Home » BIM e facility management » Facility issues: o que são, quais são e como resolvê-las

Facility issues

Facility issues: o que são, quais são e como resolvê-las

Os problemas relacionados aos ativos são diversos e frequentes. Descubramos juntos quais são os cinco principais tipos de facility issues e como resolvê-los.


Se você é um profissional do setor AECO, provavelmente já teve que resolver problemas e falhas nos bens que lhe foram confiados. Esses problemas são, infelizmente, frequentes, mas poderiam ser evitados, pelo menos em parte, com um gerenciamento de ativos preciso e o uso de softwares específicos de facility management.

Neste artigo, veremos juntos quais são as cinco principais facility issues e, principalmente, identificaremos uma solução rápida para cada uma delas.

O que são as facility issues?

No campo da construção, usamos o termo “facility” para indicar, em geral, todos os bens construídos e as partes dos sistemas que os compõem, como:

  • sistema de HVAC;
  • sistema hidráulico;
  • sistema elétrico;
  • sistema de combate a incêndios;
  • sistema de segurança e vigilância;
  • sistema de gestão de resíduos.

O termo “facility issue” indica a ampla gama de problemas que podem surgir e afetar nossos ativos e suas partes.

Onde há um problema, há, obviamente, uma causa. No entanto, é impossível generalizar e atribuir todas as questões a uma única causa. O que podemos dizer é que o melhor caminho para evitar o surgimento de problemas envolve:

  • atualização e formação das equipes de projeto e manutenção;
  • implementação das mais recentes metodologias de projeto e gestão, referindo-nos especialmente ao BIM;
  • sempre garantir um gerenciamento de facility eficiente e pontual.

Quais são os cinco principais problemas que podem afetar os ativos na construção?

Como profissionais do setor AECO, sabemos que os ativos na construção são tão complexos e envolvem a interação de tantas partes e sistemas que seria impossível listar todos os problemas que poderiam potencialmente afetá-los. No entanto, é possível e útil identificar e analisar as principais tipologias de issues, que são:

  1. falta de planejamento da manutenção periódica: sabemos que a manutenção periódica, muitas vezes referida como “periodic maintenance”, representa uma abordagem baseada em intervenções realizadas em intervalos de tempo predefinidos, ou seja, em intervalos regulares. Sua definição nos dá uma ideia da importância desse tipo de manutenção e de como é fundamental planejá-la com precisão, pois é a frequência das intervenções que determina o sucesso dessa abordagem. Ao contrário, uma manutenção periódica mal planejada resulta em falhas inesperadas que frequentemente precisam ser resolvidas com urgência, acarretando gastos imprevistos e frequentemente altos, além de interrupções de serviço inesperadas.
  2. Despesas não inicialmente consideradas e fora do orçamento: infelizmente, um problema difundido é caracterizado pelo surgimento de falhas, mau funcionamento ou necessidade de recuperação e restauração que requerem investimentos não planejados e muitas vezes fora do orçamento. Como mencionado no ponto anterior, é um pouco uma reação em cadeia: uma manutenção deficiente e não planejada do ativo resulta em danos e falhas que exigem despesas não previstas.
  3. Riscos para a saúde e segurança: após ler os pontos anteriores, não podemos deixar de pensar que o próximo e maior problema que pode afetar os ativos diz respeito à segurança dos usuários e usufruidores do bem. Em um círculo vicioso de má gestão e manutenção de ativos, quando surge uma falha, um mau funcionamento, um colapso ou um sinal de degradação no qual não se intervém, há uma perda gradual de segurança para os usuários do edifício.
  4. Falta de dados em tempo real: é bem sabido que a quantidade de dados é considerável e o que poderia ajudar na gestão dos ativos seria justamente a aquisição de dados em tempo real.
  5. Comunicação e interoperabilidade deficientes dentro da equipe e entre as diferentes equipes: o mundo da construção e infraestrutura é vasto e envolve muitas profissões com diferentes funções e responsabilidades. Nenhum técnico, no entanto, desempenha um papel isolado; pelo contrário, o sucesso de um único trabalho também depende de uma comunicação e colaboração eficazes com os demais profissionais envolvidos.
As 5 principais <yoastmark class= facility issues

Os 5 principais facility issues

Quais são as principais soluções para esses problemas?

Se até agora listamos as principais facility issues, agora elevamos um pouco o ânimo listando uma solução simples e rápida para os problemas mencionados anteriormente:

  • a solução para o planejamento deficiente da manutenção é, como mencionamos anteriormente, relativamente simples: basta, de fato, formar e atualizar a equipe de manutenção e implementar ferramentas apropriadas. Através de um software de gestão de manutenção, basta abrir tickets para gerenciar a intervenção e otimizar o uso de todos os recursos.
Gestão de intervenções de manutenção com tickets - usBIM.maint - facility issues

Gestão de intervenções de manutenção com tickets – usBIM.maint

  • A solução para despesas não previstas surge uma vez aprimorado o enfoque de manutenção. Neste caso, o monitoramento da estrutura evitaria o surgimento de falhas não previstas e manteria o ativo seguro e funcional.
  • Garantir a segurança e saúde dentro dos ativos é uma prioridade para todo facility manager. Para fazê-lo, essa figura pode recorrer a várias ferramentas, incluindo o BIM – cuja importância na esfera de gestão de ativos foi parcialmente analisada em um artigo anterior sobre os benefícios do BIM para o Facility Manager e o digital twin no gerenciamento de ativos.
  • Para suprir a falta de dados em tempo real, bastaria direcionar-se para uma abordagem baseada em sensores e tecnologias inteligentes. O uso da plataforma BIM IoT permite integrar dados obtidos em tempo real em modelos BIM dinâmicos para gerenciar as estruturas de forma muito mais eficiente e eficaz.
  • Para fortalecer a comunicação e interoperabilidade, mais uma vez, a implementação do BIM no gerenciamento de ativos parece ser uma solução rápida e eficiente. Não apenas o BIM permite uma troca de informações poderosa, mas também fornece aos profissionais softwares BIM específicos e plataformas colaborativas.

Não podemos negar que os problemas no mundo da construção estão sempre potencialmente próximos. A formação, atualizações e profissionalismo são necessários para lidar com qualquer facility issue. Certamente, também precisamos nos equipar com ferramentas e softwares profissionais que nos apoiem.

Se você se ocupa especificamente da fase O&M, não pode faltar em seu pacote de ferramentas um software de manutenção de ativos, uma plataforma que permita planejar todos os tipos de manutenção e lidar com problemas de forma rápida e eficaz.

 

usbim-maint
usbim-maint