Home » BIM e Arquitetura » BIM Collaboration Format (BCF): tudo o que você precisa saber

A imagem se refere a comunicacao em processos BIM gracas ao Formato BCF

BIM Collaboration Format (BCF): tudo o que você precisa saber

BIM Collaboration Format (BCF) e usBIM: uma poderosa ferramenta de suporte para a comunicação entre quem trabalha em um modelo compartilhado

Um dos grandes benefícios ​​que a modelagem BIM oferece, em comparação à modelagem tradicional, é a simplificação da comunicação e troca de dados e informações entre os diferentes atores envolvidos em um processo de construção.

Basta pensar que na modelagem BIM, durante a fase de projeto ou coordenação das obras, é prática habitual importar e se referir a modelos de disciplinas diferentes exigindo a intervenção do autor ou da pessoa responsável em caso de erros ou problemas. Em um processo tradicional de construção, a comunicação de problemas (issues) costumava ser feita por meio de reuniões ou troca de arquivos de trabalho.

Hoje, pelo contrário, a metodologia BIM está revolucionando a comunicação entre os atores envolvidos graças a um software BCF, que podem contar com:

  • formato aberto IFC, que permite que as várias partes interessadas (projetistas, empresas, clientes, etc.) possam abandonar softwares específicos, utilizar e trocar arquivos de maneira fácil, sem se preocuparem com versões e compatibilidade entre softwares.
  • Plataformas colaborativas, que possibilitam comunicação fácil, divisão clara de funções/tarefas e disponibilização real de toda a documentação atualizada referente ao projeto, tanto no escritório quanto no canteiro de obras.

Essa comunicação fundamental dentro de um projeto BIM/IFC é realizada através de uma plataforma colaborativa que permite trocar um arquivo BCF contendo a “cronologia” de comentários, notas e imagens enviadas entre os vários atores do próprio projeto.

BIM Collaboration Format (BCF), o que é

O que é o BCF?

O BIM Collaboration Format (BCF) é um formato, desenvolvido em 2009 e mantido pela buildingSMART International, para a troca de comunicações relacionadas ao modelo IFC.

Trata-se de um formato de arquivo aberto, baseado em XML, que permite adicionar comentários a um modelo BIM no formato IFC.

Embora não seja regulamentado por uma norma ISO, como é o caso do formato IFC (ISO 16739), o BCF possui uma estrutura bem definida e funcional para simplificar a troca de observações referentes a um modelo IFC.

Em particular, sua estrutura é constituída por:

  • uma ou mais vistas do modelo, capturadas no formato .PNG (arquivo de imagem);
  • coordenadas do ponto de vista e da direção dentro de um arquivo IFC;
  • comentários relativos a algumas entidades, ligando essas informações aos elementos do modelo.

De fato, problemas e comentários estão vinculados aos elementos do modelo através de IDs únicos globais (GUID).

Vantagens do formato BIM Collaboration Format (BCF)

O formato de colaboração BIM BCF visa simplificar a colaboração entre as diferentes partes que trabalham em um modelo para que possam destacar problemas/observações ou fornecer respostas e comentários em um formato de arquivo aberto, que não contém elementos do próprio modelo.

Naturalmente, esse tipo de formato possibilita adicionar e trocar notas, comentários, relatórios, imagens  gerenciando um projeto BIM, no formato IFC, por meio de uma plataforma.

Esses sistemas rastreiam autor e data de qualquer nota e comentário adicionado durante a fase de projeto e execução. A troca de comentários e relatórios entre os atores envolvidos, além de relatar a data/hora e o nome do autor (uma verdadeira cronologia pontual de todas as notas), também prevê o carregamento de imagens .PNG identificando o problema dentro do projeto.

Esses arquivos, por exemplo, são muito úteis para gerenciar, relatar e resolver qualquer interferência (clash) no modelo.

O BCF é, então, um formato usado para trocar informações de carácter não geométrico, mas sim gráfico/descritivo, capazes de ilustrar e facilitar os problemas a serem resolvidos: uma ferramenta que proporciona uma capacidade de comunicação separada do próprio modelo.

Como e quando nasceu o BIM Collaboration Format (BCF)

Como mencionado anteriormente, o desenvolvimento do BIM Collaboration Format (BCF) começou em 2009 por dois membros da buildingSMART International que trabalharam em conjunto para alcançar o resultado esperado. De facto, o objetivo era dispor de um formato de ficheiro que facilitasse o fluxo de trabalho, explorando a comunicação aberta baseada no IFC.

Isto levou à criação de um protótipo do formato, que foi estudado, testado e implementado por outros membros até à sua conclusão.

Atualmente, o formato BCF é uma norma a par do IFC e do Dicionário de Dados (bSDD).

Qual é a diferença em relação ao IFC?

O IFC e o BCF são ambos formatos de arquivos abertos que melhoram a partilha de informações e a colaboração num processo BIM.

Embora muitos possam pensar que são quase a mesma coisa, estes dois formatos têm diferenças substanciais ditadas pela razão da sua utilização.

A seguir, descreveremos brevemente quais são as principais diferenças:

  • o arquivo IFC, entre outras coisas, baseia-se principalmente na gestão geométrica e da informação dos elementos que compõem o modelo e na interoperabilidade entre diferentes ferramentas informáticas em geral.
  • O arquivo BCF, por outro lado, é utilizado para partilhar a informação de um determinado problema, presente num projeto, derivada do modelo IFC. Este processo de intercâmbio é feito de diferentes formas como, por exemplo:
    • screenshots em formato PNG;
    • markup.bcf: um arquivo (com uma estrutura particular) que contém toda a informação de um determinado problema;
    • viewpoint.bcfv: inclui informações sobre um ponto de vista e um componente específico através do seu GUID (Global Unique Identifier).

usBIM e o formato BCF

usBIM é uma plataforma colaborativa BIM concebida para otimizar o projeto em BIM e colaborar eficazmente com diferentes equipes através de ferramentas de comunicação específicas para os profissionais AECO.

Com usBIM você pode:

  • gerir e compartilhar projetos BIM online em vários formatos nativos, arquivos (PDF, DWG, DXF, etc.), dados, documentos e desenhos 2D/3D;
  • participar de chats dinâmicos com funções avançadas de trabalho em equipe e organizar reuniões e videoconferência com colegas;
  • colaborar em tempo real com colegas que trabalham no mesmo modelo digital ou documentos;
  • criar, importar e gerir arquivos BCF e problemas BIM.

Importação e gestão de arquivos BCF com usBIM.bcf

usBIM.bcf é um BCF software gratuito para visualizar, criar ou editar arquivo BCF online e em qualquer dispositivo que lhe permite:

  • criar um BCF do zero, gerado atendendo aos requisitos da versão 2.2 do formato. Esse documento pode ser exportado com extensão .BCFZIP.
  • Visualizar ou editar um arquivo com extensão .BCFZIP gerado por outro aplicativo, conforme requisitos da versão 2.1 do formato. Esse arquivo deve ser previamente carregado em uma pasta de projeto.

Criação de um novo arquivo BCF

É possível criar um novo arquivo BCF em qualquer pasta da usBIM.platform.

Após criar um novo BCF, através de uma nova issue, será possível editar o documento introduzindo informações nos campos a seguir:

  • título: permite alterar o título atribuído à issue atual.
  • Atribuído a: é possível indicar o usuário ao qual foi atribuída a resolução da issue atual.
  • Data de criação: indica a data de criação da issue atual.
  • Descrição: permite adicionar uma descrição da issue atual.
  • Comentários gerais: permite adicionar comentários referentes à issue atual, relatando usuário e data de criação de cada comentário.
  • Imagens/vistas: permite adicionar uma “vista” relativa à issue atual. Essa vista pode ser introduzida como imagem por meio de um arquivo com extensão .PNG, conforme estrutura do formato BCF.
A imagem mostra a interface do editor usBIM.bcf -BIM Collaboration Format (BCF)

Editor usBIM.bcf

No editor da nova issue é possível, através de um menu suspenso, selecionar:

  1. uma etiqueta: para classificar a nova issue de acordo com um assunto/tópico específico.
  2. um estado: para classificar a issue de acordo com um estado específico (aberto, em andamento, fechado, etc.).
  3. uma prioridade: para classificar a nova issue de acordo com um grau de prioridade específico.
  4. um tipo: permite escolher o tipo de issue.

Os campos acima permitem classificar melhor a nova issue, escolhendo entre opções predefinidas ou personalizando as próprias opções através do comando “+”.

Depois de finalizar a ficha do editor da nova issue, é possível salvá-la e atualizar os dados.

A imagem ilustra o carregamento de uma vista do modelo no formato PNG com usBIM.bcf -BIM Collaboration Format (BCF)

Carregamento de uma vista do modelo no formato PNG com usBIM.bcf

Edição de um arquivo BCF

Com usBIM.bcf é possível efetuar alterações a um arquivo BCF. As opções de modificação e gerenciamento de um arquivo BCF, apresentadas no parágrafo abaixo, são as mesmas previstas para um arquivo BCF criado com um software diferente e carregado no usBIM.

Uma vez concluído o trabalho, é possível finalizar a versão como rascunho utilizando o botão “Atualizar dados”.

Exemplo de uso de um BIM Collaboration Format (BCF) para relatar interferências

Suponhamos que, na fase de projeto ou de realização de uma obra, o responsável pelo modelo arquitetônico detecte uma interferência devida a um erro de projeto, por exemplo uma viga que bloqueie a porta na fachada principal do edifício.

A imagem mostra um exemplo de interferencia detectada em um projeto

Exemplo de interferência detectada em um projeto

 

Em um processo de construção tradicional, entre os dois técnicos iria ocorrer uma troca de comunicações (através de reunião ou e-mails) e documentos (notas e fotos).

Hoje, pelo contrário, graças a softwares BIM para detecção de interferências, como o usBIM.clash, é possível relatar a issue criando um arquivo BCF diretamente do modelo/projeto BIM.

A imagem mostra usBIM.clash Exportação de arquivos

usBIM.clash | Exportação de arquivos BCF

Esse arquivo, contendo notas e imagens PNG da interferência, está vinculado a um ponto específico do projeto e, por isso, é possível a qualquer momento ir para o ponto exato do modelo em que a interferência foi gerada.

O arquivo pode ser carregado em uma plataforma colaborativa capaz de suportar o formato BCF.

Graças ao arquivo carregado, todos os atores envolvidos no projeto podem dar um retorno, adicionando comentários ou modificando o estado, sobre as notas e as imagens incluídas na issue.

A imagem ilustra a criação de uma nova edição com us.BIM.bcf -BIM Collaboration Format (BCF)

Criaando uma nova edição com us.BIM.bcf

 

Desta maneira, será possível salvar uma cronologia de comentários, usuários e etapas que, desde a abertura da issue, levarão à resolução da mesma.

Gerenciamento de issues: usBIM.resolver

Com o usBIM.resolver, outro aplicativo disponível na plataforma colaborativa openBIM usBIM, é possível transformar problemas BIM em atividades e acompanhá-los até a resolução com uma plataforma para rastrear problemas de coordenação BIM.

Com esse poderoso sistema de rastreamento, é possível:

  • identificar problemas BIM a partir de federações de modelos BIM, detecção de conflitos ou qualquer outra etapa do processo BIM;
  • gerenciar problemas BIM no formato de colaboração BIM Collaboration Format (BCF);
    transformar erros e problemas de projeto em atividades;
  • atribuir atividades;
  • acompanhar erros e problemas até a resolução;
  • obter qualidade no processo e na coordenação do BIM.

 

usbim
usbim