Home » BIM e facility management » Proptech imobiliário: transformação digital e o futuro da construção

Proptech imobiliário

Proptech imobiliário: transformação digital e o futuro da construção

Descubra como a Proptech está revolucionando o setor imobiliário. Benefícios para clientes e profissionais, novas oportunidades de investimento, tecnologias aplicadas: BIM, Digital Twin, Big Data, GIS, IoT

No processo de constante evolução da construção e do setor imobiliário, a tecnologia está desempenhando um papel cada vez mais central. Um dos conceitos-chave que está redefinindo a maneira como concebemos e gerenciamos propriedades é a “Proptech Imobiliário”. Neste artigo, vamos explorar o que é a Proptech, como está transformando a indústria imobiliária e quais são as vantagens e oportunidades que oferece aos clientes e profissionais do setor.

O que é Proptech imobiliário

É um termo mais curto para property technology e determina o uso de tecnologia da informação no mercado imobiliário e refere-se à aplicação de soluções, tecnologias e ferramentas para a inovação dos processos, produtos e serviços; é a combinação das palavras “propriedade” e “tecnologia”. A Proptech, na prática, transforma a propriedade imobiliária em uma entidade digital, permitindo uma gestão mais eficiente dos ativos, uma melhor experiência para os usuários e uma maior sustentabilidade ambiental, com impactos significativos em toda a cadeia de valor imobiliário, desde a aquisição e gestão de propriedades até o design e construção. Para fazer isso, abrange uma ampla gama de soluções, desde software de gerenciamento imobiliário a plataformas colaborativas, do uso de big data à modelagem 3D BIM, da inteligência artificial à Internet das Coisas (IoT).

Digitalização do setor imobiliário

A inovação tecnológica tornou-se o novo pilar da indústria imobiliária, unindo a física dos edifícios à virtualidade dos dados. A digitalização está impregnando de forma abrangente o setor imobiliário, redefinindo a perspectiva tradicional do ‘imóvel’ para um ‘imóvel digital’. Esse processo não envolve apenas a montagem de dados de edifícios, mas também transações imobiliárias, design de estruturas e a evolução das cidades em si. Nesse contexto, a Proptech emerge como ator-chave, promovendo a coleta e análise de dados, facilitando o trabalho de gerentes de propriedades e melhorando a experiência dos usuários dentro dos edifícios.

A digitalização não apenas melhora a eficiência operacional e o gerenciamento de propriedades, mas também desempenha um papel fundamental na transformação urbana e ambiental. Essa abordagem “centrada no ser humano” redefine espaços de vida e trabalho, promovendo inclusão, bem-estar e sustentabilidade. O setor imobiliário não é mais estático, mas dinâmico, impulsionado pela interconexão de dados, tecnologias e decisões operacionais, e atende às crescentes demandas das métricas ESG (Ambiente, Sociedade e Governança). Essa transformação é o cerne do imóvel digital, um terreno fértil para inovadores e investidores.

Como a Proptech está mudando a indústria imobiliária

A Proptech é um catalisador de mudanças sem precedentes na indústria imobiliária. Uma das mudanças mais evidentes, como mencionado anteriormente, é a transição de “imóveis” para “imóveis digitais”: a Proptech torna possível a criação de uma cópia digital precisa dos edifícios por meio da Modelagem de Informação da Construção (BIM), permitindo que os profissionais tenham um ‘gêmeo digital’ do edifício, que, por sua vez, otimiza o design e o gerenciamento das estruturas.

A Proptech também tornou o acesso aos dados imobiliários mais rápido e preciso do que nunca, permitindo que os profissionais monitorem em tempo real o funcionamento dos edifícios. O Proptech não é apenas um benefício para os profissionais do setor, mas também oferece experiências mais envolventes para os usuários finais. As tecnologias inteligentes nos edifícios criam ambientes mais confortáveis e seguros para os moradores, enquanto o compartilhamento de espaços residenciais e comerciais redefine o conceito de propriedade.

Proptech imobiliário e suas vantagens

As vantagens introduzidas no setor imobiliário pela Proptech são fundamentais tanto para os profissionais do setor quanto para os consumidores finais.

Em primeiro lugar, a Proptech tornou o processo de compra e venda de imóveis mais rápido e eficiente: plataformas online e aplicativos móveis permitem que os compradores explorem virtualmente as propriedades, reduzindo o tempo necessário para visitas físicas. Isso não apenas acelera as transações, mas também oferece maior transparência e acessibilidade a uma ampla variedade de opções imobiliárias.

A Proptech também está impulsionando uma profunda transformação urbana, ambiental e social, contribuindo para a sustentabilidade dos edifícios e a criação de novos espaços de trabalho e vida. Uma grande vantagem é, de fato, a otimização do gerenciamento de propriedades. Graças ao BIM e aos sensores IoT, os proprietários e gerentes podem monitorar em tempo real o desempenho energético, manutenção preditiva e segurança dos edifícios, com economia significativa nos custos operacionais e maior sustentabilidade ambiental.

A Proptech também abriu caminho para novas oportunidades de investimento. Projetos imobiliários agora podem ser financiados por meio de crowdfunding e transações digitais, oferecendo aos investidores acesso a uma classe de ativos que anteriormente estava disponível apenas para alguns. Essa democratização dos investimentos imobiliários tem o potencial de reescrever as regras do jogo financeiro.

Proptech e transformação digital no setor imobiliário

Big Data, IA e IoT representam as chaves para um futuro em que os edifícios serão mais inteligentes, eficientes e econômicos de gerenciar. O desafio está em permitir o pleno potencial desse volume de dados, transformando-os em conhecimento útil para decisões informadas.

BIM, Digital Twin, GIS, Big Data e Internet das Coisas

A modelagem BIM representou um verdadeiro ponto de partida para o processo de transformação digital na indústria imobiliária. Essa tecnologia oferece um modelo digital completo de um edifício, incluindo dados detalhados sobre suas características funcionais, físicas e geométricas.

Esse modelo digital é a base para a criação de um ‘Gêmeo Digital’ do projeto em construção ou do edifício existente, uma réplica virtual precisa do edifício, incluindo todos os elementos físicos, processos, locais e objetos dentro dele. Uma representação digital que oferece inúmeros benefícios:

  • Análise de viabilidade: o Gêmeo Digital simplifica a análise de viabilidade de projetos, permitindo um controle mais preciso dos custos e reduzindo a necessidade de visitas físicas;
  • Manutenção preditiva: a análise dos dados gerados pelo sistema do edifício permite planejar e prevenir falhas de forma mais eficaz, melhorando a manutenção preditiva;
  • Compartilhamento: em todas as fases do processo de projeto, construção e manutenção da estrutura, as partes interessadas podem acessar e compartilhar informações sobre o edifício em tempo real, melhorando a transparência das operações.
Benefícios dos gêmeos digitais no setor imobiliário

Benefícios dos gêmeos digitais no setor imobiliário

Graças à integração entre BIM e GIS, a geolocalização de ativos, imóveis e instalações se torna possível; isso significa que é possível visualizar a aparência física de edifícios e infraestruturas e compreender o contexto geográfico circundante. Esse nível de detalhe permite um gerenciamento mais preciso e eficiente de ativos imobiliários em larga escala, facilitando o planejamento de atividades de manutenção, alocação de recursos e monitoramento de desempenho.

Os Big Data representam outro componente crucial na transformação digital do setor imobiliário. Por meio do IoT, é possível coletar uma grande quantidade de dados por meio de sensores dentro dos edifícios; sensores que podem monitorar não apenas o consumo de energia, mas também o funcionamento de sistemas e serviços.

A combinação de IoT, Big Data e IA abre novas oportunidades de tomada de decisões; no entanto, a impressionante quantidade de dados disponíveis supera a capacidade de usá-los de maneira eficaz. Portanto, a medição precisa e a gestão inteligente são fundamentais.

Papel da Proptech na coleta de dados

As Proptech desempenham um papel importante na coleta eficiente de uma grande quantidade de dados/informações relacionadas a edifícios, incluindo desempenho energético, manutenção, segurança e uso de espaços. Por meio de sensores avançados e sistemas de monitoramento, as Proptech adquirem dados em tempo real, oferecendo uma visão abrangente das operações dos edifícios.

Coletar dados de forma precisa é fundamental para garantir que todas as informações coletadas se tornem um ativo útil para o gerenciamento de instalações na gestão de ativos: as informações coletadas permitem que proprietários e gerentes de edifícios tomem decisões baseadas em dados concretos, reduzam custos operacionais, melhorem a eficiência energética e garantam um ambiente mais seguro e confortável para os ocupantes. Nesse tipo de atividade, é especialmente útil contar com sistemas de gerenciamento de instalações como usBIM.maint.

As Proptech também desempenham um papel importante na análise dos dados coletados: por meio de inteligência artificial e aprendizado de máquina, eles podem identificar padrões, tendências e anomalias nos dados, fornecendo informações valiosas para otimizar ainda mais as operações e antecipar as necessidades de manutenção.

Três principais áreas de atuação das Proptech

As Proptech operam principalmente em três áreas: Smart Real Estate, Shared Economy e Real Estate Fintech. Esses setores cobrem uma ampla gama de serviços e soluções inovadoras.

  1. Smart Real Estate: esse setor se concentra na integração de novas tecnologias em edifícios, tornando-os “inteligentes”. Isso inclui automação residencial, com sistemas de automação para controle de iluminação, aquecimento e refrigeração, além de dispositivos IoT (Internet das Coisas) que coletam dados sobre o uso dos espaços. Esses dados podem ser usados para otimizar a eficiência energética, melhorar a segurança e criar um ambiente mais confortável para os ocupantes.
  2. Shared Economy: as Proptech têm impulsionado o crescimento da economia compartilhada no setor imobiliário. Plataformas online permitem que os usuários compartilhem espaços como escritórios, residências e até mesmo estacionamentos. Esse modelo transformou a perspectiva de acesso a imóveis, oferecendo maior flexibilidade e oportunidades de ganhos para os proprietários de imóveis.
  3. Real Estate Fintech: as tecnologias financeiras no setor imobiliário, conhecidas como Real Estate Fintech, simplificam o processo de investimento imobiliário. Plataformas de crowdfunding imobiliário, por exemplo, permitem que os investidores participem de projetos imobiliários com pequenas quantias de dinheiro. Isso democratiza os investimentos imobiliários e amplia sua acessibilidade.

Essas três áreas representam apenas uma parte do vasto cenário das Proptech, mas demonstram como essas tecnologias estão transformando a maneira como concebemos, projetamos, gerenciamos e investimos em imóveis.

Uma revolução digital sustentável

A inovação no setor imobiliário não se refere apenas à eficiência, mas também à sustentabilidade. A Proptech está contribuindo para uma maior eficiência energética e a criação de espaços mais sustentáveis, atendendo às crescentes demandas das métricas ESG. Para saber mais, leia também “O que é e como fortalecer o gerenciamento de energia de instalações“.

Conclusão

Com a digitalização do setor, a coleta inteligente de dados e informações relacionadas a estruturas e a adoção de tecnologias inovadoras, o setor imobiliário está evoluindo rapidamente. As oportunidades de investimento são cada vez mais interessantes, e a importância da Proptech para a sustentabilidade e eficiência energética não pode ser subestimada. É hora de abraçar essa revolução digital no setor imobiliário.

 

usbim-maint
usbim-maint