Green BIM: integração entre o BIM e a construção verde

O poder do Green BIM é tornar fácil o projeto de edifícios verdes. Descubra a importância do BIM na construção verde


Quantas vezes você já ouviu falar em Construção verde (Green Building em inglês) ou Arquitetura Sustentável? Você já se perguntou o que acontece se os critérios, que são a base dos projetos sustentáveis, fossem integrados à abordagem típica da Metodologia BIM?

Neste artigo vamos te explicar o significado e o potencial da nova fronteira da Building Information Modeling: o Green BIM!

O que é Green BIM

Em uma época em que as questões ambientais e o uso de recursos assumem um interesse cada vez maior, até o BIM fica verde e se torna Green BIM.

Mas o que realmente isso significa?

Green BIM é um processo que envolve a aplicação da metodologia BIM ao projeto, construção e gestão de edifícios eco-sustentáveis. A integração entre BIM e sustentabilidade visa responder de forma eficaz à falta de recursos energéticos e aos desafios da degradação ambiental relacionados com o setor da construção.

O que e Green BIM

 

É importante lembrar que a avaliação da sustentabilidade representa uma das principais dimensões do BIM, e refere-se não apenas à análise do consumo de energia do edifício, mas também à definição de aspectos econômicos e sociais.

Antes de analisar detalhadamente o papel do BIM no projeto de edifícios sustentáveis, vamos esclarecer juntos o conceito de construção verde.

Qual é o significado de Green Building

O termo Green Building, ou construção verde, refere-se ao projeto de edificações capazes de minimizar os impactos negativos ao clima, ao meio ambiente e à saúde humana, tanto durante a fase de construção, como ao longo de todo o ciclo de vida da obra.

A construção verde nos permite preservar os recursos naturais e melhorar nossa qualidade de vida.

O grau de sustentabilidade alcançado por um edifício, pode ser avaliado por meio de protocolos e sistemas de certificação nacional e internacional, tais como: LEED, BREEAM, etc. Os critérios a serem considerados nestas avaliações incluem:

  • a qualidade e sustentabilidade do site;
  • o consumo de recursos (energia, água, solo e materiais);
  • cargas ambientais (emissões de CO2, resíduos sólidos, etc.);
  • qualidade ambiental interna (saúde do ar, conforto térmico, higrométrico, acústico e visual);
  • a qualidade do serviço (desempenho energético, domótica, segurança dos usuários etc.).
a imagem ilustra protocolos de criterios e sistemas de certificacao para Green BIM

Sustentabilidade: protocolos de critérios e sistemas de certificação

Para obter um nível de sustentabilidade adequado para caracterizar o edifício como Green Building, é útil adotar algumas estratégias importantes, tais como:

  • privilegiar áreas de intervenção facilmente reaproveitáveis e acessíveis do ponto de vista das infraestruturas;
  • utilizar materiais ecológicos e não tóxicos (materiais naturais, reciclados e/ou recicláveis);
  • reduzir a demanda de água através do uso de sistemas e aparelhos de coleta de água eficientes;
  • limitar o consumo de energia, incentivar o uso de energia de fontes renováveis e melhorar o desempenho térmico do envelope;
  • instalar sistemas de controle e automação dos sistemas e tecnologias presentes na edificação.

Para atender a essas exigências é necessário partir de uma fase de projeto com base em uma abordagem integrada, capaz de suportar as interações entre os diferentes fatores. E é aqui que entra a metodologia BIM.

Graças à sua capacidade de gerenciar de forma eficiente toda a informação do projeto, incluindo a sustentabilidade da intervenção, o BIM é o processo mais adequado para responder a esta necessidade.

Como o BIM contribui para o projeto e construção de edifícios sustentáveis

Vimos que o Green BIM representa um método de projeto eficiente e inovador, que permite gerir os objetivos relacionados a sustentabilidade do projeto de forma integrada, através da sua implementação em ambiente BIM.

Mas como o BIM pode realmente ajudar na realização de edifícios sustentáveis?

Como sabemos, a metodologia BIM se baseia no compartilhamento de informação e na colaboração entre os diferentes atores envolvidos no processo. Esta natureza colaborativa já se desenvolve desde a fase preliminar do projeto e permite uma visão completa do trabalho a ser realizado.

Através da ajuda da Plataforma colaborativa BIM, profissionais pertencentes a diferentes disciplinas interagem e avaliam possíveis cenários, com o objetivo de identificar a solução do projeto mais sustentável do ponto de vista energético, econômico, ambiental, etc.

A melhoria da eficiência energética, em particular, é um dos principais requisitos a serem atendidos no campo da construção verde. A modelagem energética baseada na metodologia BIM é chamada de Building Energy Modeling (BEM), e visa integrar aspectos do comportamento energético do edifício no processo de projeto.

Através da simulação de modelos energéticos, suportados por softwares de certificação energética, o projetista é capaz de realizar análises nas diferentes fases do processo e prever as necessidades energéticas do edifício. Isso permite adotar soluções de projeto otimizadas com vistas à economia de energia e sustentabilidade, o que caracterizará a obra durante sua vida útil.

A união entre BIM e Green Building permitirá lidar de forma mais eficiente com a análise do impacto ambiental e do ciclo de vida da obra. Ao explorar o potencial dos modelos de informação e a interoperabilidade entre diferentes softwares BIM, é possível realizar análises e simulações para verificar a sustentabilidade do projeto e a conformidade com as exigências dos protocolos internacionais.

Além disso, a implementação do Green Building desempenha um papel significativo durante a fase de construção e posterior gestão da obra. Entre as vantagens do BIM, cabe lembrar a capacidade de planejar e gerenciar a implementação da intervenção em tempo real, otimizando tempo e custos, e reduzindo o desperdício de materiais e recursos. Na fase operacional, graças à integração entre BIM e estratégias inteligentes, é possível monitorar o desempenho do edifício e a qualidade do ambiente interno.

Gostaria de começar a projetar edifícios sustentáveis e inovadores também? Então aconselhamos você a baixar gratuitamente os softwares BIM e descobrir todo o potencial da integração entre BIM e sustentabilidade.

termus-plus
termus-plus