Home » BIM e Projeto de construção » Transformação digital na construção

Transformação digital na construção

A transformação digital está varrendo o mundo da construção. Aqui estão as últimas fronteiras do setor AECO

A indústria da construção está adotando a transformação digital (BIM, VR, GIS, LIDAR, etc.). Do projeto, ao canteiro de obras, até a gestão do edifício após sua construção, a inovação facilita o trabalho dos profissionais, empresas e clientes.

O que é transformação digital na indústria da construção?

A transformação digital é o processo de integração da tecnologia digital em todos os aspectos e operações de um negócio.

Na construção, isso significa implementar ferramentas e tecnologias digitais que aproveitam o poder dos dados para tornar todas as operações e fluxos de trabalho mais eficientes, produtivos e seguros.

Ferramentas e soluções digitais estão disponíveis para profissionais, empresas e clientes. Através do gerenciamento de projetos BIM e aplicativos online acessíveis no smartphone, é possível gerenciar atividades diárias como monitoramento de tempo, custo da obra, aspectos de projeto, atividades de canteiro de obras, gerenciamento de equipamentos, armazenamento de pedidos de compra, segurança, etc.

A imagem mostra o BIM e a industria 4.0 - Transformacao digital na construcao

BIM e a industria 4.0

Como a transformação digital e a tecnologia estão mudando a indústria da construção?

Sabemos que no setor da construção as mudanças e as novas tecnologias sempre foram adotadas lentamente. Nos últimos anos, porém, a necessidade de simplificar processos, agilizar as operações e ter mais certeza nos prazos de entrega, acelerou a adoção de diversas tecnologias digitais: entre elas, robótica, impressão 3D, BIM, IoT, realidade virtual.

Aqui estão 6 pontos que mostram como a transformação digital e a tecnologia estão mudando a indústria da construção:

  1. redução de incertezas — A falta de clareza na fase de projeto pode afetar o andamento do trabalho. A digitalização do setor da construção (e sobretudo BIM) promove a colaboração e permite mitigar a incerteza e melhorar a comunicação entre os profissionais.
  2. Comunicação e colaboração em tempo real — Com a ajuda das tecnologias digitais, inicia-se um fluxo de trabalho em que todas as partes são informadas em tempo real. Além disso, o cumprimento dos prazos e custos estimados é incentivado, pois os imprevistos e as mudanças durante a construção são reduzidos. Ter acesso a planos e informação traduz-se numa racionalização da atividade e numa melhor qualidade do resultado final, em benefício dos clientes. O uso de uma nuvem centraliza a comunicação e permite que todos interajam independentemente das restrições geográficas.
  3. Fluxo de trabalho eficiente e rastreabilidade de documentos — A digitalização traz mais clareza e rastreabilidade nos fluxos de trabalho. Todas as etapas são monitoradas e rastreadas e não há risco de perda de informações. Com a utilização de plataformas colaborativas, as pastas nas quais os arquivos para gerenciamento de documentos são armazenados são regidas pela atribuição de permissões, funções e responsabilidades dos usuários da plataforma. Para organizar de forma otimizada as atividades do projeto, é possível desenhar processos e fluxos de trabalho com funções avançadas de gerenciamento de tarefas, definir procedimentos de revisão/validação da documentação do projeto através da construção de um portão específico, para cada fase de projeto ou execução.
  4. Automatização de tarefas para maior produtividade — Automatizando atividades repetitivas e demoradas, é possível otimizar recursos para aumentar a eficiência, a qualidade do trabalho e o retorno aos custos e prazos estimados.
  5. Simplificação de atividades — Ao implementar ferramentas baseadas em tecnologia, as empresas de construção podem simplificar suas operações e devem se adaptar rapidamente para abraçar a próxima normalidade. E a transformação digital provavelmente afetará os resultados e ajudará a fidelizar o cliente em tempos incertos.
  6. Mudança para tecnologias de nuvem — Uma infraestrutura em nuvem dedicada à construção ajuda a criar e gerenciar modelos BIM, facilitar o compartilhamento de dados, a troca de arquivos e o trabalho colaborativo.

O que é construção digital

A construção digital é a aplicação de ferramentas inovadoras para melhorar o processo de gerenciamento do ambiente construído. O BIM é uma das ferramentas digitais mais poderosas que beneficia todas as fases do ciclo de vida de uma obra. 

A construção digital pode assumir muitas formas:

  • ferramentas simples que simplificam a comunicação e reduzem a necessidade de deslocamentos (ferramentas de mensagem ou videoconferência);
  • automatização dos processos de produção;
  • sistemas informáticos e de armazenamento baseados na nuvem;
  • aplicativos de software a serem usados tanto na entrega quanto no gerenciamento de instalações.

Esses processos também são acompanhados por tecnologias mais avançadas:

  • veículos aéreos sem pilotos para levantamento ou inspeção de locais de intervenção;
  • impressão 3D e 4D;
  • robótica e inteligência artificial (IA).

Todas essas novas tecnologias juntas se enquadram na ampla categoria de construção digital.

Na indústria da construção, as tecnologias digitais também permitiram novas formas de trabalhar, especialmente no campo BIM com a facilitação de uma abordagem altamente colaborativa.

A imagem ilustra os benefícios do BIM Collaboration -Transformação digital na construção

As vantagens do BIM | Colaboração com a equipe do projeto

O objetivo das novas tecnologias é simplificar o trabalho: elas não substituem o trabalho dos profissionais do setor, nem competem com os anos de experiência adquiridos no campo.

Em breve muitas dessas tecnologias entrarão no cotidiano e serão cada vez mais indispensáveis para realizar qualquer operação.

Quais são as tecnologias digitais disponíveis na indústria da construção?

As novas tecnologias estão mudando drasticamente o mundo da construção e a forma como profissionais e empresas trabalham, criando o que é comumente chamado de transformação digital da construção.

Entre as tecnologias mais avançadas já disponíveis na indústria da construção estão:

  • aplicativos para gerenciamento e coleta de dados — O uso de aplicativos diretamente em tablets e smartphones permite maior comunicação em tempo real e a possibilidade de trabalhar de qualquer lugar. Em particular, os aplicativos de coleta de dados ajudam profissionais e empresas a coletar dados diretamente no local, com mais rapidez e precisão. A integração deste tipo de tecnologia nos processos atuais é simples e requer um investimento inicial mínimo, ao mesmo tempo em que oferece importantes benefícios, incluindo: significativa economia de tempo e redução de erros de entrada de dados, fluxos de trabalho aprimorados, uso de qualquer dispositivo digital, segurança. Os aplicativos de coleta de dados podem facilitar desde inspeções diárias de equipamentos, relatórios de incidentes até uma análise abrangente de segurança no local de trabalho.
  • Drones — Drones podem ser usados para diferentes propósitos. Eles podem realizar levantamentos de locais e levantamentos fotogramétricos aéreos com mais rapidez e precisão, suas câmeras de alta resolução e dados coletados podem criar mapas e modelos 3D ou topográficos interativos, etc. Outro benefício do uso de drones é a capacidade de inspecionar com segurança locais de difícil acesso, como pontes ou edifícios inacessíveis. Além disso, são contratados para monitorar o andamento de um canteiro de obras e o trabalho dos trabalhadores.
  • Software BIM — O uso do BIM oferece uma melhor colaboração interdisciplinar, baseada no modelo 3D. Qualquer profissional pode adicionar sua parte ao mesmo modelo, em vez de dividi-la em várias versões de um desenho 2D. Dessa forma, o modelo evolui gradativamente, agilizando o processo e aumentando a eficiência. O BIM também auxilia na solução de problemas nas etapas de projeto e planejamento de um projeto, automatizando a detecção de interferências e fornecendo uma visão mais completa do projeto.
  • Realidade virtual — A tecnologia de realidade virtual é frequentemente usada em conjunto com o BIM para entender melhor soluções de design complexas ou inovadoras. Isso dará à equipe e ao cliente uma ideia ainda mais realista de como será o projeto depois de concluído. Ter uma compreensão mais completa do projeto antes do início da construção oferece a oportunidade de evitar grandes mudanças em andamento.
  • Impressão 3D — A impressão 3D como tecnologia de construção tem potencial para mudar a aquisição de materiais. Para a pré-fabricação, os materiais para um projeto podem ser impressos, transportados para o canteiro de obras e imediatamente prontos para uso. Isso permite obter materiais rapidamente e simplificar o processo de construção. A impressão 3D permite que os materiais sejam impressos diretamente no local, reduzindo o desperdício e economizando ainda mais nos custos de transporte e armazenamento.
  • Inteligência artificial (IA) — A inteligência artificial é capaz de ajudar a melhorar o setor da construção em todas as etapas, desde o projeto até a obra no local. As primeiras aplicações reais de IA na indústria da construção mostraram potencial para aumentar a produtividade do trabalho em até 40%, economizando mais de 10% do orçamento. Por exemplo, o aprendizado de máquina (em inglês: machine learning) é utilizado na fase de projeto para identificar possíveis interferências relacionadas a variações de projeto. Nesse sentido, foi desenvolvido um software que pode realizar verificações automáticas de conformidade de todos os tipos de regras e interferências, sem controle humano direto. O aprendizado profundo (em inglês: deep learning), por outro lado, pode ser adotado durante a fase de construção, para prever custos excedentes com base em fatores como o tamanho do projeto, o tipo de contrato e o nível de competência dos gerentes de projeto. Além disso, a IA pode ser usada para avaliar danos estruturais ou monitorar a integridade estrutural.

 

usbim
usbim