Home » BIM e facility management » Rastreamento de ativos: como otimizar a gestão de recursos

Rastreamento de Ativos

Rastreamento de ativos: como otimizar a gestão de recursos

O rastreamento de ativos é o processo de monitoramento e controle dos recursos de uma empresa. Descubra seus benefícios, aplicações e as 5 tecnologias-chave

O rastreamento de ativos é a disciplina que envolve o monitoramento de recursos, permitindo que empresas reduzam custos e melhorem sua eficiência gerencial e organizacional, mantendo um controle constante de seus recursos.

O monitoramento dos recursos de uma empresa não se limita apenas à localização, mas inclui um processo de gestão e manutenção dinâmicas e sempre atualizadas, viabilizadas por um software de gerenciamento de instalações.

Esse processo permite preservar o valor, a segurança e a produtividade de todos os ativos. Vamos ver em detalhes como tudo isso é possível!

O que é rastreamento de ativos?

O rastreamento de ativos é uma metodologia que permite monitorar em tempo real a localização e o estado dos ativos dentro de uma organização, fornecendo informações constantes sobre seu estado, como:

  • localização;
  • valor;
  • tipo de atividade;
  • desgaste;
  • possíveis falhas e consequentes solicitações de manutenção;
  • quantidade no inventário;
  • custos operacionais.

A implementação de procedimentos de rastreamento de ativos permite a todas as empresas simplificar o uso e a gestão de seus ativos, que, devido ao tipo de setor, podem ser os recursos mais diversos a serem gerenciados no contexto do gerenciamento de instalações, incluindo:

  • máquinas e equipamentos de produção industrial;
  • veículos corporativos;
  • dispositivos de proteção coletiva;
  • sistemas de segurança;
  • instalações de intrusão, elétricas, de iluminação, hídricas, HVAC;
  • sistemas de construção;
  • dispositivos digitais, computadores, servidores;

Vantagens do rastreamento de recursos

Desenvolver um processo de monitoramento de recursos em sua empresa oferece inúmeras vantagens que trazem grandes melhorias gerenciais.

Um bom sistema de rastreamento de recursos permite, em primeiro lugar, melhorar o planejamento e o uso geral: com o monitoramento em tempo real da localização, das condições e do uso, você pode tomar decisões mais conscientes e desenvolver procedimentos organizacionais otimizados.

Isso também implica em uma redução de custos, tanto administrativos quanto operacionais.

Se o estado de cada ativo for controlado, é possível desenvolver procedimentos de manutenção proativa, que permitem intervir apenas quando o ativo realmente precisa de manutenção, aumentando sua vida útil e economizando em atividades desnecessárias.

Todos os dados são coletados automaticamente em um sistema centralizado, permitindo ter registros atualizados em todas as situações e manter a máxima produtividade.

Registros e inventários atualizados, juntamente com alertas automáticos sobre a localização dos recursos, garantem a ausência de movimentos não autorizados ou roubos.

Aplicações do rastreamento de recursos

O rastreamento de recursos é uma atividade muito útil em muitos setores e possui várias aplicações:

  • setor manufatureiro: para otimizar toda a linha de produção e garantir sua eficiência, é necessário que todas as atividades sejam realizadas sem atrasos: rastrear recursos é uma atividade fundamental. Gerenciamento de inventário, programação de manutenção preventiva, resolução de problemas e falhas repentinas (relatadas por mensagens em tempo real), desenvolvimento de análises cronológicas do estado e relatórios atualizados são apenas algumas das atividades que o monitoramento constante torna possível neste setor.
  • Setor hospitalar e de saúde: garantir a saúde dos pacientes e que todas as suas necessidades de saúde sejam constantemente atendidas está levando mais e mais instituições de saúde a gerenciar e monitorar todos os seus recursos físicos. O rastreamento de ativos, por um lado, permite que os profissionais de saúde vejam em tempo real a posição de equipamentos como camas, cadeiras, sondas, etc., por outro lado, fornece informações úteis sobre seu uso e manutenção, para entender melhor se os recursos estão sendo usados excessivamente ou não. As tecnologias modernas também permitem controlar e monitorar as condições de pacientes em risco, garantindo assistência eficiente e contribuindo para melhorar os processos de saúde nos hospitais.
  • Setor de combate a incêndios: rastrear o estado das mangueiras de incêndio, hidrantes, grupos móveis ou detectores de fumaça dentro das estruturas significa verificar o estado deles a todo momento e enviar notificações em caso de danos, manutenção ou até mesmo incêndios, salvando assim inúmeras vidas humanas.
  • Setor logístico: rastrear recursos remotamente fornece dados em tempo real sobre qualquer tipo de remessa, evitando perdas e desvios. Esse processo é muito útil para o transporte de produtos alimentícios, especialmente refrigerados: o uso de sensores de temperatura, integrados aos de localização, gera alertas quando a temperatura está acima dos limites permitidos, evitando a chegada de produtos descongelados e danificados.

Metodologias e tecnologias de rastreamento de recursos

Para manter o rastreamento de ativos, é importante desenvolver um monitoramento em tempo real dos recursos, compartilhando dados e desenvolvendo análises inteligentes. Isso é viabilizado hoje pela implementação da IoT: a conexão de dispositivos, máquinas e objetos via Internet.

O monitoramento de ativos IoT é realizado por meio do uso de uma série de dispositivos de rastreamento, um sistema de conectividade e uma plataforma de integração BIM IoT capaz de gerenciar todos os processos e desenvolver análises úteis com base nos dados adquiridos.

<yoastmark class=

Para funcionar de maneira eficiente, é necessário usar os sensores certos para o rastreamento de recursos; entre as tecnologias mais comuns, temos:

  1. códigos de barras/QR code;
  2. RFID;
  3. WiFi;
  4. BLE;
  5. GPS.

A seguir, um breve foco em suas características peculiares.

Tecnologias de rastreamento de recursos

Tecnologias de rastreamento de recursos

1. Códigos de barras/QR code

Os códigos de barras são ferramentas muito utilizadas por serem versáteis, econômicas, rápidas e fáceis de usar. Os softwares de gerenciamento de instalações permitem escanear as etiquetas facilmente e gerenciar o inventário e o rastreamento de recursos diretamente pelo smartphone, o que pode ser feito por todos os funcionários com facilidade.

A evolução do código de barras é o QR Code, que tem a capacidade de transferir muito mais informações.

2. RFID

O RFID, acrônimo de “Identificação por Radiofrequência”, é uma tecnologia de identificação automática que se baseia na propagação de ondas eletromagnéticas no ar, usadas para identificar e rastrear as tags dos ativos por meio de um leitor.

Normalmente, esse sistema é composto por:

  • tag: é o dispositivo de radiofrequência composto por um chip, com memória e conectado a uma antena, que permite a transmissão de dados. As tags se distinguem em ativas, se possuem alimentação própria (constituída por uma bateria de longa duração), passivas, se não possuem uma fonte própria de energia, mas a recebem do sinal do leitor, semi-passivas, se possuem uma bateria que alimenta o microchip, mas não o transmissor.
  • Leitores: permitem adquirir as informações contidas nas tags. Podem ser fixos, se precisarem ser capazes de assumir grandes quantidades de dados, ou na forma de dispositivo móvel.
  • Antena: permite enviar e receber os dados contidos na tag. Os leitores têm antenas para emitir ondas de rádio, que são captadas pela tag RFID por meio da antena e usadas para alimentar o chip, liberando assim informações.
  • Sistema de gerenciamento: software de gerenciamento de computador que permite obter todas as informações disponíveis dos ativos a partir das tags.

3. WiFi

Os sistemas WiFi são fáceis e econômicos de implementar e seu princípio de funcionamento é o mesmo dos sistemas RFID, a diferença é que eles funcionam por meio de redes locais, usando ondas de rádio para transmitir informações.

4. BLE

Uma das tecnologias mais recentes, capaz de localizar recursos com maior precisão do que o RFID ou o WiFi, é o BLE “Bluetooth Low Energy”.

Como o próprio nome diz, os dispositivos BLE consomem pouca energia e entram em modo de suspensão quando não estão em uso; portanto, tendo uma vida útil da bateria mais longa, têm custos operacionais e de manutenção reduzidos. Com este sistema, os dispositivos de rastreamento de ativos podem se comunicar entre si e localizá-los em mapas com pesquisas textuais simples.

5. GPS

Principalmente utilizado para recursos localizados externamente, um dispositivo de localização GPS transmite através de redes via satélite. Os sinais são usados para calcular com alta precisão a latitude e a longitude de um determinado recurso.

Eles oferecem dados de localização em tempo real, são passivos e fornecem alertas de movimento no caso de um recurso mudar inesperadamente de posição.

Estes sistemas são muito precisos e exatos, podem comunicar à distância e manter todas as informações atualizadas, porém são consumidores de energia, portanto têm uma duração de bateria mais curta do que outras tecnologias utilizadas.

Ferramentas para implementar o monitoramento de recursos

Para desenvolver um processo de monitoramento dos recursos da sua empresa, existem diferentes tecnologias que levam a resultados excelentes, a escolha certa para você depende dos objetivos e dos requisitos específicos selecionados.

No entanto, para planejar adequadamente todo o processo de gestão, independentemente dos métodos de monitoramento que considere mais úteis para implementar, certamente precisará de um suporte de software. Utilizar sistemas de monitoramento como Qr Code, GPS ou BLE é bastante inútil por si só se não adotar um software de gestão de instalações que mova os fios e permita o planejamento de intervenções de controle e manutenção com base nas condições reais dos bens.

Rastreio de informações de ativos com o usBIM.maint

Rastreio de informações de ativos com o usBIM.maint

Este instrumento, na verdade, é capaz de se conectar automaticamente aos seus ativos e geolocalizá-los, captando e arquivando na nuvem todos os dados e informações, organizados com base nas etiquetas atribuídas a cada um e visíveis diretamente no modelo BIM conforme construído.

Isto significa:

  • ter sempre à disposição, de qualquer dispositivo, as informações de que precisa, sem buscas intermináveis em pastas e arquivos, mas clicando diretamente no objeto no espaço virtual;
  • receber notificações e alertas quando uma manutenção está agendada ou se há alguma atividade extraordinária a ser realizada;
  • garantir a segurança dos equipamentos e dos operadores encarregados das verificações.

 

 

usbim-maint
usbim-maint