Home » BIM e Arquitetura » Sistema de iluminação natural: o que é e como calcular

Sistema de iluminação natural: o que é e como calcular

O sistema de iluminação natural é o índice que define a correta ventilação e iluminação de uma habitação. Descubra por que é importante e como calcular


Viver em ambientes saudáveis e com baixas concentrações de agentes poluentes é importante para prevenir alergias, problemas respiratórios e patologias cardiovasculares.

Para não perder de vista o objetivo do conforto habitacional, manter os edifícios de forma otimal e dar a possibilidade de verificar que cada espaço tenha a quantidade de luz e ar necessárias, a regulamentação de construções e urbanismo, introduziu o sistema de iluminação natural.

Você sabe o que é, por que é tão importante e como calculá-lo com um software de design de construção? Descubra isso e muito mais no artigo!

O que é o sistema de iluminação natural?

O sistema de iluminação natural, com acrônimo R.A.I., define a quantidade de luz solar e ar que entra em um ambiente em relação à sua superfície pavimentada. Na verdade, em cada ambiente, obteremos tal sistema como:

R.A.I. = superfície envidraçada útil / superfície pavimentada

O sistema R.A.I. é composto por:

  1. R.I. ou Sistema Iluminante, em referência à superfície iluminante útil, ou seja, a soma das superfícies envidraçadas pelas quais a luz passa;
  2. R.A. ou Sistema Aéreo, em referência à superfície aérea útil, ou seja, a soma das superfícies envidraçadas pelas quais o ar passa.

Avaliar a quantidade de ventilação e iluminação de um ambiente é um requisito importante para definir a habitabilidade e o uso público e comercial adequado de uma propriedade.

Para que serve o sistema de iluminação natural?

O controle sobre o R.A.I. e o cumprimento, compartimento por compartimento, do seu valor limite deve ser verificado para garantir que em uma habitação haja sempre um certo nível de:

  • saúde;
  • higiene;
  • segurança;
  • economia de energia.

Na verdade, esse sistema permite entender a quantidade de luz que um espaço recebe e suas trocas de ar diárias.

Apartamento com amplas aberturas que respeitam os sistemas de iluminação natural previstos por regulamentação | Renderização feita com Edificius

Apartamento com amplas aberturas que respeitam os sistemas de iluminação natural previstos por regulamentação | Renderização feita com Edificius

Como calcular o sistema de iluminação natural?

O sistema de iluminação natural deve ser calculado para cada ambiente de uma habitação e para isso é necessário conhecer a superfície líquida pavimentada e a superfície envidraçada útil:

  • a superfície líquida pavimentada ou superfície útil habitável é a superfície do compartimento efetivamente calçável, ou seja, paredes, pilares, divisórias, galerias, pórticos, varandas, terraços, alpendres, interstícios, portas e janelas;
  • a superfície envidraçada útil é aquela que pode ser aberta, ou seja, é a superfície ocupada pelo caixilho da janela medida bruta nas janelas que dão para espaços abertos.

Para obter o R.A.I. basta somar a superfície útil das janelas presentes no ambiente e dividir o resultado pela superfície líquida pavimentada, se essa relação for maior que 1/8 e portanto maior que 0,125, o ambiente tem um sistema de iluminação natural adequado e está em conformidade com a regulamentação.
Para entender melhor, vamos prosseguir com um exemplo: imaginemos que precisamos calcular o R.A.I. de uma sala de jantar com uma planta retangular de 6,00 m x 4,00 m e iluminada e ventilada por duas janelas de 1,40 m x 1,50 m. Como proceder?

  • o primeiro passo é calcular a superfície envidraçada total:

Sf = Sf1+ Sf2=(1,50 x 1,40)m2+ (1,50 x 1,40) m2= 2,1 m2+ 2,1 m2= 4,2 m2

  • logo, conheceremos  a superfície pavimentada útil, que neste caso é:

Sp= (6,00 x 4,00)m2= 24 m2

  • o R.A.I. será:

R.A.I.= Sf / Sp= 4,2 m2 / 24m2= 0,175 > 0,125

Como visto, dado que a relação é maior que a relação mínima estabelecida por lei, o ambiente apresenta um sistema de iluminação natural adequado.

Exemplo de planta para cálculo RAI de um compartimento | Edificius

Exemplo de planta para cálculo RAI de um ambiente | Edificius

Por que é importante ventilar e iluminar bem os espaços habitacionais?

  • Ter um valor de R.A.I. adequado não é apenas obrigatório por lei (no caso de novas construções, reformas, alterações internas ou mudança de uso de ambientes) mas traz uma série de benefícios para o ambiente interno:
    • correta circulação de ar: não é apenas útil para eliminar o ar viciado, mas fundamental para a salvaguarda do conforto e da saúde. Ambientes fechados ou mal ventilados, muitas vezes devido a uma localização muito baixa, são a causa da formação de vapor de água, dióxido de carbono e poluição interna que podem causar dores de cabeça, falta de ar, fraqueza e falta de concentração;
    • iluminação adequada dos ambientes: o uso de janelas amplas e bem expostas permite reduzir o uso de iluminação e aquecimento artificial, com consequente economia monetária e  energética;

    trocas de ar rápidas e contínuas: que não geram perdas de calor e garantem ambientes livres de germes e bactérias, causando estagnação de umidade e formação de mofo.

Como vimos, verificar o R.A.I. durante o desenvolvimento de um projeto é muito importante e pode influenciar a obtenção da licença de construção em si. Automatizar sua análise não é impossível, basta usar um software de design de construção.
Você modelou sua propriedade com paredes, pilares e janelas? Basta definir os ambientes dos quais é composta, caracterizando-os com base nas propriedades, que serão criadas tabelas e gráficos para analisá-las. Entre elas, será possível verificar a superfície pavimentada, a superfície envidraçada e será calculado o sistema R.A.I. ambiente por ambiente de forma automática.

Agora é só descarregar gratuitamente e experimentar todas as suas funcionalidades!

edificius
edificius