Home » BIM e Projeto de construção » Quais são as normas BIM?

Quais são as normas BIM?

As normas BIM são procedimentos e diretrizes com a finalidade de administrar todas as operações do ciclo de vida de uma obra. Entenda melhor

O mundo da AECO está em constante evolução tanto em termos de métodos como de processos.

Com o constante avanço da inovação tecnológica, o BIM é cada vez mais utilizado e difundido: por isso é de fundamental importância que o BIM (como qualquer outra tecnologia ou metodologia) seja regulamentado por normas internacionais.

É precisamente a abordagem colaborativa e interdisciplinar em que se baseia o Building Information Modeling que impulsionou esta metodologia para o desenvolvimento de padrões e fluxos de trabalho abertos, um pré-requisito indispensável para a criação de um ambiente de trabalho comum e uma troca de informações de acordo com modalidades e formatos que garantem a máxima integridade dos dados.

Então vamos ver quais são as normas BIM.

Entretanto, se você lida com BIM ou tem interesse nesta nova metodologia, recomendo o BIM Management System para gerenciar seus projetos e planejar seu trabalho de forma colaborativa e compartilhada.

O que é uma norma BIM internacional?

As normas internacionais BIM são procedimentos e orientações reconhecidas por diversos órgãos oficiais a nível internacional, para melhor gerir todas as operações previstas em todo o ciclo de vida da obra.

Isso permite processos mais organizados e melhor colaboração mesmo entre equipes de trabalho localizadas em diferentes áreas do mundo.

A exigência de uma norma BIM internacional surge justamente da necessidade de uma linguagem comum que favoreça a comunicação entre os colaboradores. No entanto, isso se limita a disposições gerais, pois cada nação tende a usar suas próprias leis e regulamentos, reduzindo os benefícios das normas.

normas BIMISO 19650

Norma ISO 19650

Quais são as normas BIM?

A primeira norma internacional BIM que regulamenta o BIM é, sem dúvida, a norma ISO 19650.

A ISO 19650 (Organização da informação da construção – Gestão da informação usando modelagem da informação da construção) é uma norma internacional que regula a gestão da informação sobre todo o ciclo de vida de um ativo, utilizando o Building Information Modeling (BIM).

Ela define os processos colaborativos para a gestão eficaz das informações durante a fase de entrega e operação dos ativos.

Em geral, podemos dizer que a norma ISO 19650:

  • deriva das normas PAS britânicas (PAS 1192 – 2: 2013 e PAS 1192 – 3: 2014).
  • Foi elaborada para ser utilizada durante todo o ciclo de vida do edifício (da fase de projeto até chegar à gestão e manutenção).
  • Consiste em 5 partes:
    • Parte 1 – Conceitos e princípios gerais.
    • Parte 2 – Fase de entrega de ativos.
    • Parte 3 – Processos de desenvolvimento e gestão da informação durante a fase de construção.
    • Parte 4 – Troca da informação.
    • Parte 5 – Requisitos de segurança da informação.

Para mais informações, convido você a ler o artigo de aprofundamento “O que é ISO 19650“.

Em adição a norma ISO 19650, que pode ser considerada a mais importante para o mundo BIM, existem outras normas que regulam outros aspectos. Entre elas as mais conhecidas são:

  • ISO 16739 – define as características do formato IFC para compartilhamento de dados em um processo BIM (leia também “O que é a ISO 16739?“).
  • ISO 12006 – define a classificação dos componentes de um edifício.

Por que precisamos de normas BIM?

Quando falamos de BIM, temos que pensar em uma série de processos mais ou menos complexos, necessários para completar certos trabalhos em uma obra. Por isso, é de fundamental importância fazer referência a normas e diretrizes que organizam e trazem ordem em todo o sistema.

A imagem mostra as áreas de regulamentacao das normas

Áreas de regulamentação das normas

Em alguns Países, essas disposições não estão presentes porque o BIM não foi regulamentado em nível nacional e, portanto, poderá se deparar diante de vários órgãos públicos ou privados que desenvolvem suas próprias normas. Essa situação retarda o desenvolvimento do BIM, pois os técnicos precisam lidar com diferentes normas ou regras para aplicar ao processo.

Por esta razão, foi publicada em 2018 a ISO 19650 que procura eliminar (ou pelo menos minimizar) as diferenças entre as diversas normas que regulam o processo construtivo.

A ISO 19650 se inspira na BS 1192 (British Standard) e visa tornar a troca de dados coerente, obtendo grandes vantagens para o mundo AECO. Isso é possível graças a diversas diretrizes, requisitos e características que especificam produtos, processos e serviços, garantindo eficiência ao longo de todo o ciclo de vida da edificação.

Em última análise, o uso de padrões BIM leva a uma série de aspectos positivos, como:

  • melhoria da qualidade geral do projeto e informações relacionadas.
  • Redução do tempo necessário para concluir as diversas atividades.
  • Maior eficiência na coordenação das várias disciplinas.
  • Otimização dos processos que existem entre as diferentes disciplinas do mundo AECO.

 

usbim
usbim