Como calcular o tempo médio até a falha (MTTF)?

O MTTF é o parâmetro que mede o tempo em que um dispositivo dura em operação sem avarias. Descubra o que é e como difere do MTBF e do MTTR

Antecipar a ocorrência de uma falha que possa originar um mau funcionamento, ou até mesmo a paralisação dos sistemas e dispositivos de uma organização, é um dos aspetos mais importantes mas, ao mesmo tempo, complicados da atividade de um Facility Manager.

Felizmente, existem métricas de avaliação projetas especificadamente para medir a confiabilidade e a vida útil dos ativos, o que pode ajudar os gerentes de instalações a tomar decisões mais informadas e minimizar a interrupção operacional.

Neste artigo, vamos nos aprofundar no significado de tempo médio até a falha (MTTF) e tentaremos entender para que serve esse parâmetro, fornecendo as informações necessárias para aprender a calculá-lo corretamente.

Para obter dados confiáveis para definir o cálculo do MTTF, ou para acompanhar automaticamente os índices de desempenho adotados na manutenção, aconselhamos a utilização de um Facility Management software , acessível a partir de qualquer lugar e a partir de qualquer dispositivo, que permite monitorar o funcionamento dos seus ativos e ajuda a planear ações preventivas destinadas a prolongar o ciclo de vida de cada equipamento.

O que é o tempo médio até a falha (MTTF)

O tempo médio até a falha (MTTF) é um parâmetro estatístico utilizado no setor de Facility Management para avaliar a confiabilidade de sistemas mecânicos e eletrônicos.

Essa métrica ajuda a quantificar o tempo médio de atividade de equipamentos não reparáveis antes que eles quebrem e precisem ser substituídos e, por se aplicar apenas a dispositivos que que não podem ser reparados, pode de uma certa forma ser considerado equivalente em significado à vida útil média do bem.

São várias as razões pelas quais um bem (ou parte dele) pode não ser reparável, mas a mais comum reside nos prazos e custos excessivamente elevados de alguns tipos de reparações, o que torna mais cômodo substituir o componente danificado do que consertá-lo. Em muitos casos, porém, há também a impossibilidade técnica de realizar fisicamente o reparo (como ocorre, por exemplo, com uma lâmpada usada ou uma correia de transmissão quebrada, que não podem ser reparados a não ser com a substituição do próprio produto).

Como você deve ter notado, o índice MTTF geralmente se refere aos menores componentes substituíveis de uma instalação, que se destinam a manter os ativos maiores e mais reparáveis funcionando. Conhecer e entender o tempo médio até a falha é de fundamental importância para as organizações e gestores de facilities que pretendem aprimorar suas estratégias de manutenção, adotando uma atitude proativa que os ajude a prevenir quaisquer problemas, reduzindo paradas não planejadas e otimizando o desempenho e a vida útil dos ativos.

A imagem ilustra Mean-Time-To-Failure -MTTF

MTTF — Tempo médio até a falha

Como calcular o tempo médio até a falha

O tempo médio até a falha é determinado pelo monitoramento de um grande número de itens do mesmo tipo por um longo período de tempo, com o objetivo de rastrear seu desempenho, operação e vida útil.

Uma vez que o MTTF serve para expressar a duração média do ciclo de vida desses produtos, seu valor pode ser calculado dividindo-se a soma total do tempo de operação dos ativos individuais pelo número total de ativos observados, conforme previsto na fórmula abaixo:

MTBF =

Tempo total de funcionamento


Número total de ativos em uso

O MTTF geralmente é expresso em horas, portanto, quanto maior o seu valor, maior a duração média da vida útil do ativo.

Exemplo de cálculo de tempo médio até a falha

Suponhamos que queremos determinar o tempo médio até a falha para um tipo específico de lâmpada usada em um sistema de iluminação.

As lâmpadas observadas para o cálculo do tempo médio até a falha foram sete, todas com as mesmas características de fabricante, tamanho, potência. Em seu ciclo de vida, as lâmpadas atingiram uma duração de 25, 20, 19, 22, 24, 16 e 21 horas, respectivamente.

Somando a duração das lâmpadas individuais, obtém-se um tempo total de funcionamento de 147 horas, que podemos inserir na fórmula ilustrada acima:

MTBF =

Tempo total de funcionamento


Número total de ativos em uso

=

2


2

= 114 horas

Portanto, é possível concluir que as lâmpadas em questão conseguem funcionar em média 21 horas antes de chegarem ao fim de sua vida útil e precisarem ser substituídas.

Como usar essa mêtrica

O MTTF ajuda os profissionais de manutenção de ativos a prever por quanto tempo seus ativos poderão funcionar adequadamente antes de sofrer um desligamento permanente. Calcular e monitorar esse parâmetro pode, portanto, ser extremamente útil nos seguintes casos:

  • agendar inspeções e atividades de manutenção preventiva, com o objetivo de antecipar eventuais problemas, minimizando a ocorrência de falhas, avarias ou avarias repentinas e maximizando a vida útil dos recursos
  • tomar decisões sobre a compra de componentes e equipamentos , pois os artigos caracterizados por um maior MTTF garantem maior qualidade e durabilidade ao longo do tempo
  • desenvolver estratégias de estoque just-in-time (JIT), um sistema de gestão que permite que as empresas recebam mercadorias e peças de reposição quando elas forem realmente necessárias. Este sistema reduz a necessidade de armazenar grandes quantidades de estoque, resultando em maior eficiência e economia de custos.
A imagem ilustra o MTTF e suas principais funções

MTTF- Funções principais

MTTF, MTBF e MTTR: qual é a diferença

MTTF, MTBF e MTTR são três métricas de manutenção diferentes usadas para avaliar a confiabilidade e a vida útil de determinados sistemas ou componentes. Especificamente:

  • o tempo médio até a falha (MTTF) indica o tempo médio de operação de um dispositivo antes de sofrer uma avaria e é utilizado apenas para os ativos que não podem ser reparados, acabando assim por coincidir com o próprio ciclo de vida do ativo
  • o tempo médio entre falhas (MTBF) mede o intervalo médio entre as avarias de um dispositivo e, ao contrário do MTTF, é aplicado a ativos reparáveis.
  • o tempo médio para reparo (MTTR) refere-se à quantidade de tempo necessária para reparar um sistema e restaurar sua funcionalidade total.

Como monitorar os parâmetros de manutenção

O método mais eficaz para rastrear esses parâmetros é usar um software específico de Facility Management que ajude os profissionais do setor a:

  • reunir informações atualizadas e precisas de cada recurso;
  • monitorar os indicadores de desempenho dos equipamentos;
  • reduzir o tempo de inatividade de vários sistemas;
  • planejar intervenções e operações de manutenção;
  • crie relatórios personalizados que o ajudem a melhorar seus processos de tomada de decisão.

Se você também deseja otimizar seu trabalho, sugiro que experimente a versão demo de um Software de gerenciamento de instalações e descubra imediatamente como pode ser fácil gerenciar cada processo de manutenção.

 

usbim-maint
usbim-maint