Home » BIM e Projeto de construção » Projeto de Cozinha de Alvenaria Moderna

Projeto de Cozinha de Alvenaria Moderna

Soluções construtivas, materiais e ideias para realizar o Projeto de Cozinha de Alvenaria Moderna, original e funcional

O projeto de uma cozinha em alvenaria é certamente adequado para ambientes com um caráter rústico e tradicional. Isso não impede que, ao utilizar soluções e materiais com um toque contemporâneo, seja possível obter resultados originais e funcionais também para clientes que preferem soluções modernas, com linhas limpas, mas não padronizadas.

Para realizar o Projeto de Cozinha de Alvenaria Moderna, você pode utilizar um software de projeto arquitetônico BIM e criar renders e vistas tridimensionais realistas para impressionar seu cliente e ter sob controle todas as escolhas do projeto. Além disso, automaticamente a partir do modelo 3D, obtenha desenhos executivos detalhados com cotas e anotações para simplificar a realização da obra na fase de construção. Vamos por partes e ver como fazer, quais dicas úteis seguir e muitas ideias para usar em seu projeto.

Projeto de Cozinha de Alvenaria

Projeto de Cozinha de Alvenaria

Como fazer o projeto de uma cozinha em alvenaria moderna

As cozinhas em alvenaria são feitas sob medida diretamente no canteiro de obras, utilizando materiais de construção como tijolos, reboco, cimento, blocos de concreto celular, madeira, azulejos, etc. Completam o design, eletrodomésticos de última geração (forno, geladeira, lava louças, etc.), bancadas de aço, mármore, quartzo, madeira natural, prateleiras, ilha central, península, canto para o café da manhã, conforme o espaço disponível.

Ao projetar uma cozinha em alvenaria moderna, é importante otimizar o espaço para maximizar a funcionalidade. A disposição dos elementos chave como a ilha central, o fogão, a pia, as bancadas e o espaço de armazenamento deve ser bem pensada para garantir um fluxo de trabalho eficiente e uma aparência harmoniosa.

Neste sentido, lembre-se que é uma boa prática respeitar a distância correta entre as 3 funções principais (geladeira, pia, fogão), conforme o esquema a seguir.

Estudo ergonômico de uma cozinha

Estudo ergonômico de uma cozinha

Os layouts mais populares para cozinhas em alvenaria modernas incluem o design de ilha, em forma de L ou em forma de U.

Escolhido o layout que melhor se adapta à forma e ao tamanho da sala e às necessidades e gostos do cliente, é necessário proceder posicionando as diferentes funções (armazenamento, trabalho, cocção, preparação, lavagem, etc.) e dividindo em módulos. Cada módulo, em uma cozinha em alvenaria, é dividido por muretas verticais (feitas de blocos, tijolos ou concreto celular) que suportam a bancada e abrigam eletrodomésticos, gavetas e prateleiras. Na divisão em módulos, é necessário considerar também a espessura das muretas, variável de acordo com o material escolhido (8/10 cm), e sua altura, tendo em mente que a bancada acabada deve ter uma altura entre os 85 e 95 cm do chão.

O projeto deve ser preciso e controlado milimetricamente. Normalmente, o espaço líquido (interno – interno) entre uma mureta e outra deve ser de 60 cm, mas pode ser menor, por exemplo, 40 cm, dependendo do tamanho real dos eletrodomésticos a serem inseridos. Para evitar erros, é sempre aconselhável escolher primeiro os eletrodomésticos e verificar as dimensões, consultando as especificações técnicas do fabricante. Os eletrodomésticos devem ser do tipo “embutido” ou free-standing, e é aconselhável adicionar à largura indicada na ficha técnica pelo menos alguns centímetros de cada lado para facilitar a instalação, ou considerar um espaço técnico maior para evitar o superaquecimento do eletrodoméstico e a conexão com as instalações hidráulicas e elétricas.

Os espaços a serem utilizados como armários e despensa podem ter dimensões personalizáveis de acordo com as necessidades e o espaço disponível. Essa liberdade compositiva torna a cozinha em alvenaria muito vantajosa e mais econômica do que as modulares.

Bancadas

Após a realização dos suportes verticais, é necessário prosseguir com a disposição das estruturas horizontais, que repousam diretamente sobre eles. Estruturalmente, as bancadas horizontais podem ser comumente feitas com pranchas de diferentes dimensões e espessuras, blocos de concreto celular, concreto armado, a serem revestidos e finalizados posteriormente.

A outra opção, por outro lado, prevê diretamente o uso de espessas lajes de mármore, granito, quartzo, etc., para um resultado já acabado.

Se optar pela primeira escolha, é necessário selecionar também o tipo de revestimento, de acordo com o estilo solicitado pelo cliente, e prever os furos para embutir a pia e o fogão.

Projeto de Cozinha Moderna em Alvenaria

Projeto de Cozinha Moderna em Alvenaria

Algumas ideias para as bancadas podem incluir:

  • madeira bruta (preferencialmente tratada para torná-la mais resistente e durável);
  • pedra natural ou artificial;
  • granito;
  • azulejos;
  • resina;
  • cimento.

Para se enquadrar nos 85/95 cm de altura final das bancadas, é necessário avaliar previamente a espessura da bancada (parte estrutural e acabamento). As pranchas, por exemplo, variam entre 6 e 8 cm, os blocos de concreto celular entre 5 e 20 cm. Para otimizar os recursos, é aconselhável, durante o projeto, verificar também o comprimento e a largura dos blocos a serem adquiridos, para evitar desperdícios e cortes, otimizando os materiais, mas também os tempos de realização da obra.

Materiais e Acabamentos

Concluída a estrutura, passa-se à escolha dos acabamentos para revestir as muretas, as bancadas e as portas de armários. A escolha dos materiais desempenha um papel fundamental na definição do estilo e da atmosfera da cozinha em alvenaria moderna. Materiais como concreto polido, metal escovado e vidro temperado adicionam um toque de contemporaneidade, enquanto a madeira natural e a pedra criam uma atmosfera acolhedora e calorosa.

Projeto de Cozinha Moderna em Alvenaria

Projeto de Cozinha Moderna em Alvenaria para Exteriores

Para um resultado mais contemporâneo, pode-se optar por um único acabamento usado para revestir os compartimentos, internos e externos, e a bancada. Esmalte lavável, resina (branca ou colorida), concreto ou reboco de cal garantem um resultado impactante, monocromático, sem juntas, resistente ao desgaste e fácil de limpar. Além disso, pode ser facilmente retocado e renovado ao longo do tempo, mudando a cor ou refazendo o acabamento. A resina garante um resultado duradouro e resistente a agentes químicos e atmosféricos, no caso de uma cozinha externa, talvez em um terraço, sob um alpendre ou uma cobertura, à beira-mar ou no campo.

Cozinha em Alvenaria para Exteriores

Cozinha em Alvenaria para Exteriores

Se, por outro lado, não se importar com elementos decorativos e coloridos, pode-se optar por cerâmicas (feitas à mão ou de recuperação), grés, mosaicos, azulejos ou cimento, talvez apenas para as bancadas, tratando o restante da estrutura com resina, concreto ou reboco bruto. Se optar pelo revestimento em azulejos, é aconselhável, já na fase de projeto, dimensionar as bancadas e as espessuras para evitar cortes nos azulejos e interrupção das decorações. Esses pequenos cuidados contribuirão para a realização de um trabalho profissional e de qualidade. Como alternativa, pode-se optar por lajes de grés em formato maxi. Cortadas sob medida, permitem evitar juntas, garantindo um efeito monobloco e aproveitando todas as qualidades estéticas e mecânicas do grés (resistência, higiene, estética, grande variedade de acabamentos, etc.). Neste caso, no entanto, é necessário estudar soluções adequadas para lidar com as arestas (junção entre a superfície horizontal e vertical ou entre duas superfícies verticais), como cantos de proteção, peças especiais ou chanfros a 45° das lajes para um efeito mais limpo.

Por fim, se forem utilizados tijolos maciços para as estruturas verticais, estes podem ser deixados à vista ou rebocados e pintados.

Projeto de Cozinha Moderna em Alvenaria

Projeto de Cozinha Moderna em Alvenaria

Portas e Armários

Para fechar os compartimentos, as soluções podem ser:

  • cortinas de tecido deslizantes ou de rolo;
  • painéis lisos, ou com molduras, treliças, motivos decorativos, etc., feitos de madeira, aço (com diferentes acabamentos, inclusive corten) ou chapa perfurada;
  • painéis de vidro (fosco, colorido, transparente, chumbo, etc.).

As portas podem ser feitas sob medida por um artesão, ou adquiridas de fabricantes de cozinhas que fornecem o painel e outros sistemas retráteis com medidas padrão. Neste último caso, é aconselhável projetar os módulos das muretas verticais já levando em consideração o tipo de painel a ser adquirido.

Uma solução mais extrema pode até prever deixar os compartimentos simplesmente abertos, à vista ou com cestos e organizadores. Esta solução funciona apenas quando se tem certeza de conseguir manter sempre uma certa ordem na cozinha. Caso contrário, o resultado pode ser caótico e desleixado.

Até os armários suspensos podem ser feitos em alvenaria, para criar o efeito de nicho, mas apenas se houver espaço suficiente disponível. Caso contrário, pode-se optar por armários comuns de madeira (possivelmente tratados com os mesmos acabamentos usados para as outras superfícies) ou prateleiras à vista.

Projeto de Cozinha em Alvenaria em 3D

O projeto da cozinha em alvenaria requer precisão e precisão. Para facilitar essa tarefa, é possível utilizar um software de projeto 3D. Dessa forma, você recria rapidamente o espaço da cozinha e insere muretas e lajes para compor a estrutura da cozinha em alvenaria. Adicione os eletrodomésticos do rico catálogo online, detalhes realistas, iluminação, materiais e acabamentos. O efeito é realista e você pode gerar renders, vistas 3D, pranchas gráficas completas com medidas e anotações sobre os materiais e detalhes construtivos.

Além disso, você pode navegar no espaço em tempo real ou em RV, usando o visor, para ter uma visão completa do projeto e analisar todas as escolhas em detalhes. Dessa forma, você evita cometer erros de avaliação que só se manifestariam no canteiro de obras, resultando em alterações durante a obra, aumento do orçamento e dos prazos de realização da obra. Por fim, mostre o projeto ao cliente, que terá uma oportunidade única: visualizar sua cozinha em alvenaria antes mesmo de sua efetiva realização.

Quanto custa uma cozinha em alvenaria?

Em geral, uma cozinha em alvenaria pode ser mais econômica do que uma cozinha modular, com as mesmas dimensões e qualidade. Além disso, uma cozinha em alvenaria pode ser mais resistente, durável, personalizável e modificável ao longo do tempo.

Os materiais de construção usados para fazer a estrutura são relativamente econômicos: um valor orientativo varia entre 30 €/m³ e 70 €/m³, dependendo do material escolhido (tijolos furados, Poroton, tijolos maciços, etc.).

Os maiores custos são absorvidos pelos tampos de trabalho. Aqui, os gastos variam muito dependendo do material escolhido, dos cortes (uma laje única ou várias lajes) e dos furos que precisam ser feitos.

O acabamento final varia entre 5-10 €/frasco para o esmalte e 30 €/m² para azulejos. Por fim, um painel artesanal para fechar os armários pode ser estimado em cerca de 200 € por módulo, mas aqui também o custo varia muito dependendo do material usado (noz, castanha, abeto, etc.) e da complexidade do trabalho escolhido.

 

edificius
edificius