Home » BIM e facility management » Cálculo da métrica de PM Compliance na manutenção

Cálculo da métrica de PM Compliance na manutenção

A PM Compliance é uma métrica que mede a eficácia dos programas de manutenção preventiva. Descubra como calculá-la

A manutenção preventiva é um aspecto de fundamental importância para o sucesso de uma empresa, pois reduz a probabilidade de falhas e garante a máxima eficiência e funcionalidade das plantas de produção e máquinas ao longo do tempo. Porém, a simples elaboração de um programa de manutenção preventiva não poderá garantir os resultados desejados se os sujeitos envolvidos não estiverem aptos a cumpri-lo, realizando as diversas atividades na forma e nos prazos previstos.

Para entender se um plano de manutenção atende ou não às expectativas, é possível monitorar sua eficácia calculando o coeficiente de conformidade PM, ou seja, uma métrica que mede a percentagem de tarefas de manutenção preventiva que foram concluídas em um determinado período.

A conformidade PM, do inglês PM Compliance, é hoje em dia a métrica mais usada por empresas e gerentes de instalações para avaliar o quão bem as equipes de manutenção são capazes de concluir as operações programadas dentro do prazo. Se você ainda não conhece esse parâmetro, neste artigo você poderá encontrar as informações necessárias para aprender a calculá-lo corretamente.

Antes de se aprofundar no assunto, recomendamos que você experimente um software de gestão de manutenção, um sistema centralizado e baseado em nuvem que permite planejar, gerenciar e rastrear automaticamente as atividades de manutenção preventiva e armazenar os dados que o ajudarão a tornar seus programas de manutenção cada vez mais confiáveis e eficazes.

O que é a PM Compliance

A PM Compliance, também conhecida em português como conformidade PM, é um indicador-chave do desempenho que ajuda as empresas a avaliar o cumprimento dos objetivos estabelecidos pelos programas de manutenção preventiva.

Como você certamente já sabe, o manutenção preventiva consiste em planejar e desenvolver uma série de atividades destinadas a retardar a degradação normal de um ativo e reduzir a probabilidade de ocorrência de avarias inesperadas.

Apesar do planeamento cuidadoso das intervenções, nem sempre as equipas de manutenção conseguem acompanhar a estratégia definida. E é aqui que entra em jogo o cálculo do PM Compliance, o parâmetro que permite medir quantas tarefas de manutenção programadas foram concluídas com sucesso em um certo período de tempo, e que ajuda os sujeitos envolvidos a otimizar os processos, melhorando os fluxos de trabalho de tempos em tempos e garantindo um uso mais eficaz dos recursos.

A imagem mostra dois técnicos, com capacetes de segurança, ocupados na inspeção de um componente.

PM Compliance: controle e verificação das intervenções de manutenção

Como calcular a PM Compliace

A fórmula para calcular a conformidade PM é bem simples: basta dividir o número de ordens de serviço concluídas em um determinado período pelo número total de ordens de serviço PM planejadas para o mesmo período. Por fim, multiplique o resultado por 100 para obter o grau de cumprimento em porcentagem.

Conformidade PM =

Nº de ordens de serviço PM concluídas


Nº de ordens de serviço PM planejadas

x100

É importante incluir apenas as atividades de manutenção preventiva programadas regularmente no cálculo de PM Compliance. O parâmetro não leva em consideração o manutenção corretiva já que, na maioria dos casos, são trabalhos pontuais.

O período de tempo a ser considerado no cálculo do PM Compliance depende de necessidades totalmente pessoais.

A maioria das organizações cria seu calendário de manutenção semanalmente, para que você possa avaliar a conformidade do PM a cada sete dias ou considerar um período de tempo mais longo de, digamos, 90 dias para obter uma imagem mais completa e confiável.

A regra dos 10%

Para não desvirtuar a fiabilidade do resultado final, importa excluir do cálculo da conformidade PM todas aquelas atividades de manutenção preventiva que, embora concluídas dentro do prazo máximo do período de referência escolhido, sejam desenvolvidas após o seu prazo efetivo (definido pelo programa de manutenção).

A fórmula de 10% estabelece especificamente que todas as atividades concluídas dentro de um período após a expiração igual a no máximo 10% do intervalo de manutenção planejado podem ser consideradas elegíveis.

Suponhamos, por exemplo, que queremos medir o PM Compliance com referência a um período de três meses, e que existe uma determinada atividade de manutenção que deve ser realizada a cada 60 dias. Aplicando-se a regra dos 10%, a atividade em questão só pode ser considerada regular se for concluída até seis dias após a data de vencimento (ou seja, até o 66º dia). Caso a equipe de manutenção demore mais para realizar a atividade, mesmo concluindo-a dentro dos três meses de referência, ainda assim não será possível incluí-la no cálculo do PM Compliance.

A regra dos 10% é uma maneira eficaz de evitar sinalizar atividades que estão atrasadas no desenvolvimento e contribuem incorretamente para uma melhoria em sua pontuação de conformidade. Graças à aplicação desta regra é possível obter resultados mais confiáveis e avaliar com mais precisão o sucesso da equipe de manutenção.

Exemplo de cálculo de conformidade PM

Suponha que uma empresa planeje desenvolver 250 tarefas de manutenção em um período de 90 dias.

Suponhamos também que a equipe responsável consiga cumprir apenas 210 das ordens de serviço previstas, no intervalo de tempo estabelecido (novamente considerando a regra dos 10%).

Aplicando a fórmula PM Compliance ilustrada acima, obtemos o seguinte resultado:

Conformidade PM =

210


250

x100=84%

O valor obtido pode ser comparado com o padrão de conformidade de PM globalmente aceito, que é considerado 90% ou superior.

Como usar o PM Compliance

O PM Compliance é uma das ferramentas mais eficazes usadas por empresas e gerentes de instalações para melhorar a confiabilidade dos programas de manutenção preventiva. Avaliando cuidadosamente este parâmetro é possível, de fato:

  • identificar áreas que precisam de melhorias, também graças à regra dos 10% que ajuda a entender quais tarefas sempre atrasam e porque algumas tarefas nunca são concluídas.
  • Localizar e eliminar atividades que não são mais relevantes e que, portanto, não precisam ser executados, economizando tempo e aumentando a eficiência das operações de manutenção.
  • Diagnosticar e corrigir quaisquer problemas recorrentes que impeçam a conclusão atempada e consistente das diversas atividades.
  • Preparar para auditorias de manutenção , que são realizados para avaliar o correto funcionamento dos vários departamentos de produção.
A imagem é um esquema que mostra quatro usos da métrica de conformidade com a manutenção preventiva.

Usos de conformidade de PM

Como melhorar a conformidade do PM

Como a conformidade da manutenção preventiva é uma medida de quão bem a manutenção preventiva funciona dentro de uma organização, estratégias apropriadas devem ser implementadas para ajudar a aumentar seu valor. Para melhorar ao máximo este parâmetro é importante, por exemplo:

  • avaliar periodicamente o estado de atualização e precisão atividades de manutenção preventiva, eliminando todas as operações obsoletas ou redundantes.
  • Simplificar as práticas de manutenção e reduzir o tempo necessário para sua realização, investindo em treinamento de pessoal e adotando sistemas de informática que facilitem o acesso à informação.
  • Reservar tempo para atividades de manutenção preventiva , para que as equipas de manutenção tenham sempre tempo disponível para se dedicar a estas atividades, mesmo em caso de avarias e avarias inesperadas.
  • Verificar periodicamente se os planos de manutenção são executados com a frequência ideal , respeitando as mudanças nas necessidades de produção.

Para melhorar a eficácia dos seus programas de manutenção preventiva e facilitar ainda mais o cálculo do PM Compliance, você também pode contar com o potencial de um software de gestão de manutenção, a única ferramenta que permite gerenciar de forma confiável qualquer processo relacionado à manutenção e que oferece recursos de relatórios poderosos que ajudam a monitorar o status de conclusão das ordens de serviço e sempre se manter atualizado sobre as atividades em andamento.

usbim-maint
usbim-maint