Home » BIM e facility management » Manutenção preventiva e preditiva: prós e contras

Manutenção preventiva e preditiva: prós e contras

Manutenção preventiva e preditiva: uma se baseia em inspeções regulares, a outra no monitoramento das condições. Conheça a diferença

Uma empresa de sucesso não pode basear a gestão dos seus ativos apenas em intervenções de manutenção corretiva, mas deve visar estratégias para prevenir problemas e danos, com o auxílio justo de um software de gestão de manutenção.

As principais estratégias a serem utilizadas são certamente a manutenção preventiva e preditiva, que embora ambas sejam baseadas em uma abordagem proativa, possuem algumas diferenças peculiares. Vamos analisá-los juntos neste artigo!

Manutenção preventiva x manutenção preditiva

A manutenção preventiva e a manutenção preditiva são dois lados da mesma moeda e muitas vezes são confundidos por isso mesmo. Isso porque o objetivo de ambos é prevenir a ocorrência de danos antes do tempo e, assim, aumentar a confiabilidade dos recursos.

No entanto, eles têm uma diferença principal:

  • a manutenção preventiva é aquela programada regularmente, com o objetivo de manter todos os equipamentos em condições operacionais; porém, isso ocorre independentemente do estado do maquinário e de sua real necessidade de manutenção.
  • A manutenção preditiva é programada de acordo com as necessidades e de acordo com as condições do ativo. Com monitoramento contínuo vamos intervir nos problemas reais das máquinas durante seu funcionamento.

Manutenção preventiva e seus prós e contras

Manutenção preventiva definitivamente:

  • é mais barato de implementar;
  • aumenta a vida útil dos recursos;
  • aumenta a produtividade das máquinas;
  • reduz o tempo de inatividade não planejado.

Ao mesmo tempo, porém, não considerando a condição dos bens, poderia ser possível agir sobre danos não reais, causando perdas econômicas e temporais.

Manutenção preditiva e seus prós e contras

Com a manutenção preditiva você tem:

  • a identificação imediata de problemas reais no maquinário;
  • maior eficiência de estoque;
  • a redução de custos de materiais;
  • menos tempo de manutenção.

No entanto, comparada com a manutenção preventiva, acaba por ser uma estratégia mais complexa e por isso requer:

  • novas tecnologias;
  • aumento de pessoal;
  • melhor treinamento;
  • custos iniciais mais elevados.
A imagem ilustra um exemplo de manutenção preditiva: monitoramento de dados dos ativos

Manutenção preditiva: monitoramento de dados dos ativos

Diferenças entre manutenção preventiva e preditiva

Aqui está um diagrama que irá ajudá-lo a entender completamente as diferenças e características principais.

A imagem ilustra a diferença entre a manutenção preventiva e preditiva

Diferenças entre a manutenção preventiva e preditiva

Estratégias de manutenção: qual escolher e qual a melhor forma de implementá-las

A manutenção preventiva é baseada em um planejamento preciso o que permite que você não tenha instalações parados repentinamente. Esse tipo de estratégia é eficaz no caso de maquinários importantes dentro do processo produtivo.

A manutenção preditiva, através do desempenho do equipamento e monitoramento de condição, identifica possíveis anomalias e/ou defeitos antes que eles ocorram. Este tipo de estratégia é extremamente útil para as instalações que precisam durar muito tempo e para as quais é necessário fazer melhorias contínuas em seu desempenho.

Idealmente, porém, a gestão de ativos deve envolver as duas estratégias e o primeiro passo que você pode dar para se introduzir neste mundo é certamente usar um software de gestão de manutenção.

Dessa forma, em uma única solução, você poderá planejar e gerenciar atividades de manutenção programada com notificações contínuas e ao mesmo tempo monitorar constantemente seus ativos, analisando o desempenho real e específico com base no Key Performance Indicator (KPI) e Service Level Agreemento (SLA).

 

usbim-maint
usbim-maint