius

Corte de escada caracol realizado com Edificius

Para calcular corretamente o tamanho da pisada, será necessário medi-la ao longo da linha de percurso, identificada de acordo com o valor do diâmetro da escada e posicionada a cerca de 30 cm do corrimão. O espelho deve ser calculado considerando o passo da escada, ou seja, a distância vertical entre dois pontos homólogos.

De fato, como a escada em espiral se desenvolve em torno de um elemento de apoio central, cada degrau deve estar a pelo menos 2 m do seu homólogo no módulo superior, de forma a garantir uma distância adequada e, portanto, o uso seguro da própria escada.

Esquema distância mínima realizado com software projeto arquitetônico BIM

Projeto de escada caracol – Distância mínima entre dois pontos homólogos – Realizada com Edificius

Em escadas caracol de pequeno diâmetro (100/130 cm) onde, para não reduzir muito a profundidade da pisada, não é possível inserir mais de 12 degraus por rotação, o valor do espelho será geralmente maior do que em escalas retas.

Projeto de escada caracol: exemplo prático

Para facilitar a compreensão do projeto de escada caracol, disponibilizamos aqui um exemplo prático.

Vamos supor que tenhamos que projetar uma escada caracol circular, tendo um vão com 1,30 m de diâmetro e uma diferença de nível de 3,00 m.

Para estabelecer o diâmetro de uma escada com base circular, é recomendável que o diâmetro da escada seja um pouco menor que o do vão disponível. Neste caso, definimos o diâmetro da escada a ser igual a 1,20 m.

Em primeiro lugar, é necessário determinar posição e largura do patamar, bem como comprimento e posição da linha de percurso.

No caso de escadas caracol, é aconselhável que o patamar possua uma largura pelo menos igual à largura da pisada. Desenhamos, portanto, um patamar com largura igual ao raio da escada (60 cm). O resultado será um triângulo equilátero com ângulos internos iguais a 60 °.

Esquema dimensão patamar escada caracol realizado com software projeto arquitetônico BIM

Projeto de escada caracol – Dimensão patamar – Realizada com Edificius

A linha de percurso deve ser indicada a cerca de 30 cm do corrimão. Portanto, com um diâmetro da escala de 1,20 m, teremos um diâmetro de linha de 0,60 m.

Vamos agora calcular o comprimento da linha de percurso em planta:

0,60 m x π = 1,88 m

valor ao qual devemos subtrair o espaço ocupado pelo patamar.

O valor final da linha de percurso útil para o cálculo, portanto, será 1,88 m – (1,88 / 6) m = 1,57 m.

Neste ponto, podemos realizar a elevação da escada em planta: desenhamos, horizontalmente, a linha de percurso medida em planta, incluída entre a parte de trás e a frente do patamar (1,57 m) e, verticalmente, o patamar da escala de 2,00 m. Juntando as duas extremidades, iremos obter o desenvolvimento real da linha de percurso igual a 2,54 m (calculável com o teorema de Pitágoras).

Prosseguimos, então, com o cálculo de espelhos e pisadas, como nas escadas retas.

Agora, vamos desenhar a escala em planta para verificar o conforto de entrada e saída. Se a entrada não for confortável, podemos girar toda a escada, movendo então a saída também, ou alterar a direção da subida da direita para a esquerda, deixando o patamar inalterado e movendo a entrada para o lado oposto.

A nossa escada em espiral possui uma estrutura de aço, com um pilar central de seção circular. A escolha de mármore e resina preta, materiais contrastantes, torna o resultado final realmente sugestivo.

Render sala de estar realizado com software projeto BIM

Render sala de estar realizado com Edificius

Download pranchas gráficas DWG e modelo BIM 3D do projeto

Seguem, disponíveis para download gratuito, as pranchas gráficas em DWG e o modelo 3D do projeto de escada caracol realizados com um software de projeto arquitetônico BIM.

Baixe o modelo BIM 3D (arquivo .edf) do projeto de escada caracol

Baixe e teste gratuitamente Edificius, o software para projeto arquitetônico BIM

 

Baixe as pranchas gráficas em DWG do projeto de escada caracol

edificius
edificius