Home » BIM e Projeto de construção » Desenhos Executivos: o que são e como obtê-los

desenhos executivos

Desenhos Executivos: o que são e como obtê-los

Os desenhos executivos são uma parte dos documentos do projeto executivo e servem como guia para a construção de uma estrutura. Descubra os principais tipos e como obtê-los.


No mundo da construção, os desenhos executivos representam a chave para transformar um projeto em papel em uma estrutura fisicamente bem construída. Eles são um dos documentos que compõem o projeto executivo e sua capacidade de fornecer informações precisas sobre geometria, dimensões, materiais e outros aspectos técnicos detalhados torna-os uma ferramenta indispensável para profissionais da indústria da construção, a fim de orientar a implementação efetiva de uma estrutura ou parte dela.

Neste artigo, abordaremos todos os aspectos relacionados ao projeto executivo e à importância que os desenhos executivos têm dentro dele. Além disso, vou explicar como é possível simplificar e automatizar a criação desse tipo de documento usando um software para criação de desenhos gráficos que você pode começar a usar gratuitamente agora.

Exemplo de planta criada automaticamente a partir de um modelo 3D com o usBIM.blueprint

Exemplo de planta criada automaticamente a partir de um modelo 3D com o usBIM.blueprint

Projeto Executivo: o que é e quais documentos o compõem

O projeto executivo é uma fase crucial na realização de qualquer obra, pois representa o passo crucial entre a fase de concepção e a fase de execução prática. Este documento detalhado fornece um mapa completo de como transformar uma ideia em uma estrutura física. Os documentos que compõem o projeto executivo são diversos, e cada um desempenha um papel específico no processo.

  • um relatório geral que descreve o projeto;
  • uma parte gráfica com os desenhos executivos;
  • uma parte estimativa que inclui estimativas métricas, custo empreiteiro e custos complementares.

Vamos aprofundar neste artigo o que são os desenhos executivos e como obtê-los.

O que são desenhos executivos na construção civil e engenharia

O termo desenho executivo refere-se a um desenho técnico que fornece instruções específicas e detalhadas para a implementação prática de um plano, projeto ou ideia.
Em outras palavras, esse tipo de documento serve para transformar um conceito abstrato em instruções concretas e realizáveis. Sua principal característica é a precisão.

Os desenhos executivos desempenham um papel crucial em muitos setores, mas é na arquitetura, engenharia e construção que são comumente usados.

Esses desenhos são desenvolvidos na fase mais avançada do projeto, ou seja, após o projeto de viabilidade técnica e econômica (antigo projeto preliminar) e o projeto definitivo.

Esses desenhos têm o objetivo de fornecer detalhes técnicos e informações essenciais para transformar o projeto de uma obra em realidade e garantir que a construção seja realizada de acordo com as especificações desejadas.

Os desenhos executivos incluem informações detalhadas sobre sequências de trabalho, aspectos estruturais, sistemas de instalações e outras componentes-chave do projeto.

Portanto, eles atuam como um guia prático para arquitetos, engenheiros e empreiteiros envolvidos no campo e representam um ponto de referência essencial para todos os outros profissionais envolvidos no processo de construção da obra.

Por que eles são tão importantes

No contexto da construção civil, a importância dos desenhos executivos reside na capacidade desses documentos técnicos de apoiar o processo de realização da obra e, ao mesmo tempo, garantir a obtenção de algumas vantagens fundamentais, conforme listado abaixo:

  • precisão na construção: os desenhos executivos fornecem instruções claras para a execução de um projeto. Eles incluem detalhes sobre medidas exatas, materiais específicos e métodos de construção. Essa precisão é fundamental para garantir que o projeto seja executado com precisão e de acordo com as especificações, ajudando a evitar atrasos dispendiosos devido a erros na construção.
  • Comunicação universal: os documentos executivos representam uma forma universal de comunicação técnica. Eles fornecem uma linguagem comum que profissionais de diferentes disciplinas podem usar para entender as intenções do projeto e trabalhar de forma coerente. Além disso, são uma ferramenta importante para a comunicação com clientes e autoridades reguladoras.
  • Conformidade regulatória: na construção civil e engenharia, existem regulamentos rigorosos que devem ser cumpridos. Os desenhos executivos ajudam a demonstrar que o projeto está em conformidade com esses regulamentos e podem ser usados para obter as aprovações necessárias das autoridades competentes.
  • Segurança: os desenhos executivos também incluem detalhes que contribuem para garantir a segurança dos trabalhadores no canteiro de obras e dos ocupantes do edifício uma vez que a obra esteja concluída. As especificações estruturais e de instalações são fundamentais para evitar acidentes ou problemas de segurança.
  • Controle de qualidade: os documentos executivos são uma ferramenta essencial que garante o controle de qualidade durante o processo de construção. Eles constituem um ponto de referência importante para verificar se o trabalho foi realizado corretamente e de acordo com as especificações do projeto. Em caso de discrepâncias, os desenhos executivos facilitam a possibilidade de correções oportunas.
  • Produtividade e eficiência: o objetivo dos desenhos executivos é reduzir ambiguidades e incertezas durante a realização da obra. Esses documentos fornecem instruções específicas para a montagem, instalação e implantação dos componentes estruturais, arquitetônicos e de instalações do edifício. Eles contribuem, portanto, para melhorar a produtividade no canteiro de obras e evitar atrasos e custos adicionais devido a correções e alterações não previstas.
Desenhos executivos: os principais benefícios

Desenhos executivos: os principais benefícios

O que está incluído nos desenhos executivos do projeto

Em projetos de construção, vários tipos de desenhos executivos estão incluídos, cada um com um propósito específico e perspectiva sobre o projeto. Os desenhos gráficos que compõem esse tipo de desenho técnico são:

  • Plantas: são representações bidimensionais que mostram uma seção horizontal do edifício vista de cima, praticada a uma determinada altitude. São usadas para detalhar a distribuição dos espaços internos do edifício em vários níveis, incluindo características construtivas e a localização de paredes, aberturas, pilares e outros elementos fundamentais, bem como a configuração dos pisos de fundação e cobertura;
  • Fachadas: são projeções ortogonais feitas em um plano vertical que mostram as fachadas do edifício. Permitem visualizar a aparência externa do envelope, incluindo detalhes de altura das paredes, dimensões de portas e janelas, acabamentos, inclinação do telhado, entre outros;
  • Seções: resultam de cortes verticais feitos no edifício em direção transversal ou longitudinal, que mostram o interior em detalhes. São usadas para ilustrar como as diferentes partes do edifício são estruturadas, como pisos, tetos, sistemas de instalações e outros componentes essenciais localizados no interior da estrutura;
  • Detalhes construtivos: são desenhos gráficos detalhados que mostram as especificações técnicas e práticas necessárias para efetivamente construir uma determinada parte da estrutura. Especificam os materiais a serem usados, as dimensões precisas dos elementos construtivos, estratificações de paredes, conexões estruturais, etc. Esses desenhos são essenciais porque fornecem informações técnicas e visuais detalhadas que ajudam profissionais da construção a entender como construir cada elemento do projeto.

As 3 principais categorias de desenhos executivos

Os desenhos executivos fornecem uma ampla variedade de informações e detalhes essenciais que caracterizam a obra sob todos os aspectos, necessários para a correta execução do projeto.
Com base em suas funções específicas, é possível dividir esses documentos técnicos em três categorias diferentes:

  1. Desenhos arquitetônicos: são representações gráficas que se concentram principalmente na estética e funcionalidade do edifício. Eles destacam a organização dos espaços internos e externos, dimensões dos cômodos, posicionamento de portas e janelas, tipos de acabamentos, layout de móveis, etc. São projetados para comunicar o design arquitetônico e são usados por designers, arquitetos e clientes para definir a aparência do edifício e entender como os espaços serão usados e organizados;

    Exemplo de tabela executiva com desenhos arquitetônicos produzidos com Edificius

    Exemplo de tabela executiva com desenhos arquitetônicos produzidos com Edificius

  2. Desenhos estruturais: concentram-se na estabilidade e resistência da estrutura do edifício. Eles ilustram detalhes técnicos relacionados à estrutura portante, como vigas, colunas, fundações e sistemas de suporte. Esses desenhos são fundamentais para garantir que o edifício seja estruturalmente sólido e seguro. Eles são usados por projetistas estruturais e engenheiros para comunicar especificações técnicas relacionadas à estrutura, cálculos de forças, materiais usados e detalhes de conexão;

    Exemplo de desenho estrutural criado com EdiLus

    Exemplo de desenho estrutural criado com EdiLus

  3. Desenhos de instalações: dizem respeito às instalações e sistemas necessários para fazer com que o edifício funcione em termos de eletricidade, encanamento, aquecimento, ventilação, ar condicionado, etc. Eles mostram como os componentes das instalações devem ser posicionados dentro da estrutura, como devem ser conectados e como devem operar para garantir conforto e qualidade dos ambientes internos.

    Exemplo de tabela executiva com desenhos de sistemas elétricos produzida com Edificius-MEP

    Exemplo de tabela executiva com desenhos de sistemas elétricos produzida com Edificius-MEP

Como criar rapidamente desenhos executivos: um guia passo a passo

A criação de documentos executivos acaba sendo um processo complexo e, muitas vezes, é uma das maiores perdas de tempo em projetos. No entanto, é possível acelerar esse processo usando aplicativos com funções específicas para criar automaticamente desenhos executivos a partir de um modelo 3D. Desta forma, esta atividade pode ser realizada com apenas alguns cliques simples, sem a necessidade de usar um software de autoria BIM.
Se você também deseja testar esta tecnologia para a criação de seus desenhos executivos, pode começar a usar gratuitamente um software para desenho técnico e seguir estas 5 etapas:

  1. abra o modelo 3D na plataforma usBIM;
  2. selecione “Tabelas gráficas” no menu superior esquerdo;
  3. clique no símbolo + e escolha se deseja adicionar uma planta ou uma seção;
  4. mova a caixa da seção para escolher onde seccionar o modelo 3D;
  5. clique no botão “Baixar” ao lado do documento e exporte-o nos formatos DXF/DWG/DWF.

O tutorial em vídeo abaixo guiará você passo a passo na criação de tabelas gráficas 2D a partir de um modelo 3D.

 

usbim-blueprint
usbim-blueprint