Home » BIM e facility management » Gestão de energia: saiba o melhor modo de implementá-lo

Gestão de energia: saiba o melhor modo de implementá-lo

A gestão de energia no setor AECO refere-se ao monitoramento e otimização do consumo de energia. Descubra os benefícios e como aprimorá-lo


Se você é um profissional do setor AECO, sabe que a gestão de energia delicada também está entre as tarefas do gerente da instalação. O setor da construção civil, dado o consumo de energia para o qual se caracteriza, precisa fortalecer esse aspecto. Felizmente, para fazer isso, existem softwares de gerenciamento de energia que permitem gerenciar o consumo de energia em tempo real, ter todos os dados centralizados em uma única solução para atividades preditivas e identificar facilmente oportunidades eficientes de economia de energia.

Vamos ver o que é gestão de energia e como melhorá-la!

O que se entende por gestão de energia?

A gestão de energia, muitas vezes referida pelo termo mais internacional “Energy Management​”, é um processo planejado e proativo de monitoramento e otimização do consumo de energia. O objetivo desta fase de gestão de energia é duplo:

  • prestar atenção às necessidades ambientais cada vez maiores;
  • reduzir os custos associados ao consumo de energia.

A ação deste setor é de amplo espectro e inclui ações pequenas, mas muito importantes, como o uso de lâmpadas e equipamentos de economia de energia, e ações mais abrangentes, como, no caso de edifícios, a adição de camadas isolantes, a instalação de sistemas fotovoltaicos, o aprimoramento de sistemas HVAC, etc.

É importante ressaltar que a gestão de energia envolve ações como as que acabamos de descrever, mas na base há sempre um plano preciso de monitoramento e controle com ações planejadas. Quanto mais cedo e melhor o plano de gerenciamento de energia for implementado, mais ele terá efeitos positivos no meio ambiente e nos custos associados a esses consumos. Para a implementação de um plano de gerenciamento de energia eficiente, é essencial o uso de novas tecnologias e softwares que apoiem os profissionais no monitoramento de ativos, seus componentes e sua eficiência energética.

Em geral, o software de gestão de energia usa novas tecnologias, como IoT (Internet das Coisas), sistemas avançados de conectividade e Big Data, permitindo que uma empresa aproveite a análise de dados de energia para melhor gerenciamento das instalações.

Por que a gestão de energia é importante na indústria da construção?

Os problemas relacionados às necessidades ambientais são cada vez mais atuais e prementes e é essencial abordá-los, também e acima de tudo, no setor AECO. Sabe-se agora, de fato, que o setor é altamente intensivo em energia, responsável por 36% do consumo de energia e 39% das emissões de dióxido de carbono para a atmosfera. Para reduzir esses percentuais, é necessário abordar a fase de gestão de energia da forma mais eficiente possível.

A gestão de energia é o meio de controlar e reduzir o consumo de energia de um edifício, o que permite que proprietários e operadores reduzam:

  • custos: a energia é responsável por 25% de todos os custos operacionais em um prédio de escritórios;
  • emissões de carbono: para cumprir as metas internas de sustentabilidade e os requisitos regulamentares;
  • os riscos: quanto maior a energia consumida, maior o risco do aumento dos preços da energia ou a escassez de aprovisionamento poderem afetar gravemente a rentabilidade.

Quais são os benefícios da gestão de energia?

Abordar a fase de gestão de energia de forma completa e eficiente implica uma série de vantagens em termos de sustentabilidade ambiental e econômica. Vamos ver quais são os 4 principais benefícios:

  1. ajuda a atingir o objetivo “carbono neutro”: permite analisar dados de energia destacando áreas de consumo excessivo de energia e imaginando soluções para a redução das emissões de carbono. O objetivo é operar de forma mais sustentável, reduzir o desperdício de energia e permanecer em conformidade com a legislação de carbono.
  2. Combate o aumento dos custos da energia: ajuda a identificar as dispersões de energia, as fontes de consumo excessivo, a maximizar a eficiência energética em tempos de alta procura e baixa oferta e a evitar retrocessões no futuro.
  3. Monitora o consumo de energia: permite o monitoramento completo do consumo, equipamentos e tudo relacionado à esfera energética. Graças ao gerenciamento de energia, é possível planejar um programa de análise e alertas para coletar e analisar dados de energia.
  4. Melhora as estratégias gerais de gerenciamento de energia: faz uso de informações importantes, como dados de monitoramento e consumo, para identificar caminhos de economia de energia, criar processos bem informados, otimizar riscos e desempenho e encontrar áreas para melhoria.
A imagem mostra os benefícios da gestão de energia

Benefícios da gestão de energia

Como gerenciar melhor o consumo de energia no setor AECO?

Sabemos que o setor AECO é altamente energético, por isso é essencial entender a melhor maneira de abordar a gestão de energia na construção. Claramente, cada projeto e cada novo desafio de construção traz consigo diferentes fontes de consumo de energia e peculiaridades a serem analisadas no momento, mas em geral é útil implementar esses três pontos na gestão de energia dos edifícios:

  1. medir o consumo de energia e coletar dados: essa etapa é essencial para identificar o consumo excessivo, estudar o motivo e agir de acordo.  Antes a coleta de dados ocorria de forma mais manual, para planilhas individuais, hoje felizmente através de um software de gerenciamento de energia é possível controlar o consumo de energia de forma muito mais eficiente.
  2. Encontrar e quantificar oportunidades de poupança de energia: os dados recolhidos através da primeira etapa serão valiosos para encontrar e quantificar oportunidades de poupança de energia. A análise periódica e detalhada dos dados recolhidos graças ao monitoramento pode, de fato, permitir identificar fontes de poupança que não exigem investimentos de capital excessivos.
  3. Acompanhar a evolução do consumo de energia: este terceiro passo é importante para compreender se as decisões tomadas no ponto 2 foram suficientes, se conduziram à obtenção dos resultados desejados ou se devem ser reforçadas com outras medidas.

A gestão de energia no setor AECO é um aspecto delicado e muito importante. É responsabilidade dos profissionais projetarem, mas também gerenciar o edifício de uma forma mais verde. Para fazer isso, felizmente existem softwares específicos de gestão de energia que quantificam o desperdício e identificam facilmente estratégias eficazes para reduzir o consumo de energia.

Tudo o que você precisa fazer é pedir uma apresentação e implementá-la em seu fluxo de trabalho!

 

usbim-maint
usbim-maint