A imagem mostra um técnico realizado um projeto as-built com as alterações surgidas na fase de realização.

Projeto as-built, do que se trata?

O projeto as-built consiste em desenhos técnicos que representam o edifício após a sua construção. Vamos descobrir mais

No desenvolvimento de um projeto arquitetônico, existem diversos tipos de desenhos técnicos que variam de acordo com a finalidade, o tipo de representação, o grau de detalhe, etc.

Neste artigo, especificamos a diferença entre os desenhos as-built, que representam o edifício como foi construído, e os desenhos técnicos geralmente entregues e arquivadas ao final de um projeto.

Antes de começar, gostaríamos de deixar nosso convite para utilizar um software de projeto arquitetônico 3D que permite criar tabelas executivas automaticamente a partir do modelo 3D.

Desenho de projeto executivo realizado com o Edificius

Desenho de projeto executivo realizado com o Edificius

O que caracteriza o projeto as-built?

O projeto as-builtinclui uma série de desenhos criados e apresentado pelo empreiteiro na conclusão de um projeto (ou de suas fases) para representar a aparência real do edifício durante ou no final das obras.

O objetivo dos desenhos as-built é documentar a obra como foi realmente construída, incorporando as modificações que foram feitas durante a construção, obra ou fabricação, e representando as dimensões exatas e as posições reais de todos os elementos.

É uma boa prática criar a documentação as-built já na fase de construção, atualizando gradativamente as informações que sofreram alterações. Dessa forma, é possível gerar um modelo de informação virtual condizente com o real e cumprir integralmente as cláusulas contratuais.

Normalmente, o empreiteiro que executou a obra também tem o ônus de produzir e entregar a documentação as-built ao cliente. Antes da entrega ao cliente, a documentação deve ser aceita e aprovada definitivamente pelo profissional responsável e pode constituir prova contra o técnico (projetista ou gerente de obra) ou a empresa em caso de divergências ou inconsistências entre as obras realizadas e aquelas estabelecidas pelo contrato.

Qual é a diferença entre ele e projeto executivo?

O projeto executivo destina-se a representar em grande detalhe cada componente do edifício a ser construído.

Ele contém os desenhos que são encaminhados à obra, devendo portanto detalhar todos os detalhes do edifício, com um nível de complexidade adequado à realização da construção. Eles explicam em profundidade as características, posição, métodos de montagem/instalação de cada componente do projeto e todos os detalhes necessários para entender e realizar o trabalho de acordo com a ideia do projeto.

Exemplo prático projetado com EdiLus

Exemplo prático projetado com EdiLus

Geralmente, os desenhos executivos incluem detalhes de construção, instalação e montagem de janelas, portas, acabamentos, componentes MEP, elementos estruturais, etc.

Desenho executivo com os detalhes do sistema MEP — Desenho elaborado com o Edificius

Desenho executivo com os detalhes do sistema MEP — Desenho elaborado com o Edificius

Dos desenhos executivos é também possível deduzir os materiais (pisos, paredes, etc.), as técnicas construtivas, as dimensões mas também os tempos e custos das obras.

Diferentemente dos desenhos as-built, os desenhos executivos devem ser elaborados pelo técnico antes de começar a trabalhar, justamente porque têm a finalidade de ilustrar a obra para fins de sua correta realização.

edificius
edificius