Home » Exemplo de projeto BIM » Projeto de cozinha americana: dicas e modelo BIM

Projeto de cozinha americana: dicas e modelo BIM

Arranjo de espaços e tipos de cozinha americana que pode utilizar em seu projeto: consulte nosso artigo e saiba mais

Hoje em dia, há uma demanda crescente para o projeto de espaços únicos, abertos e fluidos.

Neste aprofundamento, mostramos como projetar uma cozinha americana, com suas vantagens e desvantagens. Também daremos algumas dicas úteis para ter um espaço proporcional e funcional que esteja de acordo com os regulamentos atuais.

Por fim, ofertamos esquemas, exemplos e o modelo 3D do projeto de uma cozinha americana que criei com o software de projeto de edifícios 3D/BIM.

A imagem mostra o render de uma cozinha americana realizado con o software Edificius

Como projetar uma cozinha americana con o software Edificius

Este foi nosso resultado! O que achou?

Baixe o modelo do nosso projeto de cozinha americana e experimente por si mesmo a simplicidade de projetar e realizar renderizações realistas parecidas com esta.

Esquemas e tipos

Projetar uma cozinha americana significa conceber um único espaço que inclua a cozinha e a área de estar.

Isto pode requerer que os espaços existentes sejam reconfigurados juntando dois ambientes inicialmente separados, ou também pode resultar no projeto do zero da inteira cozinha.

Enfim, levando em conta as necessidades e também o espaço disponível, é possível realizar uma cozinha americana totalmente ou parcialmente integrada.

No caso de ambientes já existentes, para obter uma cozinha americana totalmente integrada à sala, é necessário avaliar a possibilidade de retirar completamente as divisórias que separam os dois ambientes.

Como projetar uma cozinha americana — Render realizado com Edificius

No caso de estruturas de armação, o projetista deverá avaliar a posição dos pilares de modo a evitar possíveis interferências com os elementos estruturais existentes. Poder dispor do projeto estrutural do edifício permite evitar o surgimento de imprevistos prejudiciais para a qualidade e funcionalidade de seus espaços.

Observe-se que, no caso de estruturas em alvenaria, é necessário prever aberturas grandes o suficiente para transmitir a sensação de um único espaço. Uma vez verificada a viabilidade da intervenção, será possível prosseguir com a fase de concepção do projeto.

A imagem mostra uma cozinha com sala totalmente integradas

Planta 2D de cozinha americana — Esquema 1 — Realizada com o software BIM Edificius

O grande desafio ao projetar um espaço aberto é conseguir uma sala grande, mas não dispersiva, que mantenha uma coerência estilística geral. Se a sala for muito grande, é melhor evitar forros que baixem ainda mais a altura entre andares, tornando a sala desproporcional.

Por se tratar de uma única sala, é bom pensar em utilizar um mobiliário capaz de se adaptar a diferentes funções: as ilhas, por exemplo, são um dos elementos que melhor se prestam a ser funcionais e, ao mesmo tempo, bonitos de se ver. Eles podem servir de superfície de trabalho, mesa, bancada, ou simplesmente divisória entre a cozinha em si e a área de jantar.

Para dividir as zonas, é aconselhável não usar móveis muito altos, mas optar por soluções mais leves e mais criativas. Em alguns casos, também é suficiente decorar as áreas com tapetes, móveis baixos e forros.

Além disso, tanto no caso de reformas como no caso de novas construções, é sempre necessário verificar que os índices do quadro de iluminação e ventilação atendam a norma. Lembramos que esses índices são estipulados pelo Código de Obras e devem ser consultados diretamente junto à prefeitura da região, pois podem variar de 1/6 a 1/8 e 1/10  de acordo com o ambiente e seu tempo de uso. Confira aqui, por exemplo, o Código de Obras e Edificações do Município de São Paulo.

A imagem mostra uma cozinha com sala de estar parcialmente integradas

Planta 2D de cozinha americana — Esquema 2 — Realizada com o software BIM Edificius

Se for necessário realizar dois ambientes contíguos com maior privacidade ou houver vínculos estruturais, é preferível optar por um ambiente único com cozinha e sala parcialmente integradas.

Nesse caso, é possível adotar soluções de projeto flexíveis que garantam mais privacidade. A cozinha e a área de estar podem, por exemplo, ser separadas por portas de correr retráteis ou paredes móveis; o espaço assim obtido será multifuncional e adaptável a qualquer tipo de situação.

Este é o caso mostrado no esquema 2: a cozinha e a sala de estar foram separadas por uma parede baixa, que oferece sua superfície de apoio à cozinha e ao sofá na área de lazer. As duas funções são contíguas e comunicantes, mas mantêm uma certa privacidade ao nível visual, desenvolvendo em duas prospectivas opostas. Em particular, os móveis (cozinha e sofá) são colocados um atrás do outro para que o olhar de seus usuários seja dirigido para lados opostos da sala, assim evitando interferência visual.

A imagem mostra uma cozinha e sala de estar totalmente integradas

Planta 2D de cozinha americana — Esquema 3 — Realizada com o software BIM Edificius

O esquema 3 mostra o caso de um projeto de cozinha americana com funções totalmente integradas. O ambiente é único e a conotação das diferentes áreas resulta dos elementos de decoração: a parede, equipada com prateleiras e móveis de TV, define as áreas, mantendo-as em perfeita comunicação.

Pros e contras no projeto de cozinha americana

Hoje em dia, há cada vez mais a tendência a optar por uma cozinha americana, graças à funcionalidade e adaptabilidade dos espaços.

Esses tipos de ambientes têm seus pros e contra, a ser criteriosamente avaliados na fase de projeto.

Os benefícios de uma cozinha americana são:

  • ambientes mais luminosos;
  • otimização de espaço;
  • criação de espaços mais práticos e funcionais;
  • interação entre usuários;
  • espaços mais flexíveis, dinâmicos e contemporâneos.

Por outro lado, suas desvantagens são:

  • falta de privacidade;
  • menos divisórias verticais para colocar móveis;
  • interferência entre várias atividades domésticas;
  • difusão de ruídos, odores e fumos de cozinha em toda a área de estar.

Encontrar soluções criativas que possam aprimorar os benefícios e minimizar as desvantagens é a tarefa mais difícil para o projetista.

As 5 regras básicas para projetar uma cozinha americana

Resumindo os conceitos apresentados no parágrafo anterior, vamos listar aqui as regras básicas para projetar corretamente uma cozinha americana:

  • preferir mobiliário multifuncional que responda às necessidades da cozinha e ao estilo escolhido;
  • criar um espaço fluido caracterizado por elementos móveis (portas ou paredes) que permitem gerenciar os espaços de acordo com as necessidades de projeto;
  • diferenciar as várias áreas da cozinha americana (área de leitura, área de relaxamento, sala de jantar, cozinha, etc.) através de forros, móveis baixos ou tapetes;
  • satisfazer os índices do quadro de iluminação e ventilação (≥1/6);
  • no caso de reforma, verificar a posição dos elementos estruturais existentes (pilares, vigas, alvenarias de apoio, etc.) para evitar interferências inesperadas durante as obras.

Um exemplo prático

Confira aqui um exemplo prático, útil como guia de projeto de uma cozinha americana, realizado a partir de um ambiente de planta retangular com entrada no meio do lado do comprimento.

A imagem mostra a planta de um projeto de cozinha americana realizada com Edificius

Projeto de cozinha americana | Planta

Como a própria posição da entrada divide o espaço em dois, colocamos a área destinada à cozinha à direita e a área de estar no lado oposto. A cozinha fica no lado mais longo da planta e possui uma ilha multifuncional, em posição paralela. A ilha, em forma de L, também possui uma superfície de madeira utilizável para o almoço.

A imagem mostra o corte de um projeto de cozinha americana realizado com Edificius

Projeto de cozinha americana | Corte transversal

Ao longo da parede oposta à cozinha, se encontra uma parede equipada com armários embutidos que oferecem amplo espaço para guardar alimentos, pequenos eletrodomésticos e pratos. Os armários se desenvolvem na direção da área de estar, criando continuidade entre cozinha e área de estar, caracterizada por uma lareira em resina com efeito cimento, um grande sofá em couro branco e uma ampla mesa de jantar em vidro. As grandes janelas, enfim, confirmam o estilo extremamente contemporâneo de todo o ambiente.

Download

Baixe o modelo 3D BIM (extensão .edf) do projeto de uma cozinha americana

Baixe um software para projeto de construções BIM 3D

 

edificius
edificius