A imagem se refere ao conceito do BIM, Building Information modeling

Para que serve o BIM?

Para que serve o BIM? Quem deveria usá-lo? Quais benefícios, oportunidades e obrigações? Confira todas as respostas

Cada vez mais profissionais estão adotando a metodologia BIM para melhorar os resultados do próprio trabalho. Mas para que serve o BIM? É realmente útil para os profissionais? Existem normas de referência? Vamos ver o que significa trabalhar em BIM e por que essa metodologia é realmente vantajosa.

Já te adiantamos que existe um sistema, integrado e gratuito, de aplicativos que permite começar imediatamente a trabalhar em BIM: usBIM, nosso sistema integrado para gerenciar todos os aspectos de um projeto BIM.

O que é o BIM

BIM, acrônimo de Building Information Modeling (Modelagem da Informação da Construção), é uma metodologia de trabalho que possibilita gerenciar as informações referentes a um edifício durante todas as fases de seu ciclo de vida. No cerne da metodologia BIM está o modelo digital do edifício, ou seja, um conjunto de objetos paramétricos inteligentes contendo todas as informações necessárias nas fases de projeto, execução das obras, manutenção e até demolição do ativo. Mais do que uma simples representação tridimensional, o BIM permite criar um modelo de informação dinâmico, multidisciplinar e compartilhado: o gêmeo digital do projeto (digital twin), que inclui dados sobre geometria, materiais, estrutura, características térmicas e desempenho energético, instalações, custos, segurança, manutenção, e assim por diante.

Se a modelagem CAD realiza projetos por meio de gráficos 2D ou 3D, a modelagem BIM não se limita a informações visuais, pois parametriza cada objeto do modelo.

A imagem ilustra todos as aspectos do Building Information Modeling

Para que serve o BIM

O modelo digital também está no cerne da comunicação e da colaboração entre os vários atores envolvidos no processo BIM: projetista de arquitetura, engenheiro de estruturas, engenheiro de instalações, cliente, empresa, etc. Os projetistas, de fato, participam de forma sinérgica da realização do modelo, cada um com suas habilidades, acrescentando informações sobre estrutura, instalações, geometria, propriedades de materiais e elementos técnicos, fases de construção, operações de manutenção, etc.

A imagem mostra o papel crucial do BIM

Para que serve o BIM: a importância do modelo BIM no diálogo multidisciplinar

Geralmente, cada profissional cria a parte do projeto de sua competência utilizando seu próprio software de autoria BIM.

Daí, todas as informações coletadas nas várias disciplinas são inseridas em um único modelo, gerenciado por meio do software de autoria BIM escolhido.

O objetivo é realizar um modelo digital com todas as características do a ser construído (ou já construído), para resolver já na fase preliminar todos aqueles problemas que, caso contrário, poderiam surgir no canteiro de obra. Dessa forma, é possível analisar o edifício antes de sua realização física graças a seu gêmeo virtual: o verdadeiro fulcro da troca interdisciplinar entre todos os atores envolvidos no projeto.

Basicamente, isso otimiza tempos e recursos e garante um resultado final totalmente respondente às expectativas estabelecidas.

Confira mais sobre os softwares BIM

Para que serve o BIM?

Já explicamos o que é o BIM. Agora, vamos ver para que serve.

O BIM é utilizado para gerenciar de forma otimizada desenho, manutenção e demolição de uma obra, aprimorando todos os processos e favorecendo a colaboração e coordenação de disciplinas e profissionais envolvidos.

Ao contrário do que geralmente se pensa, as vantagens não estão apenas na fase de desenho, mas também naquela de gerenciamento do ativo.

A abordagem BIM, de fato, melhora o trabalho dos profissionais, a qualidade dos projetos, a colaboração entre os técnicos e a utilização dos recursos (prazos, custos, etc.).

Em outras palavras, poderíamos dizer que, comparado a uma abordagem tradicional, o BIM serve para aprimorar:

  • colaboração entre profissionais;
  • detecção de interferências e redução de erros;
  • gerenciamento de custos, tempos e recursos;
  • visualização do resultado;
  • competitividade e qualidade do projeto;
  • manutenção eficaz;
  • gerenciamento otimizado de ativos.

Quem usa o BIM

O BIM pode ser utilizado por todos os atores do setor AECO, ou seja, por todos aqueles que participam da realização de uma obra:

  • arquitetos;
  • engenheiros;
  • agrimensores;
  • outros técnicos (geólogos, especialistas, etc.);
  • empreiteiros;
  • clientes.
A imagem apresenta os profissionais que utilizam o BIM

Os atores do BIM

As grandes empresas (construtoras, escritórios de projeto integrado, etc.) foram as primeiras a se aproximar do mundo BIM.

Daí, surgiu a crença de que o BIM é voltado apenas para empresas de grande porte, que cuidam de obras de grande porte. Porém, nos últimos anos o BIM está cada vez mais entrando na rotina de trabalho de todos os profissionais, pois traz vantagens evidentes mesmo na concepção de obras de médio e pequeno tamanho.

Escritório pequenos ou até profissionais individuais, na verdade, podem se beneficiar do uso do BIM para:

  • reduzir erros;
  • acelerar o tempo de processamento de um projeto (estima-se uma redução entre 20 e 50% do tempo gasto com um processo tradicional);
  • melhorar a apresentação de um projeto com renders, pranchas gráficas, apresentações de vídeo, uso de realidade virtual, etc.;
  • simplificar o gerenciamento de variantes e mudanças no projeto;
  • estimar com mais precisão tempos e custos (4D e 5D) da obra;
  • integrar as diferentes disciplinas (arquitetura, estruturas, instalações, eficiência energética, etc.) em um único modelo 3D;
  • verificar a presença de interferências entre os modelos;
  • atualizar desenhos, gráficos e modelos dinamicamente;
  • criar um banco de dados de informações compartilhado.

Como se usa o BIM?

O BIM não é um software, mas sim um processo de realização de um modelo digital da obra, concebido como “contentor de informações” da construção.

Contudo, para trabalhar em BIM é necessário utilizar algumas “ferramentas” específicas:

  • softwares de autoria BIM para a criação do modelo 3D (arquitetura, estruturas, MEP, etc.);
  • ferramentas BIM para adicionar dados ao modelo BIM (4D BIM, 5D BIM, 6D BIM, ou seja, as dimensões referentes a tempos de realização, custos, desempenho energético, etc.);
  • plataformas de colaboração BIM para federar modelos BIM e dados em um único ambiente colaborativo em nuvem, permitindo que arquitetos, engenheiros, agrimensores, construtores, mantenedores e proprietários trabalhem juntos.
A imagem mostra as ferramentas de trabalho em BIM

As ferramentas de trabalho em BIM | BIM Authoring, BIM Tools e BIM Collaboration Platform

Você deseja começar a trabalhar em BIM? Recomendamos que comece a usar gratuitamente o Edificius, o software de projeto de construções 3D / BIM .

Para saber mais sobre os softwares BIM, clique aqui.

O que significa trabalhar em BIM?

Trabalhar em BIM não significa apenas usar certos softwares de autoria BIM, mas sim adotar uma verdadeira metodologia de trabalho que permite criar, compartilhar e gerenciar as informações de forma eficiente ao longo de todo o ciclo de vida de uma obra, incluindo todos os profissionais envolvidos nesse processo.

Trabalhar em BIM significa, de fato, abordar um processo multidisciplinar baseado em:

  • colaboração;
  • compartilhamento;
  • flexibilidade.

Para gerenciar de forma correta e eficiente informações e dados incluídos em um processo BIM, é necessário prever uma estrutura organizacional onde as funções e responsabilidades de cada ator no processo sejam bem definidas.

Isso, naturalmente, implica a necessidade de novos profissionais com habilidades e responsabilidades específicas.

Entre os especialistas em BIM, vale a pena lembrar:

  • BIM Manager (Gerente BIM)
  • BIM Coordinator (Coordenador BIM)
  • BIM Specialist (Especialista BIM)
  • CDE Manager (Gerente de CDE)
  • BIM Lead (Líder BIM)
  • Project Manager (Gerente de Projeto)
  • Design Team Leader (Líder da Equipe de Projeto)
  • Modeler II (Modelador II)
  • Modeler I (Modelador I)
  • BIM / VDC Manager (Virtual Design Construction, em português Gerente de Construção Virtual)

Cada um desses atores contribui para o processo conforme seus conhecimentos e habilidades em tecnologias, normas e procedimentos. Além desses profissionais, também é importante lembrar os usuários BIM (BIM Users), ou seja, todos aqueles atores que passam a fazer parte da cadeia BIM, mesmo sem possuírem conhecimentos específicos.

Para saber mais sobre os novos profissionais BIM, clique aqui.

 

edificius
edificius